jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1758
Caros,

In Presstur:
Citação

Passeios de helicóptero são nova proposta para turistas e residentes desfrutarem de Lisboa

Presstur 28-05-2014 (11h45)

Passeios turísticos de helicóptero que percorrem o estuário do Tejo, do Terreiro do Paço ao Bugio e Cascais, Palácio de Queluz e Palácio da Pena, em Sintra, com partidas de Algés, são uma nova proposta para turistas e residentes disponível desde o próximo mês pela Lisbon Helicopters.

A empresa, em que estão associados o grupo Helibravo e Francisco Sá Nogueira, conta com dois helicópteros Robinson 44 que levam até três passageiros, todos ‘com direito’ a janela, permitindo-lhes desfrutar ao máximo dos passeios, que custam entre 35 e 375 euros por pessoa, “em função das experiências e das rotas contratadas”.

Francisco Sá Nogueira, ex-ES Viagens e ex-PortugalRes, disse ao PressTUR que a empresa, aliás, já no fim de semana passado, em função da realização da final da Champions em Lisboa, esteve com grande actividade, realizando passeios para vários grupos.

O executivo destacou que a realização de passeios de helicóptero sobre “uma das mais belas cidades do mundo” há muito que era “uma experiência que fazia falta”, mas que só agora se concretiza por ter sido viabilizada a fixação de um heliporto mais próximo do centro da capital, junto à Torre de Controlo de Navegação do Porto de Lisboa, em Algés.

“Lisboa é uma das cidades mais belas do Mundo e uma das capitais europeias com maior atratividade para o Turismo de Cidade e Resort. O passeio de helicóptero e a vista aérea de Lisboa constituem uma experiência única. Faltava em Lisboa a oferta dos tours de helicóptero, para que esta se equiparasse à oferta já disponibilizada por outras grandes cidades, como Nova Iorque, Barcelona e outras”, destaca a Lisbon Helicopters em comunicado.

A informação indica que a empresa tem preparado diferentes roteiros de passeios turísticos, bem como está disponível para “passeios personalizados para qualquer ponto do país”, para “experiências temáticas” , como “baptismos do ar, declarações de amor, pedidos de casamento”, bem como para realizar viagens “para ocasiões especiais”, como Dia dos Namorados, o Dia da Criança, ou o Dia do Pai, bem como eventos em Lisboa.

As viagens, segunda indica o comunicado, podem ser compradas Os bilhetes podem ser adquiridos no site da Lisbon Helicopters, em www.lisbonhelicopters.com, nos postos de turismo geridos pela Associação de Turismo de Lisboa, nos pontos de venda da Gray Line, nas recepções de diversas unidades de alojamento, bem como em diversos parceiros do projecto.

A empresa destaca que a sua proposta dirige-se a “diversos públicos-alvo”, especificando os visitantes que procuram “viver uma experiência única e aproveitar, ao máximo, o tempo da sua estada em Lisboa”, aqueles que tendo pouco tempo conseguem, em alguns minutos, “usufruir de uma experiência inesquecível”, bem como aos residentes em Portugal que desejam experimentar voar de helicóptero.

“Os residentes nacionais, os homens de negócios, os que pretendem oferecer uma experiência emocionante a alguém, as empresas que querem proporcionar aos seus clientes uma nova experiência e as empresas que procuram divulgar a sua marca são outros segmentos que cabem neste projecto da Lisbon Helicopters”, acrescenta.

Francisco Sá Nogueira explicou ao PressTUR que o passeio mais curto da empresa sai do helicóptero e percorre o estuário do Tejo até ao Farol do Bugio, permitindo ver a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerónimos e Cristo Rei.

Uma das opções mais atractivas na sua opinião é o que a empresa designa por roteiro “Imperial”, que vai até ao Terreiro do Paço, permitindo avistar ‘do alto’ o Castelo de São Jorge e o ‘casario’ de Alfama.

A opção mais longa, de 45 minutos, é seguir para Estoril e Cascais e daí para o Cabo da Roca, com vista “extraordinária” para o Palácio da Pena, Sintra.

O comunicado assinala ainda que a Lisbon Helicopters tem a possibilidade de oferecer passeios em helicópteros que podem levar mais passageiros, estando assim em condições de prestar “serviços à medida de cada um dos seus clientes”.


Cumps,

Jopeg

lockheed

  • Mensagens: 1402
  • You are not in Kansas anymore!...
Partidas de Algés? Onde?

MarcoGVA

Nem imagino o preço...

cruzov

  • Administrador
  • Mensagens: 511
Nem imagino o preço...

Os preços são referidos na notícia acima  :)

MarcoGVA

Nem imagino o preço...

Os preços são referidos na notícia acima  :)

Sobrevoei o artigo, e os preços escaparam-me... Como era de esperar, mais para turistas do que para os locais, sobretudo a grande volta (a mais interessante) a 375€.

jumbalino

  • Mensagens: 54
Bom dia

Passou ontem no telejornal das 20:00 da RTP1 (21h03m) a notícia que já possível ver Lisboa das alturas. Depois dos autocarros, carros anfíbios, cacilheiros, segways, scooters, etc, só faltavam mesmos os passeios de helicóptero.

Ao ver a reportagem e verificando que o voo se faz ao longo da margem do Tejo, cruzando a ponte 25 de Abril, ocorreu-me pensar em que condições estes passeios vão acontecer em termos de gestão de tráfego aéreo: irão estar dependentes das aproximações à 03 do aeroporto de Lisboa ou ser-lhes-á atribuída uma autorização para cruzar o "alinhamento" a uma altitude segura, sempre que queiram? Desculpem a terminologia de leigo.

Se alguém souber alguma coisa que queira informar, agradeço. Somente por mera curiosidade.

Alberto Freitas
« Última modificação: 03 de Junho 2014, 12:36:28 por jumbalino »


lockheed

  • Mensagens: 1402
  • You are not in Kansas anymore!...
A coordenação é feita com a aproximação ou torre de LPPT, ficando em espera, se estiver algum tráfego na final.

Rex

  • Mensagens: 1327
queno vídeo:

Sobrevoar Lisboa de helicóptero
A Lisbon Helicopters quer levá-lo às nuvens. O novo serviço turístico quer mostrar o melhor de Lisboa, visto do céu.
http://observador.pt/vaidades/sobrevoar-lisboa-de-helicoptero/

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
5 Respostas
2935 Visualizações
Última mensagem 08 de Setembro 2014, 19:21:38
por Smp
0 Respostas
1092 Visualizações
Última mensagem 16 de Setembro 2014, 14:45:13
por Maintrol
0 Respostas
509 Visualizações
Última mensagem 10 de Março 2015, 12:51:14
por Mariovieira
0 Respostas
647 Visualizações
Última mensagem 16 de Maio 2015, 16:44:41
por pampa14
7 Respostas
1472 Visualizações
Última mensagem 18 de Dezembro 2015, 22:30:42
por tiago oliveira

Total 53+0=53 ms, db 0 ms, php 53 ms