Igor

  • Mensagens: 38

nunopinheiro

  • Mensagens: 3910
??? essa noticia parece uma trapalhada de interpretação do senhor jornalista.

Citação
Fonte oficial do MPI, explicou ao Dinheiro Vivo que “esses 507 milhões de euros dizem respeito a obras de fundo no aeroporto Humberto Delgado, na Portela, mas só devem ocorrer depois de o aeroporto do Montijo abrir”. A obra implicará ainda a desativação da pista secundária da Portela.

ora como a desativação da pista é obrigatória para o que vimos desde o primeiro momento então....
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 11:46:39 por nunopinheiro »


pedferre

  • Mensagens: 369
Uma coisa que parece que todos se esquecem, também existem muitos portugueses na margem sul do tejo (Almada, Seixal, Barreiro, Montijo, Setúbal), porque se hão-de deslocar até à Portela se podem usar o aeroporto no Montijo, logo este aeroporto vai ter sempre algum movimento natural.

toto1100

  • Mensagens: 3605
??? essa noticia parece uma trapalhada de interpretação do senhor jornalista.

Citação
Fonte oficial do MPI, explicou ao Dinheiro Vivo que “esses 507 milhões de euros dizem respeito a obras de fundo no aeroporto Humberto Delgado, na Portela, mas só devem ocorrer depois de o aeroporto do Montijo abrir”. A obra implicará ainda a desativação da pista secundária da Portela.

ora como a desativação da pista é obrigatória para o que vimos desde o primeiro momento então....

Isso ja estava na noticia original do Publico:

Citação
No Plano Nacional de Investimentos 2030 – que o Governo vai levar a Conselho de Ministros na próxima quinta-feira e entregar no Parlamento no dia seguinte – está inscrita uma segunda fase da expansão do Aeroporto de Lisboa que, a partir de 2022, significará um investimento de 600 milhões de euros.

A parte da pista deve ser o jornalista que lhe deu uma luz.
Ou entao percebemos todos mal, e aquele video da ANA era num horizonte temporal muito mais alargado (nao digo que nao).
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 13:16:28 por toto1100 »


aviationlover

  • Mensagens: 982
@pedferre
Fogo e vocês a darem-lhe com a mesmo, por essas ordem de ideias abria-se um aeroporto por cada localidade, assim também queria um à porta da minha casa.
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 11:52:26 por aviationlover »


Bremem

  • Mensagens: 416
Só não percebo porque é que se o EIA está previsto sair no fim do primeiro trimestre não se esperou por essa altura para assinar o memorando de entendimento com a Vinci. É que Março é já ali!

Especulando :

1) Será porque ia no caminho do sim e é preciso dar um empurrãozinho ?
2) Será porque ia no caminho do não e é preciso  pressão e dar um empurrãozão ?
3) Será porque no fundo o que interessa é o VAL virar NAL ?
4) Ou será porque afinal nenhuma das anteriores é válida e tudo não passa de uma encenação para calar o assunto antes das eleições e depois logo se verá ?

Eu acho que o EIA vai ser aprovado com muitos remédios ( limitações ) a aplicar .
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 12:37:43 por Bremem »


nunopinheiro

  • Mensagens: 3910
Bremem acho que tirando meia dúzia de malucos dos aviões isto tem pouca importância para quem vota

Mesmo o impacto das inaugurações já não é bem o que era.

O pessoal agora é mais dinheiro no bolso para pagar as contas e ir o shopping gastar o resto.
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 12:50:50 por nunopinheiro »


Rafael6

  • Mensagens: 379
Só não percebo porque é que se o EIA está previsto sair no fim do primeiro trimestre não se esperou por essa altura para assinar o memorando de entendimento com a Vinci. É que Março é já ali!

