Steamboy

  • Mensagens: 9
Apenas sendo um curioso da aviação, não acredito que tenha sido um desvio. Pelo Skyvector mostra-se a possível rota planeada sem "clear directs to" por parte do ATC!

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog
Djá e
O que acham de uma possível Descompressão/Despressurização explosiva?

É possível? http://portadembarque04.blogspot.pt/2014/03/telemoveis-de-passageiros-do-voo-mh370.html?

Citação
a comunicação social chinesa noticiar que diversos telemóveis de passageiros estão ligados. Os telefones tocam, mas ninguém responde, o que indicaria que os telefones estariam ligados.

Isto cheira-me a contra-informação.
A razão é simples.
Os telemoveís estão sempre registados numa antena/celula, quando passam para outra existe o chamado hand-over.
Como tal, as operadoras de telemoveís sabem, a todo o instante, qual a zona onde esses telemoveís estão (dentro do raio de cobertura da antena/celula em causa).
Assim sendo, se isto fosse verdade, tecnicamente falando, num abrir e fechar de olhos já se saberia em que zona estavam esses telemoveís.

My two cents.


E já deveriam estar sem bateria....

CS-TOD

  • Mensagens: 244
Exato, todos os radares de ATC dizem que de facto o MH370 tentou dar a volta mas ele prefere acreditar que faz parte da Rita, não tinha ideia que um giro de pelo menos 40º fosse parte da rota mas ele prefere-se acreditar num serviço não oficial.
Que hei de eu fazer?
Enfim, sem comentários, acho que já foi tudo dito.
Enquanto certos membros continuarem a participar neste tópico eu não vou dar a minha opinião, vou-me manter pelo Facebook, já que lá a discussão tem sido bastante interessante, neste tópico já se viu que pouco ou nada se aprende...

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1485
Caros,

In Presstur:
Citação

Militares dizem que B777 da Malaysia mudou de rumo em ‘silêncio’ para os radares

Presstur 11-03-2014 (15h23)

Uma nova teoria começa a formar-se para explicar o desaparecimento desde o fim da tarde de sexta-feira de um B777 da Malaysia Airlines, com origem em fontes militares, que dizem que o avião voou com instrumentos de localização desligados pelo menos cerca de 500 quilómetros.

A informação está a ser avançada pela agência Reuters, que cita fontes militares não identificadas, segundo as quais o avião mudou de rumo depois do último contacto com o controlo de tráfego aéreo e baixou a altitude.

Esta informação corrobora uma notícia avançada pelo jornal malaio “Berita Harian”, segundo a qual um radar militar detectou o B777 às 2h40 (hora local) próximo da ilha de Pulau Prak, na extremidade Norte do Estreito de Malaca.

A Reuters explica que com os ‘transponders’ desligados o avião se tornou ‘invisível’ para a rede de radares civis, mas não para a dos militares, e acrescenta que, porém, nem estes têm qualquer indicação sobre o que aconteceu ao aparelho depois de Pulau Prak.

Já ontem o “Christian Science Monitor” destacava que as autoridades envolvidas na busca do avião que desapareceu com 239 pessoas a bordo tinham alargado a área de buscas para Oeste da Península da Malásia, quando antes incidiam a Este, onde alegadamente se encontrava o avião quando fez o último contacto com o controle de tráfego aéreo.

Todas as notícias destacam o facto de não ter havido uma mensagem de alarme por parte da tripulação do voo MH370 Kuala Lumpur - Pequim, como tinha acontecido com o voo AF447 Rio de Janeiro - Paris, que se despenhou no mar a 1 de Junho de 2009, mas como assinala o “Christian Science Monitor”, neste caso a companhia foi sempre recebendo informação electrónica do avião via Aircraft Communication Addressing and Reporting System (ACARS).

A notícia do “Christian Science Monitor” assinala de seguida que não é claro que o B777 estivesse equipado com o ACARS e salienta que repetidamente a revista “Flightglobal” questionou a Malaysia Airlines a esse respeito, mas não obteve resposta porque a companhia invocou estar em curso investigações pela autoridade nacional da Aviação Civil.

“Se as autoridades tivessem informação do ACARS a dizer-lhes o que correu mal com o voo da Malaysia Airways isso poderia dar-lhes uma melhor ideia de onde procurarem”, acrescenta a notícia onde se destaca que mais do que alargar as áreas de buscas em que têm estado envolvidos dezenas de aviões e de navios, o que as autoridades fizeram foi criar uma nova área.

