GoncaloRibas

  • Mensagens: 1427

toto1100

  • Mensagens: 6246
O primeiro voo comercial do MAX é hoje, no Brasil.

Edit: E ja voa: https://www.flightradar24.com/GLO4104/26430f63
« Última modificação: 09 de Dezembro 2020, 12:11:40 por toto1100 »


GoncaloRibas

  • Mensagens: 1427

CS-TUK

  • Mensagens: 348
Bruno deve ser complicado encontrar financiamento... A FR tem mas as outras devem ter o serviço da dívida já esticado...

Mas sim para quem pode é a melhor altura, não só em encomendas novas... As empresas de leasing devem ter listas de gente a querer devolver aparelhos a cheirar a novo...

No fundo é um pouco isso...

Para já alguns destes 75 novos para a FR vêem a custo zero pois farão parte do pacote compensatório que a B terá de lhe proporcionar pelos atrasos nos anteriores... E os restantes trazem como diz um "descontão"!... Por muito que eu não goste da FR... Mas, o que a B fez não foi uma simples falha conjuntural que levou a uns mesitos de atraso numas entregas... Foi bem pior. E isso terá de ser muito bem compensado!...

Mas, que não nos iludamos: Estes aviões virão para substituir outros aviões e não para crescimento de frota. Mesmo uma FR terá de se optimizar no pós Covidico!... Enfim: Muitas irão querer despachar-se de aviões ainda a cheirar a novo... E mesmo a FR vai querer despachar muitos ainda semi-novos...

Tal como na indústria dos cruzeiros começamos a ver navios de 20-25 anos (para quem não tenha sensibilidade para essas coisas... Equivale a um avião de 10-12 anos; ie, semi-novos) a irem para "latas de cerveja", também antevejo que na Indústria aeronáutica, infelizmente, vamos começar a ver aviões de 10-12 anos a irem para "latas de cerveja"... Porque provavelmente não vai haver espaço para todos... E não estou só a falar do A380...

...E; sim... Para quem puder, esta é a hora! Para novos e semi-novos!...

Franmed

  • Mensagens: 1714
Bruno deve ser complicado encontrar financiamento... A FR tem mas as outras devem ter o serviço da dívida já esticado...

Mas sim para quem pode é a melhor altura, não só em encomendas novas... As empresas de leasing devem ter listas de gente a querer devolver aparelhos a cheirar a novo...

No fundo é um pouco isso...

Para já alguns destes 75 novos para a FR vêem a custo zero pois farão parte do pacote compensatório que a B terá de lhe proporcionar pelos atrasos nos anteriores... E os restantes trazem como diz um "descontão"!... Por muito que eu não goste da FR... Mas, o que a B fez não foi uma simples falha conjuntural que levou a uns mesitos de atraso numas entregas... Foi bem pior. E isso terá de ser muito bem compensado!...

Mas, que não nos iludamos: Estes aviões virão para substituir outros aviões e não para crescimento de frota. Mesmo uma FR terá de se optimizar no pós Covidico!... Enfim: Muitas irão querer despachar-se de aviões ainda a cheirar a novo... E mesmo a FR vai querer despachar muitos ainda semi-novos...

Tal como na indústria dos cruzeiros começamos a ver navios de 20-25 anos (para quem não tenha sensibilidade para essas coisas... Equivale a um avião de 10-12 anos; ie, semi-novos) a irem para "latas de cerveja", também antevejo que na Indústria aeronáutica, infelizmente, vamos começar a ver aviões de 10-12 anos a irem para "latas de cerveja"... Porque provavelmente não vai haver espaço para todos... E não estou só a falar do A380...

...E; sim... Para quem puder, esta é a hora! Para novos e semi-novos!...

Isso não corresponde à verdade....

A intenção da Ryanair é aumentar significativamente a sua frota

Aliás se assim não fosse não teria nenhuma lógica comprar aviões novos, quando existem muitos B737 por aí certamente com preços baixos de leasing

CS-TUK

  • Mensagens: 348
Caro Franmed: Esqueça o marketing do dia-a-dia do O'Leary... Estes novos aviões levam mais passageiros que os antigos. Poucos mais, mas mais, e ainda por cima vêem quase a custo zero!... Só por aí há ganho de rentabilidade... O mercado nos próximos 5-10 anos não vai voltar a ser o que era... E eles vão adaptar-se. Melhor que os outros? Talvez porque têm capacidade para isso... Mas, vão adaptar-se com certeza!...
« Última modificação: 11 de Dezembro 2020, 15:54:45 por CS-TUK »


Franmed

  • Mensagens: 1714
Caro Franmed: Esqueça o marketing do dia-a-dia do O'Leary... Estes novos aviões levam mais passageiros que os antigos. Poucos mais, mas mais, e ainda por cima vêem quase a custo zero!... Só por aí há ganho de rentabilidade... O mercado nos próximos 5-10 anos não vai voltar a ser o que era... E eles vão adaptar-se. Melhor que os outros? Talvez porque têm capacidade para isso... Mas, vão adaptar-se com certeza!...

