Votação

Qual será o futuro da PGA a partir de 2017?

Fusão com a TAP (remodelacao de frota com que aeronaves?)
16 (23.9%)
Permanece PGA com remodelacao da frota (quais as aeronaves?)
21 (31.3%)
Permanece PGA com a mesma frota
4 (6%)
Passa a denominar-se TAP regional com remodelacao de aeronaves (quais?)
24 (35.8%)
Outra (qual?)
2 (3%)

Votos totais: 66

Votação encerrada: 25 de Novembro 2015, 18:15:24

superpiloto

  • Mensagens: 486
Abri este tópico para iniciar uma votação que outro membro do fórum no tópico Frota PGA Portugalia sugeriu.
« Última modificação: 12 de Agosto 2015, 17:09:59 por superpiloto »


VNE

  • Mensagens: 1046
É uma decisão difícil, a distância de Portugal em relação ao mercado europeu concede à Portugália um papel pouco mais que peninsular, quando muito irá até cidades secundárias em França.

Assim sendo, vai depender da determinação do Governo Brasileiro e da importância que tiver uma encomenda de aviões Embraer, ou seja, se a TAP tiver boas condições financeiras do BNDES/Governo Brasileiro a frota vai mesmo ser Embraer e a Portugáia mantém-se mais ou menos com o mesmo modelo.

Se não houver "negócio" de aviões, o mais normal é a integração com a TAP, com redução significativa na rede regional.

Spak

  • Mensagens: 5519
O americano-brasileiro é que sabe, eu espero que a PGA seja mantida com frota própria (e nova, já agora).

HenriqueP

  • Mensagens: 674
Mais importante que avioeos, que novas rotas o mais importante é clarificar e definir uma linha de crescimento para a PGA.

Clarificar se o Staff se junta ou nao a TAP.

Como esta, esta em auto-gestao, sem rumo, e sem sentido.

E nao devia ser para 2017, devia ser para ontem. Mas sendo realista que a compra da TAP por este consorcio, traga o rumo para a PGA.

Alex

  • Banido do fórum
  • Mensagens: 1256
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Spak

  • Mensagens: 5519
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Por "sanar" entendes fechar a porta ou recuperá-la?

berto_opo

  • Mensagens: 531
Acho que a marca "Portugalia" deve desaparecer ou então desaparece mesmo. Pode dar lugar a uma TAP Regional" ou então a uma "TAP Regional operated by Portugalia", algo deste género ou até mesmo, uma "TAP Express".

Quanto ao à frota, vai ser Embraer aqui, acho que não há dúvidas. Fala-se em E190 se não estou errado. Já agora, e os CRJ, não seriam também uma hipótese a equacionar?? Ou quererão mesmo Embraer??

Entretanto, parece que deve haver Embraer's para leasing disponíveis. Parece haver... http://www.eccleasing.com/Pages/default.aspx
Abraço,
Berto_opo (Alberto)

tareias77

  • Mensagens: 4676
TAP Regional "operada por Portugalia", com frota Embraer 175/190. 
Berto, o Embraer tem uma cabine mais espaçosa do que o CRJ 900, tendo na minha opinião, uma cabine mais confortável.

Jorge78

  • Moderador
  • Mensagens: 2373
Ao haver integração na TAP vai haver problemas por causa das antiguidades e diferenças de ordenados, além que ainda existe o acordo de empresa que terá que ser negociado para isso poder acontecer.

Em relação à frota, sendo integrada na TAP não estou a ver alguns destinos ser viáveis com A319... se os operados em F100 tenho dúvidas, os operados em ERJ145 seriam todos inviáveis... não estou a ver a TAP a incluir outros aviões não Airbus na frota.

A ideia de manter a PGA com pintura TAP "operado por PGA" é a que mais me agrada.

Para as rotas com menos pax, a alternativa ATR aos ERJ145 pode fazer sentido para percursos mais curtos... embora o meu turboprop favorito seja o Q400NG, tanto pelo conforto como pela velocidade.

Uma coisa é certa, a situação da PGA tem que ser resolvida o mais rápido possível!

Carnim

  • Mensagens: 873
Realmente os Embraer parece uma solução mais poupada comparativamente com o A319 dado que compras 2 pelo preço de um LOl.

Jefs

  • Mensagens: 81
Os Embraer são quase que a única solução dado o investidor... Não esquecer que Embraer já tem um avultado investimento em Portugal e isso pesa bastante.

Sobre o nome, TAP Express fica bem... gosto bastante!

Nas rotas é reforçar aeroportos médios para alimentar as rotas de África, América do Sul e posteriormente América do Norte! Apenas com uma escala é possível chegar a 10/12 destinos na América do Sul e mais tarde a 8 (?) na América do Norte além dos de África.

Embora seja difícil, gostaria de ver a PGA mais presente no Porto, mas com as LCC...

Alex

  • Banido do fórum
  • Mensagens: 1256
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Por "sanar" entendes fechar a porta ou recuperá-la?

Integrar na TAP, algo que deveria ter sido acautelado em 2006.
A PGA opera voos caros, em troca de um serviço paupérrimo, hoje bandeira LCC.

tareias77

  • Mensagens: 4676
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Por "sanar" entendes fechar a porta ou recuperá-la?

Integrar na TAP, algo que deveria ter sido acautelado em 2006.
A PGA opera voos caros, em troca de um serviço paupérrimo, hoje bandeira LCC.

Paupérrimo? Não estás a ser exagerado?
Que os F100 estejam a precisar de reforma, ok, mas daí até ao "paupérrimo"...
 ???
« Última modificação: 12 de Agosto 2015, 13:42:31 por tareias77 »


Spak

  • Mensagens: 5519
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Por "sanar" entendes fechar a porta ou recuperá-la?

Integrar na TAP, algo que deveria ter sido acautelado em 2006.
A PGA opera voos caros, em troca de um serviço paupérrimo, hoje bandeira LCC.

Mas isso, e já foi cá falado, vai implicar negociatas e afins com os pilotos e pessoal de bordo a querer fazer valer os seus direitos. E o novo patrão vai certamente querer fazer as coisas à maneira dele. Tough call, digo eu.

tareias77

  • Mensagens: 4676
No estado em que a PGA está é urgente sanar já.

Por "sanar" entendes fechar a porta ou recuperá-la?

Integrar na TAP, algo que deveria ter sido acautelado em 2006.
A PGA opera voos caros, em troca de um serviço paupérrimo, hoje bandeira LCC.

Mas isso, e já foi cá falado, vai implicar negociatas e afins com os pilotos e pessoal de bordo a querer fazer valer os seus direitos. E o novo patrão vai certamente querer fazer as coisas à maneira dele. Tough call, digo eu.

Pois, o mais fácil neste momento é manter a PGA como subsidiária e continuar a operando com a marca TAP Regional, a exemplo do que se passa com a Eurowings. Evitam-se complicações com os pessoal.
« Última modificação: 12 de Agosto 2015, 14:29:03 por tareias77 »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
443 Visualizações
Última mensagem 13 de Outubro 2014, 12:47:30
por ruialves
1 Respostas
576 Visualizações
Última mensagem 12 de Maio 2015, 23:35:25
por Spak
2 Respostas
1373 Visualizações
Última mensagem 07 de Janeiro 2016, 22:29:22
por lrad
39 Respostas
2580 Visualizações
Última mensagem 27 de Setembro 2018, 21:57:17
por Tomás Ribeiro
12 Respostas
1802 Visualizações
Última mensagem 21 de Setembro 2018, 19:41:29
por brunodias

Total 100+0=100 ms, db 0 ms, php 100 ms