Leia atentamente as regras do fórum. Insultos e ataques pessoais a outros membros serão punidos.

Resposta

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.

Nome:
Email:
Verificação:

Atalhos: pressione alt+s para enviar ou alt+p para pré-visualizar


Resumo do Tópico

Enviado por: AvGeekDiogo
« em: 05 de Novembro 2016, 11:21:13 »

Supostamente vai haver um novo terminal entre a pista 27R/09L e a nova pista. O T1 de momento esta a ser remodelado e passará a pertencer ao T2.
Enviado por: nunopinheiro
« em: 05 de Novembro 2016, 08:21:31 »

Eu gostei em particular dos argumento anti emigração da campanha pelo brexit, porque não percebo o que vai mudar fora da europa, vão continuar a ter a s fronteiras encerradas a imigrantes fora da união europeia contra os quais se queixavam se eles entravam não é culpa da europa ou era???.. Os que vão perder são os qualificados que para la iam oferecer mão de obra europeia mais barata e qualificada. Os refugiados extra comunitários já sabemos que não os querem mas não vai mudar nada aí....



De volta ao tópico sabem se vão fazer mais terminais com a pista nova?? Ou remodelar antigos, eu costumo ter um azar tremendo nesse aeroporto quando tenho de mudar de terminal. Esta mesmo a precisar de uma ligação eficiente entre estes.
Já agora sabem quantos movimentos hora será capaz de executar com a nova pista?
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 19:39:00 »

Sim, sim clarament.

Such figures
can then be used for all sorts of comparisons. £228 per year is less than the price of a half-season ticket
at a Championship football club like Brighton (£265) or a full season ticket at second division Cambridge
United (£275), never mind the big boys like Arsenal (two of the best seats to see them play Southampton
would set you back £240). £4.40 per week equates to ten cigarettes or a couple of not very exotic coffees
at Costa.

E ate acaba a dizer:

We face terms similar to,
or better than, comparable countries.

Claro que vai Nuno, claro que vai. Ainda lhe vao pagar para ter acesso ao mercado unico. :D
E ainda vao conseguir que as percentagens comecem a ser calculadas de maneira diferente para terem um PIB per capita mais elevado que o Luxemburgo.
Enviado por: nunopinheiro
« em: 04 de Novembro 2016, 19:33:13 »

toto1100 até o que esta escrito por todo o documento o UK é dos que menos paga per capita. Eu que tenho muitos amigos no Uk em áreas de investigação muitos deles ligados a industria residual mas de ponta que ainda la vão tendo e para eles é um pesadelo em particular com os esperados cortes nos financiamentos a investigação. Mas vai ser muito bom vai jorrar dinheiro para o NHS :) a UK vai ter acesso ao mercado comum sem ter de pagar por isso :D
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 19:25:34 »

fonix dois mestrados :D  eu só tenho a licenciatura (no meu tempo era só isso) :) e nem exerço, mas olhe que os números que mostra não são incompatíveis com com os do toto1100 mais ta la escrito que na pratica o uk não gasta 17 mil milhões 

retirado do seu próprio documento ;)

Exatamente a tabela que me chamou logo à atençao. Mas dou totalmente de barato que mesmo depois de tudo sejam 8.5 e nao 6 mil milhoes e eu esteja errado. É de qualquer das formas muito menos que 17.

E per capita continua a ser dos paises ricos dos que paga menos. E graças ao passporting para o setor financeiro deve lutar taco a taco com a Alemanha para ser o que ganha mais com o mercado unico.

Mas eu sou daqueles que acham que so deve estar ca quem ca quer estar. Se querem sair, porta da rua é serventia da casa (pena é terem querido sair numa campanha cheia de mentiras e xenofobia). Se querem ter alguma relaçao com a UE, que cumpram o que os outros paises cumpram. Se nao querem, paciencia. Ficamos todos mais pobres, mas olha.
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 19:23:40 »

LOL
Vou por a letras grandes a ver se da para perceber: MATEMATICA NAO É OPINIAO PESSOAL.
100*1.07 e 250*1.01 dao sempre o mesmo resultado.
Enviado por: nunopinheiro
« em: 04 de Novembro 2016, 19:21:43 »

fonix dois mestrados :D  eu só tenho a licenciatura (no meu tempo era só isso) :) e nem exerço, mas olhe que os números que mostra não são incompatíveis com com os do toto1100 mais ta la escrito que na pratica o uk não gasta 17 mil milhões 

retirado do seu próprio documento ;)
Enviado por: chlouie
« em: 04 de Novembro 2016, 19:20:39 »

parabéns pela tua matemática fabulosa. Pena que não tenhas aprendido a trabalhar com variantes e teres saído da faculdade convencido que sabes tudo e que a tua opinião pessoal é a única válida. Há muita gente que vê muitos filmes Americanos e julga que a vida real é igual. Ao fim de meia-dúzia de anos amocham.  Deves estar a precisar de férias :)
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 19:15:04 »

Parabens pelos 2 mestrados. Pena em nenhum deles ter aprendido a trabalhar com percentagens. E ter chegado ao fim desses 2 mestrados a achar que a matematica era coisa de opiniao pessoal.
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 19:14:35 »

Sim, realmente é muito estranho corrigir-se o que esta errado e nao o que esta certo. Nunca se viu.