Mercado daqui a 5 anos ?

Em 2022 isto já estará a bombar...a Ryanair vai aproveitar ao máximo os incentivos que certamente os aeroportos e governos vão desenvolver...aliás foi assim após 9/11.....

Portanto pensar que a Ryanair não vai aproveitar esta crise para crescer significativamente a sua frota e dar o golpe fatal em outras não me parece correcto

Aliás até já há rumores de uma fusão Easyjet/Wizzair....portanto veja lá a quantidade de mercados que vão ficar disponíveis para a Ryanair
« Última modificação: 11 de Dezembro 2020, 16:14:36 por Franmed »


nunopinheiro

  • Mensagens: 6698
CS-TUK não discordando, mas os barcos tem tambem o fator do valor da sucata de "ferro" estar elevada, fruto do consumo louco da china...

Franmed, Nem a TAP tem bolsos infinitos nem a Ryanair tem... de nada serve ter oferta a mais, tirando diluir os seus próprios proveitos.

e trocar aparelhos novos de fabrica por aparelhos com 10 anos é negocio normal para a FR... novos tem menos custos de manutenção, isto para não falar no combustível...
« Última modificação: 11 de Dezembro 2020, 16:50:46 por nunopinheiro »


CS-TUK

  • Mensagens: 348
Plenamente de acordo, caro Nuno!

Nos barcos foi mesmo a previsão de que isto vai demorar muito a resolver que levou às vendas. Quase todos os dias lá vai mais um para a guilhotina...

Nos aviões é diferente... Mas, há tendências. Na Europa a ferrovia vai substituir boa parte do médio curso nos próximos 20 anos, tirando em Portugal, possivelmente Grécia, entre outros. Por outro lado, as soluções de videoconferência vão (já estão...) a substituir muitas das viagens de negócios... Eu diria que tudo vai andar em torno de aparelhos mais pequenos e mais eficientes.

Em 2040 calculo que uma frota padrão de uma companhia de aviação das grandes será qualquer coisa do género.

Médio curso: A220/E190-E195.
Longo curso - A321LR-A321XLR-Possível A322/B737MAX9-possível B797.
Ultra-longo Curso: Algo na casa de um B787/A330 muito optimizado.

Creio que a FR só encomendou estes por conveniência temporal. Vêem quase a custo zero e ainda permitem ganhar a montante e a jusante. O que não vão faltar são B737 de 10 anos no mercado dentro de não muito tempo...

Jorge78

  • Mensagens: 2925
Como é possível alguém fazer uma previsão para a 2040 com modelos que nem sabemos se vão existir nessa altura (daqui a 20 anos) ...
Tudo bem que o fórum serve para mandar bitaites para o ar, mas não vale a pena cair no ridículo.

CS-TUK

  • Mensagens: 348
Como é possível alguém fazer uma previsão para a 2040 com modelos que nem sabemos se vão existir nessa altura (daqui a 20 anos) ...
Tudo bem que o fórum serve para mandar bitaites para o ar, mas não vale a pena cair no ridículo.

Talvez um pouco de sonho... Misturado com um pouco de análise de mercados. Algo em que, pelo menos nos sítios onde se pensa, já estejam desde há muito a fazer.

Diria que não me importo de se pensar os próximos 5 anos... Mas, prefiro ver as coisas no mais longe. Pelos vistos estarei sozinho...

...Mas, concedo que talvez seja ainda um pouco cedo para alguns cenários!...

TAP153

  • Mensagens: 1619
Citação

Alaska Airlines Boosts 737 MAX Orders and Options to 120 Jets

- 'Transformative' agreement gives leading U.S. airline scale and flexibility to grow as traffic returns

- Alaska says new order is a move toward a more efficient, all-Boeing mainline fleet


SEATTLE, Dec. 22, 2020 /PRNewswire/ -- Boeing [NYSE: BA] and Alaska Airlines announced that the carrier is buying 23 more 737-9 airplanes, building on its original order and an agreement last month to acquire new 737-9s through lease. The new deal brings Alaska Airlines' total 737 MAX orders and options to 120 airplanes, which will give the fifth largest U.S. carrier the scale, efficiency and flexibility to expand as air travel recovers.

"We are extremely proud to be announcing this transformative agreement with Boeing," said Brad Tilden, CEO of Alaska Air Group. "We believe in this airplane, we believe in our strong partnership with Boeing, and we believe in the future of Alaska Airlines and the incredible opportunities ahead as we climb our way out of this pandemic."

Alaska Airlines, a longtime Boeing 737 operator, placed an order for 32 737-9 jets in 2012 as part of its fleet modernization program. The 737-9 is a member of the 737 MAX family that is designed to offer more fuel efficiency, reliability and flexibility in the single-aisle airplane market. Last month, Alaska Airlines announced it is expanding its commitment to the 737 MAX program by leasing 13 new 737-9s while selling some A320 jets it had taken on through its acquisition of Virgin America.

