MightyMouse

  • Mensagens: 152
Não podemos dar a relevância que se está a dar aos resultados semestrais num setor que é sazonal.
Acredito que que os resultados de 2017 serão bons, quer pelas ocupações, quer pelos preços que a TAP tem conseguido praticar, mas ainda penalizados por fortes investimentos em 2017:
-Phase in e phase out de avioes;
-Retrofit;
-Publicidade: pinturas especiais; voos especiais; stop over no Brasil e EUA;
Recurso elevado a ACMI por insuficiência de tripulação ou atraso na entrada de novas aeronaves

GoncaloRibas

  • Mensagens: 56
Quanto aos voos para a Madeira vão ver os preços da Easyjet  nas mesmas datas. É o mercado a funcionar. Os ASK são os que são, a procura é muita, logo é mais que normal que os preços aumentem. Os aviões andam cheios, isto há quem pense que uma companhia aérea é a Santa Casa. Mas vamos deixar estes grandes críticos entendidos da matéria terem o seu momento de glória

É o mercado a funcionar em função da TAP que tem uma posição dominante nessa rota seja por ter mais ligações diárias, seja porque disponibiliza os voos com mais atencedência, seja por razões históricas.

Obviamente que o mercado da Madeira não está a funcionar em função da oferta e da procura. Oito ligações diárias da TAP com preços a começar nos 249€ seja o voo à 6 da manhã, às 10, às 14h ou às 23h. Parece o mercado a funcionar?

O meu familiar que foi agora afectado pelo cancelamento e dormiu no aeroporto pagou 524€ (ida e volta), meados de outubro e com voos à 4a e 3a feira. No regresso não havia mais que 60 passageiros. 60 passageiros numa cabine com lugar para 140, com preços a rondar os 250€ por tajecto não é o mercado a funcionar. Neste momento o subsídio de mobilidade social na Madeira é uma fonte de financiamento da TAP.
Então e quais os preços da easyjet, eram diferentes dos da tap?
« Última modificação: 12 de Outubro 2017, 19:46:04 por GoncaloRibas »


Hawks

  • Mensagens: 272
Não lhe sei dizer exactamente quais os valores cobrados pela EasyJet nessas datas, mas sei que o meu familiar considerou a Transavia mas o facto de ser obrigado a pagar com cartão de crédito (demora consideravelmente mais tempo a receber reembolso) atirou a decisão para a TAP. Esta do cartão de crédito é mais uma daquela "medidas mesmo à medida".

Mas facilmente vê-se padrões estranhos na TAP. Amanhã, existem 3 voos da EZY para Lisboa. Dois estão esgotados e o preço minimo do que sobra é 169 euros.

Na TAP existem 8 ligações, nenhuma está esgotada, e o preço mínimo é 250 euros. Todos os voos têm exactamente a mesma procura?

CS-TTK

  • Mensagens: 832
Na EZY as malas ao serem cobradas à parte não entram para os calculos do subsidio de mobilidade. A easyJet também cobra uma taxa administrativa que ronda os 20EUR (ou pelo menos cobrava, não sei se já mudou entretanto) que não é contabilizada no subsídio. Ou seja, se pretende mala de porão terá uma despesa não reembolsável em torno dos 60EUR, o que não acontece com a TAP ou Transavia, pois a mala estão incluídas no valor do bilhete e não são um "serviço extra".

A questão do cartão de crédito também influência e muito, pois nas gerações mais antigas muitas vezes prevalece a desconfiança em relação a esses tipos de pagamentos online, sendo um pagamento por multibanco mais "confiável". (Isto sem contar com o prazo do reembolso como mencionado acima).

No meu caso já viajei nas três companhias entre o FNC e o território continental. Ultimamente a TAP tem sido mais vezes opção devido à maior oferta e consequentemente aos horários dos voos que se adequam mais ao meu horário. Óbvio que o subsidio de mobilidade tem um papel na escolha, caso contrário em muitas situações sacrificaria um pior horário por um preço mais baixo.