Nesse texto chega-se a um valor de 8.5 mil milhoes para as contribuiçoes do RU. É mais do 6 que eu disse, totalmente de acordo. Mesmo assim esta bastante abaixo dos 17 que tu tinhas dito.

E, ou muito me engano, o ponto chave para essa diferença esta na 3a linha da tabela 1, que diz "Less: public sector receipts". Embora a maioria do dinheiro que vem da UE passe pelo Estado, ha muito que vai diretamente para o setor privado sem passar pelo Estado. Para as universidades idem (exemplo pratico, a Universidade Lisboa ganha 2 concursos para fazer investigaçao, 1 via concurso da FCT - logo Estado, embora com dinheiro Europeu -, outro num concurso europeu; o dinheiro da UE vem à mesma para Portugal, mas no 2o concurso veio direto de Bruxelas para a entidade que o gastou).
Enviado por: chlouie
« em: 04 de Novembro 2016, 19:06:35 »

E já agora toto1100, talvez fosse ideia perceber que na vida não sabemos tudo e estamos sempre a aprender, apesar de haver uns meninos que saem agora das faculdades a pensarem que já sabem tudo. Eu tenho dois mestrados e não sei nada. Bom fds.
Enviado por: chlouie
« em: 04 de Novembro 2016, 19:04:19 »

Lamento, mas esses seus números e matemática estão errados. Pode consultar vários documentos onde encontra a contribuição Net de cada País em termos do PIB e per capita e está bem claro. Tem aqui um dos documentos:

http://ukandeu.ac.uk/wp-content/uploads/2016/01/Who-pays-for-the-EU-and-how-much-does-it-cost-the-UK-Disentangling-fact-from-fiction-in-the-EU-Budget-Professor-Iain-Begg.pdf

Em relação ao tema de LHR, que é o que neste forum realmente interessa, é interessante ver como não houve mais comentários a ser o nº1 Europeu e Londres ser a 1ª cidade mundial em termos de tráfego aéreo (+ 153 milhões de PAX/ano, seguida de Nova Iorque com menos 27 milhões).

A não ser que agora haja uma nova moda de dizer mal dos Ingleses, que pelos vistos tanto é incentivada pela direita como pela esquerda, nomeadamente pelos parasitas que estão em Bruxelas e Estrasburgo, não entendo o porquê.

Bom fim-de-semana.
Enviado por: toto1100
« em: 04 de Novembro 2016, 18:45:29 »

Eu jurava que para saber o que se gasta numa coisa, tambem seria preciso saber quanto se recebe. Mas aparentemente nao.

O que o RU devia contribuir efetivamente 17 mil milhoes de libras (17.8 se quisermos ser mais rigorosos). Mas devido às boas capacidades de negociaçao da sra Tachter no inicio dos anos 80 (na altura em que o RU era o 2o pais mais pobre da CEE a seguir à Grecia), o RU recebe todos os anos cerca de 25% de volta, o chamado "cheque britanico" (UK Correction, na giria oficial da UE). Ja vamos em 12.8 mil milhoes de contribuiçao.

Agora, o dinheiro que a UE recebe nao desaparece, vai para algum lado, muito do qual de volta para quem o deu. O RU recebe cerca de metade do que contribui de volta. Sobra pouco mais de 6 mil milhoes de contribuiçao liquida. Ja vai em 1/3 de 17.8 mil milhoes! (a maldita matematica sempre a chatear). Desses 6 mil milhoes, o governo britanico ainda inclui 1 mil milhao no proprio orçamento como sendo ajuda externa, que simplesmente é dada pela UE em vez de ser dada diretamente por eles.

E como per capita parece ser a palavra do dia, nesses termos o RU é o oitavo maior contribuinte liquido (se bem me lembro os contribuintes liquidos para o orçamento da UE sao 10 ou 11, por isso o RU esta no ultimo 1/4 dos contribuintes liquidos). Os Holandeses pagam 4 vezes mais por cabeça para a UE.
Enviado por: chlouie
« em: 04 de Novembro 2016, 18:15:59 »

Pois, mas a Alemanha não paga nada ao UK. E muita falra vão fazer esses 17 mil milhões de euros com que eles contribuiem anualmente. E na negociação sobre o Brexit, eles têm um trunfo. Enquanto têm lá milhões de imigrantes não qualificados, a maioria dos Brtânicos residentes na UE, ouvé qualificada e/ou tem autonomia económica. Com eles, a Alemanha não 'pia'. Vamos aguardar
Enviado por: nunopinheiro
« em: 04 de Novembro 2016, 18:04:24 »

chlouie olhe que não ;) se há uma verdade absoluta é que quem paga manda, em particular neste mundo em que o poder militar foi completamente ultrapassado pelo económico :)
A chamada submissão é só spining de tabloides, aka cada é um submisso quando a isso é obrigado :).  Como dizia um outro "It's the economy, stupid" :)
Total 99+0=99 ms, db 0 ms, php 99 ms