toto1100

  • Mensagens: 5529
Acho que ja passamos da fase do "alegada". O que ainda nao se sabe é se a conversa toda foi ou nao divulgada. E a Boeing afirma que eles estavam a falar do simulador, nao do aviao em si: https://www.reuters.com/article/us-ethiopia-airline-boeing/boeing-expresses-regret-over-ex-pilots-737-max-messages-faults-simulator-idUSKBN1WZ0MA.

Byte Boador

  • Mensagens: 391
Referi alegada porque recebi esse texto sem referência à fonte.
Have no fear of perfection - you'll never reach it.

Salvador Dali

nunopinheiro

  • Mensagens: 6027
Citação
so I basically lied to the regulators (unknowingly)

o que esta a causar mais problemas é isto...

e sim era no simulador, mas a Boeing já sabia do forte efeito que o MCAS podia ter no comportamento do aparelho, e não informou os reguladores sobre este. (simplesmente por causa do tipo de certificação ser de um derivado e não de um novo aparelho)
« Última modificação: 22 de Outubro 2019, 12:16:50 por nunopinheiro »


toto1100

  • Mensagens: 5529
O CEO da divisao de avioes comerciais foi despedido.

toto1100

  • Mensagens: 5529
A EASA diz que espera que o MAX possa voavar a partir de Janeiro: https://www.reuters.com/article/us-boeing-737max-easa-idUSKBN1XE1U1

Spark

  • Mensagens: 5975
    • São 2 os veículos da internet nos dias de hoje: o hypetrain e o hatewagon. All aboard!!!
A EASA diz que espera que o MAX possa voavar a partir de Janeiro: https://www.reuters.com/article/us-boeing-737max-easa-idUSKBN1XE1U1

Isso é o quê? Uma feature nova?  ;D

toto1100

  • Mensagens: 5529
É o novo nome do MCAS.  :P

toto1100

  • Mensagens: 5529
Um tecnico da Transport Canada (a ANAC la do sitio) diz, num email, que a unica solucao para a Boeing é tirar de vez o MCAS do MAX: https://theaircurrent.com/aviation-safety/transport-canada-safety-official-urges-removal-of-mcas-from-737-max/
Notar duas coisas:
1. Isto nao é a posicao oficial da Transport Canada, so uma pessoa dentro da instituicao.
2. Reparar que ele fala em "number and degree of open issues we have" (verbo no presente), o que, a ser verdade, nao aparenta ser muito boas noticias para o MAX voltar a voar (o email é da semana passada, nao tem meses).

nunopinheiro

  • Mensagens: 6027
Uí mau muito mau... bem sem MCAS não há grandfathering, o aparelho seria um novo aparelho e tinha de ser completamente reavaliado como um novo. milhares de milhões de custo. os pilotos também teriam de passar por um bastante mais completo processo... em suma um pesadelo...

Honestamente acho que vai passar como esta, com as alterações já é bastante seguro. sim fizeram "!#!"#!" mas...
« Última modificação: 25 de Novembro 2019, 11:34:42 por nunopinheiro »


350XWB

  • Mensagens: 302
Voe quem quiser nessa lata com MCAS ou sem MCAS. Eu não voo.
A310, A319, A320, A320neo, A321, A321neo, A330-200, A330-300, A330-900neo, A340-300, A340-600, A350-900, A380, B737-200, B737-300, B737-800, B737-900, B757-200, B747-8i, CRJ200, CRJ900, CRJ1000, EMB145, EMB190, ATR72-500, ATR72-600

Spark

  • Mensagens: 5975
    • São 2 os veículos da internet nos dias de hoje: o hypetrain e o hatewagon. All aboard!!!
Parece, então, e mais uma vez, que metê-los todos no chão foi a melhor coisa que podia ter sido feita.