Especulando :

1) Será porque ia no caminho do sim e é preciso dar um empurrãozinho ?
2) Será porque ia no caminho do não e é preciso  pressão e dar um empurrãozão ?
3) Será porque no fundo o que interessa é o VAL virar NAL ?
4) Ou será porque afinal nenhuma das anteriores é válida e tudo não passa de uma encenação para calar o assunto antes das eleições e depois logo se verá ?

Eu acho que o EIA vai ser aprovado com muitos remédios ( limitações ) a aplicar .

Eu fico-me pela 4

toto1100

  • Mensagens: 3605
Qual o interesse do governo em estar em calar um assunto sobre o qual estava toda a gente calada?

Bremem

  • Mensagens: 416

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 1524
Só tem tido atenção mediática quando há algum desenvolvimento. De resto não é um assunto muito falado pelo menos na minha opinião.
E concordo plenamente com o que disseram. As inaugurações já não rendem muitos votos o que é excelente neste caso, quanto menos eleitoralismo existir à volta desta questão melhor.

toto1100

  • Mensagens: 3605
Tirando no verão, quando os agentes de viagem se queixaram do impacto no turismo, quando foi a última vez que o aeroporto sequer foi noticia?

david1990

  • Mensagens: 786
  • Airbus A320 - Boeing 777 - Boeing 747
Sinceramente acho a situação atual muito culpa da TAP. A TAP saturou a Portela de uma maneira agressiva e esta situação atual deve-se muito a nossa própria companhia que, inteligentemente (e não inteligentemente ao mesmo tempo) forçou a passagem por Lisboa ao fechar em massa as suas rotas no Porto. É inteligente porque expandiu o seu HUB mas não é ao mesmo tempo porque o colocou numa situação de ruptura muito mais rapidamente (antes mesmo disto a Portela já estava "saturada")

Mas o que se prende aqui é mesmo a ideia do +1. Sinceramente, não acho que o Montijo seja uma ideia excelente (era ótimo se poder expandir a Portela no lugar) mas tal não me parece possível é protanto o Montijo é a opção mais viável, parece-me. O Montijo tem espaço, não acredito é que seja muito future proof mas a questão prende-se, fazem o quê? Em Alcochete é péssimo porque está a dezenas de KM da cidade e a ter opções no "Centro" é inviável. Não sei até que ponto construírem um de raiz seria bom.

toto1100

  • Mensagens: 3605
Sim, foi meia duzia de rotas do Porto, maioritariamente substituídas diretamente por outras companhias, que afetaram de forma significativa os numeros na Portela, um aeroporto com mais do dobro dos pax do Porto.

Hawks

  • Mensagens: 693
Passar de 100 movimentos de/para OPO para 220 movimentos OPO algum efeito há de ter tido. Mais o aumento de frequências noutras rotas tendo em conta também o fluxo de passageiros de OPO. Tal como o david1990, não considero esse efeito desprezável. E continuo a achar que a TAP ajudou a que a saturação ocorresse mais rapidamente.

Também considero que o novo aeroporto e o desafogar da Portela vai, a dada altura, servir mais os interesses da TAP no seu modelo de trazer passageiros dos EUA/Brasil para a Cochichina do que os interesses da cidade de Lisboa ou nacionais.
« Última modificação: 11 de Janeiro 2019, 19:44:24 por Hawks »


 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
177 Respostas
16336 Visualizações
Última mensagem 14 de Outubro 2015, 23:45:22
por Jorge78
0 Respostas
1578 Visualizações
Última mensagem 04 de Dezembro 2015, 13:59:39
por Mariovieira
27 Respostas
3431 Visualizações
Última mensagem 23 de Maio 2016, 21:08:54
por CS-TTV
0 Respostas
467 Visualizações
Última mensagem 11 de Fevereiro 2016, 18:37:55
por kruzovsky
73 Respostas
7223 Visualizações
Última mensagem 21 de Setembro 2016, 17:35:15
por nunopinheiro

Total 116+0=116 ms, db 0 ms, php 116 ms