A informação de que o avião teria mudado a rota após o último contacto com o controle de tráfego aéreo já tinha sido avançada anteriormente, mas nunca foi realçada, com o argumento de que era apenas mais uma das linhas de investigação que estavam a ser seguidas.

O que é facto é que apesar do denso escrutínio da área de buscas inicialmente definida não foi detectado qualquer vestígio do avião, nem a ‘pista’ dos dois passageiros com passaportes roubados está a conduzir à hipótese de atentado terrorista, pelo menos de acordo com as informações mais recentes da Interpol, que já identificou os dois passageiros nessa situação e considera estar perante tentativas de emigração ilegal para a Europa por parte de dois iranianos.


Jopeg

Rex

  • Mensagens: 967

Isto cheira-me a contra-informação.
A razão é simples.
Os telemoveís estão sempre registados numa antena/celula, quando passam para outra existe o chamado hand-over.
Como tal, as operadoras de telemoveís sabem, a todo o instante, qual a zona onde esses telemoveís estão (dentro do raio de cobertura da antena/celula em causa).
Assim sendo, se isto fosse verdade, tecnicamente falando, num abrir e fechar de olhos já se saberia em que zona estavam esses telemoveís.

My two cents.

Nos acidentes/tragédias nos primeiros tempos há sempre notícias, rumores, testemunhos e relatos estranhissimos, é uma coisa normal. Não sei se te recordas, mas no acidente do Air France 447 surgiram notícias de SMS enviados por passageiros para familiares a dizerem que os amavam, supostamente quando o avião sobrevoava Cabo Verde. Como sabemos, o avião nunca chegou a passar perto de Cabo Verde.
De qualquer forma, nestes dias tenho lido explicações lógicas para isso, tipo esta:

"Cellular phone systems first try to route a call to the last cell which was in contact with the phone. If this fails the system tries to locate the phone to other cells and then tries to divert to voicemail.
All of this searching takes time, during which a caller hearing silence would probably hang up before the call can be connected so the system returns a ringing tone to the caller. In most cases this is a successful strategy but it does mean that if the phone is not eventually found the caller is misled into believing that it is working OK but not being answered."

Rex

  • Mensagens: 967
Em relação ao FR24 como alguns já referiram, o sinal ADS-B pode perder-se por falta de cobertura (vemos isso regularmente, até aqui em PT), ou pode mesmo ser desligado. O FR24 diz que a zona tem boa cobertura, pelo que o mais provável é que o avião tivesse deixado de emitir o sinal. Mas chegados aí, podem ser inúmeras as razões para isso. Desde uma falha técnica grave nas comunicações e/ou outras, ou mesmo o sistema ter sido desligado, acidental, ou intencionalmente, voluntária ou coercivamente.

Hoje chegou um novo dado, os militares dizem que apanharam o avião no radar, completamente fora de rota, a voar para Oeste, com o último registo a ser no estreito de Malaca, o que veio baralhar isto ainda mais. Começo por estranhar só agora aparecer essa importante informação, mas como não percebo muito disso, dou o benefício da dúvida, há quem diga que deve ter sido uma análise de dados à posteriori, e que leva tempo, mas também há quem diga que os militares podem ter escondido a informação porque não detectaram a situação quando ocorreu, passível de intervenção (avião sem identificação, a voar fora de rota).

A ser verdade este novo dado, diz-nos pelo menos que o avião não sofreu uma falha catastrófica quando deixou de emitir ADS-B, ainda voou umas centenas de kms para Oeste. Cada vez mais confuso isto... Oficialmente também não houve mensagens ACARS automáticas, embora possam estar a ser escondidas, não sabemos.

Entretanto a DigitalGlobe usou os seus satélites para fotografar o Golfo da Tailândia em alta resolução no Domingo passado. Qualquer pessoa pode ajudar a procurar o avião no site: http://www.tomnod.com/
Embora com as notícias de hoje, se calhar o avião não caiu no Golfo. E parece improvável também ter caído no estreito de Malaca, é uma zona onde passam milhares de navios e embarcações a toda a hora.
« Última modificação: 11 de Março 2014, 17:00:55 por Rex »


FilipeMMM

  • Mensagens: 9
Exato, todos os radares de ATC dizem que de facto o MH370 tentou dar a volta mas ele prefere acreditar que faz parte da Rita, não tinha ideia que um giro de pelo menos 40º fosse parte da rota mas ele prefere-se acreditar num serviço não oficial.
Que hei de eu fazer?
Enfim, sem comentários, acho que já foi tudo dito.
Enquanto certos membros continuarem a participar neste tópico eu não vou dar a minha opinião, vou-me manter pelo Facebook, já que lá a discussão tem sido bastante interessante, neste tópico já se viu que pouco ou nada se aprende...