A soma de todos estes pequenos factores permite à TAP ter a posição que tem nas rotas para FNC. E hoje Fernando Pinto sobre este tema já disse que nada iria mudar em 2018...

GoncaloRibas

  • Mensagens: 56
Por exemplo, para as datas do Natal/ano novo os voos na tap a partir de Lisboa estão mais baratos que a easyjet

Hawks

  • Mensagens: 272
Por exemplo, para as datas do Natal/ano novo os voos na tap a partir de Lisboa estão mais baratos que a easyjet

Ok, mas isso é efectivamente época alta. É natural que a Easyjet disponibilizando menos lugares, mais depressa cobre valores mais altos.

Mas estamos a falar de voos a meio de Outubro, Novembro, etc, sem feriados pelo meio e voos a meio da semana. Mesmo seguindo todas as regras base para arranjar voos mais baratos, o que encontramos na TAP é algo disparatado. Consistentemente voos a 250 euros em qualquer altura e a qualquer hora.

Snip

  • Mensagens: 210
Na EZY as malas ao serem cobradas à parte não entram para os calculos do subsidio de mobilidade. A easyJet também cobra uma taxa administrativa que ronda os 20EUR (ou pelo menos cobrava, não sei se já mudou entretanto) que não é contabilizada no subsídio. Ou seja, se pretende mala de porão terá uma despesa não reembolsável em torno dos 60EUR, o que não acontece com a TAP ou Transavia, pois a mala estão incluídas no valor do bilhete e não são um "serviço extra".

A questão do cartão de crédito também influência e muito, pois nas gerações mais antigas muitas vezes prevalece a desconfiança em relação a esses tipos de pagamentos online, sendo um pagamento por multibanco mais "confiável". (Isto sem contar com o prazo do reembolso como mencionado acima).

No meu caso já viajei nas três companhias entre o FNC e o território continental. Ultimamente a TAP tem sido mais vezes opção devido à maior oferta e consequentemente aos horários dos voos que se adequam mais ao meu horário. Óbvio que o subsidio de mobilidade tem um papel na escolha, caso contrário em muitas situações sacrificaria um pior horário por um preço mais baixo.

A soma de todos estes pequenos factores permite à TAP ter a posição que tem nas rotas para FNC. E hoje Fernando Pinto sobre este tema já disse que nada iria mudar em 2018...

Precisamente a minha opinião sem tirar nem por! Um familiar meu com 79 anos viaja com alguma regularidade entre a Madeira e o território continental e tem a "mania" de pagar tudo ao balcão ou por multibanco. A titulo de exemplo, esse meu familiar teve de sair da Madeira num imprevisto de última hora na passada segunda-feira. No sábado ele foi ao balcão da GroundForce e pediam-lhe 537€ para uma partida segunda e regresso na quarta. Na easyjet, ao balcão da Portway e sem mala de porão, pagou 280€...

Eu próprio passo a vida num vaivém entre Lisboa e Funchal devido ao subsidio, coisa que não faria nunca anteriormente e escolho sempre a TAP precisamente pela diversidade de horários... Escolho a tarifa Classic mesmo tendo outras baratas devido à mala, e por me sentir mais "protegido" em caso de inconveniente, seja prioridade para seguir viagem em caso de não partir à hora prevista mas também pelas milhas e também admito que só o faço devido à existência do subsidio. Agora multipliquem casos como o meu e num instante chegam aos mais de 20 Milhões de euros aplicados no subsidio.

Moderação: Sugeria que movessem estes últimos posts para um dos tópicos ja existentes sobre o subsidio, estamos a entrar em OFF Topic x)

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1329
Como diz o povo, os burros falam e a caravana passa. Vão aprender um bocadinho sobre gestão aeronáutica e depois venham para aqui. É inquestionável que para a grande maioria das pessoas a companhia está melhor que antes da privatização(ou meia privatização), mas não se pode agradar a todos. Mas se estão assim tão preocupados com os resultados esperemos pelos de todo o ano

O povo também diz" azeite de cima, mel do meio, vinho do fundo, não enganam o mundo "

O engraçado da questão é que ano após ano em março a empresa publica o Relatório de Contas e, geralmente, o documento vem dar razão aqueles que têm de aprender um pouco de gestão aeronáutica antes de vir para aqui.