The new agreement announced today will add 23 firm orders for the 737-9 and more options for future purchases. In all, Alaska will have 52 options which, if fully exercised, would take the carrier to as many as 120 737 MAX airplanes. The airline said the deal moves it toward a more efficient, all-Boeing mainline fleet that will "enhance the guest experience, improve operational performance and support the company's growth."

"We could not ask for a better partner than Boeing and we are delighted to be standing side by side with them as we work together to get our economy back on its feet," said Tilden.

Alaska Airlines and Boeing leaders announced the agreement during a signing ceremony at Boeing's delivery facility in Seattle, flanked by a new 737-9 that will be among the first such jets to be operated by Alaska Airlines. In observance of COVID-19 restrictions, both companies limited attendance at the event and addressed the pandemic that has severely affected air travel, expressing confidence in the fundamental strength of the industry and long-term passenger demand.

"Alaska Airlines has done a tremendous job of weathering the impacts from the COVID-19 pandemic, and is well positioned to return to its growth trajectory and strengthen its standing as one of the top U.S. airlines. With Alaska's industry-leading reputation for safety, sustainability and customer service, we are honored they have chosen to invest in their future with a significant purchase of additional Boeing 737 airplanes," said Stan Deal, president and CEO of Boeing Commercial Airplanes. "We are grateful for Alaska's trust and partnership. Our team is focused on delivering their first 737 MAX jets and helping ensure a safe and seamless entry into service."

Alaska Airlines says the 737 – equipped with new, more fuel-efficient engines and improved aerodynamics – will use 20% less fuel and reduce emissions by 20% per seat compared to airplanes it replaces. The airline will configure the jet with 178 seats in a three-class configuration. The plane can fly 3,550 nautical miles, about 600 miles more than its predecessor. This additional capability will allow airlines to offer new and more direct routes to passengers. Every airplane will feature the new Boeing Sky Interior, highlighted by modern sculpted sidewalls and window reveals, LED lighting that enhances the sense of spaciousness and larger pivoting overhead storage bins.

Learn more about Alaska's confidence in the safety and certification of the MAX at alaskaair.com/737MAX.

Total orders: 68 737 MAX Aircraft



Status
 
Announcement Date
 
Number of Aircraft
 
Existing Order
 
October 2012
 
32
 
Separate Lease Agreement
 
November 2020
 
13
 
New Order
 
December 2020
 
23
 

Total options: 52 737 MAX Aircraft



Status
 
Announcement Date
 
Number of Aircraft
 

Existing Order
 
October 2012
 
37
 

New Order
 
December 2020
 
15
 

About Boeing
 Boeing is the world's largest aerospace company and leading provider of commercial airplanes, defense, space and security systems, and global services. As a top U.S. exporter, the company supports commercial and government customers in more than 150 countries, leveraging the talents of a global supplier base. Building on a legacy of aerospace leadership, Boeing continues to lead in technology and innovation, deliver for its customers and invest in its people and future growth.

About Alaska Airlines
 Alaska Airlines and its regional partners serve more than 115 destinations across the United States and North America. The airline provides essential air service for our guests along with moving crucial cargo shipments, while emphasizing Next-Level Care. Alaska is known for low fares, award-winning customer service and sustainability efforts. Guests can earn and redeem miles on flights to more than 800 destinations worldwide with Alaska and its Global Partners. On March 31, 2021, Alaska will officially become a member of the oneworld global alliance. Learn more about Alaska at newsroom.alaskaair.com and blog.alaskaair.com. Alaska Airlines and Horizon Air are subsidiaries of Alaska Air Group (NYSE: ALK).


https://boeing.mediaroom.com/2020-12-22-Alaska-Airlines-Boosts-737-MAX-Orders-and-Options-to-120-Jets

toto1100

  • Mensagens: 6246
Boeing multada em 2.5 mil milhões de dólares por causa do MAX.

toto1100

  • Mensagens: 6246
A EASA re-certificou hoje o bicho. :)

AndreMP

  • Moderador
  • Mensagens: 1007
Mais de 60 MAX foram grounded devido a problemas no sistema elétrico:

Citação
What caused the latest electrical system problem that's grounded >60 MAXs?
A manufacturing switch from rivets to fasteners!

+ A newly reported 737 stabilizer trim motor defect

+ Why an American 737 MAX had to turn back to Miami on 3/29
(Stabilizer again)
Source: https://t.co/oxTVn4kZW5
« Última modificação: 10 de Abril 2021, 02:21:14 por AndreMP »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
881 Visualizações
Última mensagem 21 de Abril 2014, 12:38:28
por jopeg
2 Respostas
1513 Visualizações
Última mensagem 05 de Abril 2016, 00:10:08
por Nyctalus
2 Respostas
952 Visualizações
Última mensagem 28 de Janeiro 2020, 09:21:14
por toto1100
1 Respostas
940 Visualizações
Última mensagem 23 de Outubro 2018, 10:39:43
por nunopinheiro
23 Respostas
3659 Visualizações
Última mensagem 27 de Junho 2019, 08:44:18
por IL62M

Total 112+0=112 ms, db 0 ms, php 112 ms