Caro CS-TOD, subscrevo tudo o que escreveu e assino por baixo.
Desde já apresento as minhas desculpas, por uma resposta que dei e posteriormente retirei do forum, mas não era para si.
Apenas por laspo citei um post seu.
Em minha opinião voçê é uma mais valia para este forum.
Cumprimentos
« Última modificação: 11 de Março 2014, 17:57:41 por FilipeMMM »


ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog

Isto cheira-me a contra-informação.
A razão é simples.
Os telemoveís estão sempre registados numa antena/celula, quando passam para outra existe o chamado hand-over.
Como tal, as operadoras de telemoveís sabem, a todo o instante, qual a zona onde esses telemoveís estão (dentro do raio de cobertura da antena/celula em causa).
Assim sendo, se isto fosse verdade, tecnicamente falando, num abrir e fechar de olhos já se saberia em que zona estavam esses telemoveís.

My two cents.

Nos acidentes/tragédias nos primeiros tempos há sempre notícias, rumores, testemunhos e relatos estranhissimos, é uma coisa normal. Não sei se te recordas, mas no acidente do Air France 447 surgiram notícias de SMS enviados por passageiros para familiares a dizerem que os amavam, supostamente quando o avião sobrevoava Cabo Verde. Como sabemos, o avião nunca chegou a passar perto de Cabo Verde.
De qualquer forma, nestes dias tenho lido explicações lógicas para isso, tipo esta:

"Cellular phone systems first try to route a call to the last cell which was in contact with the phone. If this fails the system tries to locate the phone to other cells and then tries to divert to voicemail.
All of this searching takes time, during which a caller hearing silence would probably hang up before the call can be connected so the system returns a ringing tone to the caller. In most cases this is a successful strategy but it does mean that if the phone is not eventually found the caller is misled into believing that it is working OK but not being answered."




Um mito que corre é que em cruzeiro não se apnaha rede. Eu já recebi um sms (tinha-me esquecido de desligar o tlm) mesmo antes de iniciar a descida para TLS, num E145 da PGA.

E ao fazer DOH-LHR (tinha-me esquecido de desligar o tlm)  o meu tlm registou-se numa rede da Bulgária e apanhei um daqueles sms a dar boas vindas e preços de roaming.

ruialves

  • Moderador
  • Mensagens: 737
Nos acidentes/tragédias nos primeiros tempos há sempre notícias, rumores, testemunhos e relatos estranhissimos, é uma coisa normal. Não sei se te recordas, mas no acidente do Air France 447 surgiram notícias de SMS enviados por passageiros para familiares a dizerem que os amavam, supostamente quando o avião sobrevoava Cabo Verde. Como sabemos, o avião nunca chegou a passar perto de Cabo Verde.
De qualquer forma, nestes dias tenho lido explicações lógicas para isso, tipo esta:

"Cellular phone systems first try to route a call to the last cell which was in contact with the phone. If this fails the system tries to locate the phone to other cells and then tries to divert to voicemail.
All of this searching takes time, during which a caller hearing silence would probably hang up before the call can be connected so the system returns a ringing tone to the caller. In most cases this is a successful strategy but it does mean that if the phone is not eventually found the caller is misled into believing that it is working OK but not being answered."


Que há um tempo de "vazio" isso faz sentido.
O que não me soa bem é esta parte "the system returns a ringing tone to the caller".
Apesar de ter formação básica de telecomunicações aquando da minha licenciatura, não posso falar com 100% de certeza,
até porque existem vários sub-sistemas de telemoveis (podem ver mais info aqui).
O que sei é que das vezes que me aconteceu em Portugal, com rede GSM, pela TMN, foi um periodo de espera que
corresponde a essa fase de
1) verificar qual a antena/celula onde o telemovel esteve registado pela ultima vez
2) tentar estabelecer ligação
3) time-out e vai para o atendedor (que na verdade é um servidor de gravação de voz gerido e mantido pela operadora)
nunca obtive esse ringing tone.
--
Cmps,
Rui Alves


calhau69

  • Mensagens: 60

ruialves

  • Moderador
  • Mensagens: 737
--
Cmps,
Rui Alves


ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog
Aqui fica mais uma noticia interessante sobre o assunto.

http://www.publico.pt/mundo/noticia/empresa-norteamericana-desafia-utilizadores-da-internet-a-procurarem-aviao-desaparecido-1627944

Crowdsourcing a bombar!
Inteligentes...

