TP777

  • Mensagens: 2
Boa tarde,

Sei que isto tem sido discutido em various fóruns ao longo dos últimos anos, contudo verifico na imprensa especializada que há um “shortage” de pilotos enorme, estima-se em 450.000 até 2025.

Tenho 40 anos, 20 deles dedicados a vida na área financeira o que me permitiu residir e visitar inúmeros países no estrangeiro(vivi os últimos anos na África do Sul) tendo regressado recentemente a Portugal.

Agora surgiu-me a oportunidade financeira e de disponibilidade de poder tirar o tão desejado curso de piloto. Eu sei que muitos vai dizer que sou “velho” outros vão dizer para seguir o sonho, mas realisticamente queria saber se existem oportunidades lá fora(mercado de trabalho) par um menos jovem como eu.

Um abraço a todos
TP777

brunodias

  • Mensagens: 3807
Também sempre ouvi que há poucos pilotos etc etc, mas a verdade é que não faltam pilotos no desemprego

Outra coisa que tem que pensar é se entrar numa companhia com 43 ou 44 anos, a sua carreira vai compensar em termos de custos, porque agora teria que gastar ai 80mil euros na formação, e depois nos 20 anos de carreira iria justificar os 80mil?

nunopinheiro

  • Mensagens: 2680
Pergunta honesta, ao fim de quantos anos é que ficam fartos do trabalho? Imagino que é giro os primeiros anos de piloto de carreira, mas ao fim de um tempo deve saturar, não? Quantos aeroportos têm de visitar quantos checklists tem de fazer quantos quartos de hotel iguais tem de conhecer até que a coisa se torne terrivelmente monótona?
Eu ao fim de 7 anos tenho sempre de encontrar outra coisa para fazer, e trabalho numa consultora lidando com problemas radicalmente diferentes de cada vez, e mesmo assim..

pmc13812

  • Mensagens: 4
    • Future Pilot
Após estes comentários, o que acabaste por decidir ?

jc911t

  • Mensagens: 2
Bom dia,

Em primeiro lugar, as minhas felicitações por ponderar a hipótese de seguir a carreira de piloto comercial com 40 anos. Eu próprio, na casa dos 40's,  pondero a mesma hipótese e para tal estudo neste momento as várias hipóteses e já estou em contacto com instituições de medicina aeronáutica para a realização de exames médicos obrigatórios para a subsequente emissão do certificado necessário.

Em segundo lugar permita-me um comentário relativamente à questão da idade. Foi efectivamente um factor de "pêso" há uns anos atrás. Actualmente não é essa a realidade - à escala internacional. Há uma demanda significativa destes profissionais e inclusivè o número de horas de vôo / experiência que há uns anos era exigida actualmente é avaliada caso a caso.

Concluindo, em terceiro e último lugar, havendo possibilidade (i.e pessoal e financeira) é para mim - e após conversa com vários colegas - um investimento pessoal que faço, consciente também da afectação de tempo pessoal a esta actividade bem como o necessário estudo contínuo. A realização de um sonho pessoal antigo (que partilho consigo) valorizará naturalmente esta opção.

Boa sorte!

MML

  • Mensagens: 4
Viva a todos,

X2, ou melhor X3. :)

Também tenho 40 anos e estou muito tentado a ingressar nesta vida.
Velho sonho, que agora poderá tomar vida... enfim, o de sempre, o de todos...  ;D

Nesta senda de recolher informação para uma decisão, tenho constatado junto de amigos e conhecidos - comandantes, co-pilotos e um ex-aluno que não seguiu a carreira (tirou o curso nos fatídicos anos negros pós-2008) - e apenas o dito ex-aluno, eventualmente fruto das dificuldades que teve em seguir com a sua carreira sem ter que ir pelo do pay to fly, me dão alguma força para avançar. Ainda assim, estes, não podendo afirmar cabalmente o sucesso da empreitada, vêem o desígnio como plausível e pertinente - presumo que se baseiam nas notícias animadoras e na sua observação do mercado que integram.

Evidentemente, que já nem me refiro às escolas, que até podendo estar corretas ao afirmarem, que apesar da idade, haverá proximamente necessidades de mercado substantivas, para um recentemente quarentão. É até frequente referirem que o peso da idade nas entrevistas com as companhias, bem como a questão do número de horas à saída da escola, não são já os fatores primordiais.

Bom, mas de qualquer modo, a verdade, é que estou indeciso. Por um lado, dizem, não sou velho, por outro, julgo que é obvio que a idade - não que concorde em absoluto - deve pesar.

Um outro ponto com que me debato é a escolha da escola. Tenho diversas dúvidas, mas escolas, ditas com maior preponderância, até pela sua dimensão,  terão maior probabilidade de empregar os seus alunos? No fundo, o hábito faz o monge? E, até que ponto estão lá para ajudar no final?

Outra questão é a de me ausentar de onde resido e ter de assentar arraial noutras paragens... levar a família a trás, está claramente posto de lado. Será que me consigo afirmar e integrar uma empresa a partir do Porto? Mesmo estando disposto a um período fora - mas na Europa?

O que me dizem?
Obrigado pelas opiniões!

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
763 Visualizações
Última mensagem 17 de Fevereiro 2014, 11:34:41
por lockheed
Idade

Iniciado por mj123 Formação

3 Respostas
793 Visualizações
Última mensagem 15 de Junho 2015, 23:33:27
por iSeven
10 Respostas
1690 Visualizações
Última mensagem 19 de Julho 2015, 00:31:19
por ruialves
0 Respostas
307 Visualizações
Última mensagem 16 de Dezembro 2016, 13:24:05
por toto1100
8 Respostas
772 Visualizações
Última mensagem 09 de Novembro 2017, 18:18:38
por finhinho

Total 47+0=47 ms, db 0 ms, php 47 ms