lynx95

  • Mensagens: 259
Boas,

No Jornal expresso:

Regra foi aplicada depois do acidente da Germanwings, detida precisamente pela Lufthansa, no qual um piloto despenhou intencionalmente um avião nos Alpes.
Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa opõem-se à obrigatoriedade de ter sempre dois membros da tripulação na cabine, segundo um comunicado divulgado esta segunda-feira pelo sindicato de pilotos Cockpit, citado pela agência France Presse (AFP).

Numa resposta detalhada às recomendações da Agência Europeia de Segurança Aérea (AESA), o sindicato critica ainda a proposta de submeter os pilotos, sem aviso prévio, a análises ao sangue por drogas e álcool.

Incumbida pela Comissão Europeia, a AESA publicou em julho um relatório com recomendações de segurança com o objetivo de evitar as circunstâncias que permitiram ao copiloto da companhia Germanwings Andreas Lubitz despenhar propositadamente contra os Alpes franceses o avião que pilotava em março, matando 150 pessoas.

O sindicato, que representa os pilotos de todas as companhias do grupo Lufthansa (Lufthansa, Germanwings, Swiss Airlines e Austrian Airlines), concorda com as sugestões que preveem melhores avaliações psicológicas aos pilotos.

"A criação de uma rede de apoio aos pilotos com dificuldades é uma evolução positiva", refere o comunicado do sindicato, que cita o seu porta-voz, Markus Wahl. "Só desta forma podemos garantir que os afetados [por problemas psicológicos] deixem de esconder os seus problemas e procurem ajuda", acrescenta o documento.

Por outro lado, a organização discorda da obrigatoriedade da presença a todo o momento de um segundo membro da tripulação na cabine, preconizada pela AESA e aplicada voluntariamente por várias companhias europeias após o acidente de março.

O sindicato denuncia também as análises ao sangue sem aviso prévio desejadas pela AESA, uma vez que estas "colocam 'a priori' suspeitas nos pilotos", e por nenhum estudo ter estabelecido relação entre o uso de drogas ou álcool e o acidente de março.

Estas recomendações, que Bruxelas poderá tornar obrigatórias, "não remediam de nenhum modo o problema, e poderão mesmo revelar-se contraproducentes", defende o porta-voz, avisando que a regra de uma segunda pessoa na cabine comporta "riscos" que não justificam os ganhos de segurança.

Segundo o sindicato, a regra não impede um ato premeditado como o de Andreas Lubitz, pois um cenário em que a segunda pessoa é cúmplice não pode ser excluído.

A presença de um segundo membro da tripulação aumenta ainda a previsibilidade da abertura da porta blindada da cabine durante o voo, e as companhias aéreas não têm cumprido a promessa de aumentar o número de tripulação de bordo necessária para pôr em prática a medida, defende a organização.

O sindicato insiste ainda na preservação do segredo médico, face à proposta da AESA da criação de uma base de dados europeia de partilha das informações médicas dos pilotos.

http://expresso.sapo.pt/internacional/2015-08-10-Pilotos-da-Lufthansa-opoem-se-a-regra-de-duas-pessoas-na-cabine

Rodrigo

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1333
    • Aviation Blog
Devo dizer que concordo, seria mais uma medida sem visão.
1 - O F/O podia ter neutralizado o Cte de várias maneiras, agressão física, drogar o café, etc. Esta foi a mais fácil.
2 - Se o perigo é um dos 2 PNT, imaginem o que é ter 5 ou 20 PNC com acesso ao cockpit só com 1 lá dentro, que podem trazer facas e garfos do serviço
3 - Se um PNC estiver no cockpit, isso quer dizer que não esta a fazer serviço de bordo, nem vendas, etc. Cria-se mais um problema, sem estar a resolver o inicial.

A cultura do medo assusta-me.

Concordo com quase todas as medidas antiterrorismo, é um fenómeno com escala, mas aqui não. Existe meia dúzia de casos na história da aviação.

Jetstream

  • Mensagens: 861
Devo dizer que concordo, seria mais uma medida sem visão.
1 - O F/O podia ter neutralizado o Cte de várias maneiras, agressão física, drogar o café, etc. Esta foi a mais fácil.
2 - Se o perigo é um dos 2 PNT, imaginem o que é ter 5 ou 20 PNC com acesso ao cockpit só com 1 lá dentro, que podem trazer facas e garfos do serviço
3 - Se um PNC estiver no cockpit, isso quer dizer que não esta a fazer serviço de bordo, nem vendas, etc. Cria-se mais um problema, sem estar a resolver o inicial.

A cultura do medo assusta-me.

Concordo com quase todas as medidas antiterrorismo, é um fenómeno com escala, mas aqui não. Existe meia dúzia de casos na história da aviação.

Caro CFTO

Também concordo que esta medida foi apenas "areia para os olhos" para a opinião pública!

Em qualquer vôo o PNC tem sempre acesso ao cockpit...sempre teve,sempre terá!! ;)

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
1 Respostas
746 Visualizações
Última mensagem 23 de Junho 2014, 11:43:32
por acchaves
2 Respostas
2049 Visualizações
Última mensagem 24 de Julho 2014, 00:37:40
por tareias77
1 Respostas
944 Visualizações
Última mensagem 13 de Janeiro 2015, 09:27:05
por lockheed
2 Respostas
852 Visualizações
Última mensagem 03 de Maio 2015, 23:52:17
por david1990
0 Respostas
1071 Visualizações
Última mensagem 11 de Outubro 2018, 15:42:21
por jopeg

Total 77+0=77 ms, db 0 ms, php 77 ms