Menos mal.

nunopinheiro

  • Mensagens: 6027
Spark claro que foi e devia ter sido imediatamente com a Boeing e FAA a liderar o processo, e não o que tivemos, que foi o inverso delapidando o capital de confiança nas duas...
« Última modificação: 25 de Novembro 2019, 17:50:39 por nunopinheiro »


Carnim

  • Mensagens: 898
Infelizmente podemos ter uma situação onde 2 aviões cairam pelo mesmo motivo. O que poderia muito bem ser evitado.

toto1100

  • Mensagens: 5529
Mais novidades do MAX:
1. Potencial re-certificacao so em Janeiro.
2. Ha problemas nao idenficados com o processo de certificacao de versao de 200 passageiros do -8, que sera a versao que a Ryanair ira receber.

Daqui: https://theaircurrent.com/aviation-safety/boeing-737-max-re-certificaton-likely-to-slide-into-2020-ryanair-model-faces-new-design-issue/

Byte Boador

  • Mensagens: 391
Aviation Daily
Lessor SMBC Sees Boeing 737 MAX Operational Impact Lasting Into 2021

SMBC Aviation Capital CEO Peter Barrett believes the operational impact of the Boeing 737 MAX grounding could last into 2021, as airlines face the challenges of reintroducing a dormant fleet.

Barrett drew a clear distinction between the regulatory approvals required to get the MAX flying again versus airlines actually resuming MAX operations after such a prolonged grounding. The process is “not simple,” he told Aviation Daily in an interview.

“Our hope is that the aircraft will be upgraded [and approved] relatively soon, but even after that, there’s significant work [for airlines] to get the aircraft back in the air,” Barrett said. “It could be into 2021 before the situation begins to resolve itself properly ... Getting schedules back on track could take many months to sort out.”

The Dublin-based lessor had taken delivery of six MAXs and had 89 more on order when the type was grounded and deliveries halted in March after two fatal crashes. Beyond that, SMBC has a further 15 undelivered MAXs, secured via sale-and-leaseback agreements.

Barrett said SMBC has been communicating closely with Boeing. While the situation remains uncertain, for planning purposes SMBC is anticipating the MAX upgrades will be rolled out during the first quarter of 2020. He declined to comment on possible compensation from Boeing, saying SMBC’s primary focus is the MAX’s safe return to service. Commercial discussions will happen after that.

SMBC also has been affected by Airbus delivery delays, demonstrating how much pressure both major manufacturers are facing. “I do think, in general, the industry is pushing itself very hard. For the last number of years, that has led to production challenges. They need to focus on delivering what they said they’d deliver and when they said they’d deliver it. This is something that the manufacturers need to address,” Barrett said.

He believes the situation is different, however, when it comes to mature aircraft. Asked about the recent problems with some 737NGs, Barrett said: “This is important, but not unusual. Older aircraft suffer from different fatigue issues as they move into maturity.”

Barrett added that it is relatively common for defects to emerge during the later stages of an aircraft’s life and that this is managed by regulators as part of the normal course of business.

As of Sept. 30, SMBC’s portfolio comprised 717 owned, managed and committed aircraft, spanning 83 airline customers in 37 countries. The SMBC portfolio includes 237 owned aircraft, valued at $12.4 billion. The lessor is a narrowbody specialist, primarily taking on widebodies only through sale-and-leaseback agreements. The company also is pursuing a “new-technology” strategy, with latest-generation aircraft making up 42.2% of its portfolio.

In: https://aviationweek.com/commercial-aviation/lessor-smbc-sees-boeing-737-max-operational-impact-lasting-2021?utm_rid=CPEN1000003362963&utm_campaign=22302&utm_medium=email&elq2=91b32f7b075146f49f37825bcc43c0e7
Have no fear of perfection - you'll never reach it.

Salvador Dali

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
769 Visualizações
Última mensagem 21 de Abril 2014, 12:38:28
por jopeg
2 Respostas
1338 Visualizações
Última mensagem 05 de Abril 2016, 00:10:08
por Nyctalus
2 Respostas
759 Visualizações
Última mensagem 28 de Janeiro 2020, 09:21:14
por toto1100
1 Respostas
769 Visualizações
Última mensagem 23 de Outubro 2018, 10:39:43
por nunopinheiro
23 Respostas
3152 Visualizações
Última mensagem 27 de Junho 2019, 08:44:18
por IL62M

Total 103+0=103 ms, db 0 ms, php 103 ms