Leia atentamente as regras do fórum. Insultos e ataques pessoais a outros membros serão punidos.

Resposta

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.

Nome:
Email:
Verificação:

Atalhos: pressione alt+s para enviar ou alt+p para pré-visualizar


Resumo do Tópico

Enviado por: lynx95
« em: 17 de Julho 2014, 22:59:19 »

Boas,
Aqui vai um vídeo a documentar o sobrevivente único




Rodrigo
Enviado por: ClearedForTakeOff
« em: 13 de Maio 2014, 23:54:16 »

Citação
Os familiares dos passageiros do voo MH370 da Malaysia Airlines mantêm uma réstia de esperança de que o avião seja encontrado e que todos possam estar vivos. Em muitos desastres da aviação há histórias que parecem impossíveis, como a de únicos sobreviventes.

Entre os muitos acidentes aéreos ocorridos até hoje, cinco deles têm uma coisa em comum: apenas tiveram um sobrevivente. Conheça as suas histórias.

Voo 502 da LANSA (1970)

Em 1970, o voo 502 da companhia aérea LANSA, do Peru (que deixou de operar em 1972), colidiu contra as colinas à volta de San Jerónimo, naquele país. O acidente ficou-se a dever a erro da tripulação, problemas de manutenção e má distribuição da carga. Morreram 99 passageiros e membros da tripulação, além de dois agricultores da região. O único sobrevivente foi Juan Loo, co-piloto e estudante de 26 anos de idade. Apesar de ter ficado com queimaduras graves no corpo, conseguiu uma recuperação completa e atualmente reside nos EUA.

Voo 508 da LANSA (1971)

Era a véspera de Natal de 1971 e o voo 508 da LANSA seguia com destino a Pucallpa, no Peru, quando entrou numa tempestade. Um raio atingiu um dos tanques de combustível do avião e destruiu uma das asas. Juliane Koepcke, de 17 anos, que viajava ao lado da mãe, foi arrancada do assento e lançada ao ar, tendo caído na floresta tropical peruana. Voltou a si de manhã, abalada, com uma clavícula partida e vários ferimentos. Desconhecia, na ocasião, que os restantes 91 passageiros e membros da tripulação - incluindo a sua mãe - estavam todos mortos. Durante 10 dias, Juliane arrastou-se pela floresta usando um vestido curto e uma sandália branca, meia cega sem os seus óculos. Foi descoberta por trabalhadores da floresta no dia 3 de janeiro de 1972.

Voo 255 da Northwest (1987)

No dia 16 de agosto de 1987, o voo 255 da companhia aérea Northwest ficou sem os motores depois de descolar da cidade de Detroit. O avião embateu contra uma torre de eletricidade, incendiou-se, colidiu com um telhado e arrastou-se numa estrada embatendo em automóveis até acabar desfeito em fogo. O acidente ocasionou a morte de 154 pessoas que seguiam abordo, além de dois automobilistas. Uma menina de quatro anos, Cecelia Cichan, foi a única sobrevivente. Os seus pais e o irmão mais velho morreram no desastre.

Voo 626 da Yemenia (2009)

O voo 626 da Yemenia ligava a cidade francesa de Marselha a Moroni, a capital da União das Comores. No dia 30 de junho de 2009, o Airbus A310 caiu no oceano Índico, pouco antes do pouso. Morreram 152 dos 153 ocupantes do avião. Bahia Bakari, uma adolescente, não sabia nadar, nem tinha consigo o colete de salvação. Contudo, manteve-se agarrada a um dos destroços do avião durante cerca de 13 horas. Quando as equipas de salvamento encontraram-na, estava rodeada por cadáveres que flutuavam na água. Além da hipotermia, a jovem apenas apresentava alguns ferimentos, sendo o mais grave uma clavícula partida.

Voo 771 da Afriqiyah Airlines (2010)

A 12 de maio de 2010, o voo 771 da Afriqiyah Airlines explodiu ao aterrar em Tripoli, na Líbia. Ruben van Assouw, de nove anos, foi o único sobrevivente do acidente aéreo, que custou 103 vidas, entre as quais os seus pais e irmão. O rapaz, de nacionalidade alemã, teve diversos ferimentos nas pernas, tendo sido hospitalizado na Líbie a, posteriormente, na Holanda.

 http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3798945&page=-1
Total 88+0=88 ms, db 0 ms, php 88 ms