Um abraço,

Jopeg

GoncaloRibas

  • Mensagens: 56
Claro, tal e qual como os 34 milhões de euros de lucros que a companhia apresentou no exercício de 2016, só não vê quem não quer ou aqueles que não se percebendo bem porquê tem um ódio brutal à companhia. Felizmente para a TAP os passageiros que transporta são cada vez mais estrangeiros e menos portugueses.
http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/aviacao/detalhe/tap-regressa-aos-lucros-em-2016

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1329
Claro, tal e qual como os 34 milhões de euros de lucros que a companhia apresentou no exercício de 2016, só não vê quem não quer ou aqueles que não se percebendo bem porquê tem um ódio brutal à companhia. Felizmente para a TAP os passageiros que transporta são cada vez mais estrangeiros e menos portugueses.
http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/aviacao/detalhe/tap-regressa-aos-lucros-em-2016

Aqui não se trata de ódios ou amores, mas sim de números. Parte das verdades que vamos falando aqui estão refletidas nos números do Relatório de Contas e não vale a pena iludirmos-nos com determinados resultados.
Ok, lucro de 34ME mas: principal gasto da companhia, Combustível. Gasto em 2015: 660ME, Gasto em 2016: 434ME, diferença: -266ME e lucro final de 34ME ... algo não está assim a correr tão bem nas contas da companhia.

Um abraço,

Jopeg

GoncaloRibas

  • Mensagens: 56
Sim, mas não conseguimos fazer futurologia sobre qual a evolução da cotação do petróleo. O que conseguimos retirar daqui é que a companhia depois de muitos anos de perdas teve lucros, o que é bastante positivo. Agora temos que esperar pelos deste ano e se forem maus aqui estaremos para criticar e analisar, mas não estar já a criticar
« Última modificação: 13 de Outubro 2017, 10:08:59 por GoncaloRibas »


pedferre

  • Mensagens: 165
Bem a TAP vai ser a primeira companhia a usar os A330-NEO já ajuda a reduzir as despesas de combustivel, isto se o preço continuar a subir como recentemente (já passou os 57 dólares).

Franmed

  • Mensagens: 632
A TAP têm que criar uma companhia low cost

Não percebo porque estão a demorar tanto

É evidente que a empresa, mesmo com vários monopólios, não está a ter resultados de grande nível e com a nova frota, os problemas aumentam porque os custos com formação e leasing também aumentam...

Não há volta a dar

nunopinheiro

  • Mensagens: 1873
A TAP não tem dimensão para criar uma lcc, tudo o que pode fazer é o que fez criar uma lowcost dentro de cada aviao, em caso de dúvida sobre o que é e vai ser.. Ver a brussels. É a vida.

caparica

  • Mensagens: 411
A TAP têm que criar uma companhia low cost

Não percebo porque estão a demorar tanto

É evidente que a empresa, mesmo com vários monopólios, não está a ter resultados de grande nível e com a nova frota, os problemas aumentam porque os custos com formação e leasing também aumentam...

Não há volta a dar

Pensava que a PGA e a White eram as lcc da TAP

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
TAP em números (operação)

Iniciado por jopeg « 1 2 3 4 » TAP

56 Respostas
12571 Visualizações
Última mensagem 02 de Dezembro 2015, 09:41:45
por jopeg
0 Respostas
596 Visualizações
Última mensagem 05 de Setembro 2014, 18:57:47
por Filipe Pinho
11 Respostas
1321 Visualizações
Última mensagem 18 de Março 2015, 23:14:15
por Mosquito
0 Respostas
402 Visualizações
Última mensagem 22 de Agosto 2016, 14:23:14
por TAP153
389 Respostas
27397 Visualizações
Última mensagem 27 de Novembro 2017, 03:23:40
por ptevos

Total 65+1=66 ms, db 0 ms, php 66 ms