Acto de publicidade puro, há imenso SW que o faria automaticamente, fazemos serviços aqui na empresa desse tipo. Exo: o ENVI.
E no caso de ser póssível. A resolução máxima dos satélites ópticos deles é na ordem dos 30cm. Uma mala a boiar seriam 2/3 píxeis.




cruzov

  • Administrador
  • Mensagens: 457
Deixo o update diário do Aviation Herald:

Citação
Early Mar 12th 2014 the commander of Malaysia's Air Force stated, he did not make statements about the aircraft being tracked across Malaysia into the Strait of Malacca. The Air Force does not discount the possibility of an air turn back however, as stated in a press conference on Mar 9th 2014.

On Mar 12th 2014 Vietnam's Search and Rescue Control Center reported that analysis of satellite images of Vietnams coastal regions, capable of showing objects sized 2.5 meters by 2.5 meters, did not detect any signs of the aircraft. Around noon the Control Center reported, that the search operation continues in full like the days before based on official information from Malaysia that the aircraft has not been tracked in the Strait of Malacca. 9 Vietnamese aircraft and 9 Vietname ships plus 14 foreign aircraft and 22 foreign ships are searching Vietnamese waters.

On Mar 12th 2014 officials of Malaysia's Civil Aviation Authority talking to families of occupants of MH-370 in Beijing reported that the aircraft was just in the process of being handed off to Vietnam, the last radio transmission heard from the aircraft was "Okay, good night". The crew did not report on Vietnam's frequency anymore. About three minutes later Vietnam's control center noticed that the aircraft had disappeared from radar and had not reported on his frequency. There had been no emergency or distress calls on any means of communication, although radio coverage of the area is generally good. Malaysia's CAA officials stressed, that they do not have any indication that the aircraft may have turned back or deviated from the planned route. The aircraft "suddenly disappeared". So far the aircraft has not been found although a total of 1788 ships are participating in the search for the aircraft.

Editorial note on Mar 12th 2014: On Mar 10th Malaysia expanded the search area into the Strait of Malacca assigning substantial forces to that large search area (much larger than the search area in the Gulf of Thailand with a radius of 100nm around the last known secondary radar position east of Malaysia). It remains unclear why this has been done given the Mar 12th denials of reports of Mar 11th that the aircraft may have been tracked by primary radar into the Strait of Malacca explaining that widened search. It also remains unclear why on Mar 12th the search is now moving northwest into the Andaman Sea west of Malaysia, especially when there are/were no indications of the aircraft turning back as Malaysia officials told families in Beijing on Mar 12th.

kruzovsky

  • Administrador
  • Mensagens: 224

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog
Aparentemente nada se encontrou nessa zona.

Agora anda este boato na moda:

Citação
The Wall Street Journal, meanwhile, reported that U.S. investigators suspect the plane flew on for four hours once it lost contact with air traffic controllers, based on data from the plane's engines that are automatically downloaded and transmitted to the ground as part of routine maintenance programs.
http://www.cbc.ca/news/world/malaysia-flight-mh370-hunt-jet-may-have-flown-4-hours-without-contact-1.2570313

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
175 Respostas
32721 Visualizações
Última mensagem 12 de Julho 2017, 10:13:23
por lockheed
4 Respostas
890 Visualizações
Última mensagem 08 de Setembro 2015, 18:33:00
por MarcoM
3 Respostas
1146 Visualizações
Última mensagem 26 de Fevereiro 2016, 15:56:21
por Spak
152 Respostas
18220 Visualizações
Última mensagem 15 de Dezembro 2016, 17:04:43
por LXwing
11 Respostas
1273 Visualizações
Última mensagem 08 de Agosto 2016, 14:15:50
por Larkhe

Total 103+0=103 ms, db 0 ms, php 103 ms