Byte Boador

  • Mensagens: 268
Tenho algumas duvidas que esse Cte alguma vez tenha operado no aeroporto de HK para o poder estar a comparar...
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

Cebola

  • Mensagens: 366
Pode não ter aterrado em Hong Kong o que não quer dizer que a Madeira, com alguns "upgrades" em termos de equipamento não venha, efectivamente, a melhorar a sua operacionalidade.
É isto que o André quis dizer pois há que considerar as varias soluções para constatar qual ou quais as eficientes.
Claro está que estes upgrades deverão ser apontados pelo dito estudo. Estudo esse que teima a demorar...
Até lá teremos de aguadar pelo resultado e esperar que todas as soluções tenham sido equacionadas.

Byte Boador

  • Mensagens: 268
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

Hawks

  • Mensagens: 713
Acho que também não é por aí...La Palma movimenta menos de metade dos passageiros que a Madeira, e mais de 70% desse tráfego é gerado inter-ilhas com os turboprop. É natural que esse impacto "social" que falas seja muito menor.

Hum, não me parece.
Falamos da opinião de um cmd, outros pensam de forma diferente, até há quem ache que os limites são baixos
https://www.pprune.org/rumours-news/608274-wind-limits-funchal.html

São opiniões de pilotos reais ou pilotos de Flight Simulator? No pprune nunca se sabe... Temos tido opiniões a favor e contra de pilotos que dão a cara. Acho que não serve de muito ir buscar posts de "pilotos" que, entre outras coisas, dizem que o Porto Santo também é "puxadinho".

Hawks

  • Mensagens: 713
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso

Não são "opinion makers". São pilotos com experiência que foram consultados em comissões de inquérito oficiais. Assim como foi o Antonoaldo da TAP, que disse que a TAP não ia mexer nos limites. Mas apelidar de "opinion maker" o Comandante que tem mais aterragens no Funchal, quer em A320 quer em B737 (os modelos mais utilizados em LPMA), é um bocado forçado...
« Última modificação: 12 de Abril 2019, 14:22:22 por Hawks »


eascensao

  • Mensagens: 352
Preâmbulo
- fui controlador de tráfego aéreo na Torre de Controlo do Aeroporto do Funchal / Aproximação da Madeira durante 10 anos
- desde que aí deixei de exercer funções continuo a visitar a Ilha pelo menos 4x por ano


Os limites de vento no Aeroporto do Funchal existem 'desde sempre' e só mudou a atitude ou as regras de aplicação dos mesmos.
Tempos houve em que o Controlo de Tráfego Aéreo em coordenação com o Aeroporto colocava uma viatura do Serviço de Socorro na pista para inviabilizar a operação.
Tempos houve em que os limites eram avaliados no momento do início da aproximação e outro em que os limites eram avaliados também no momento da autorização de aterragem.
Discussões houve sobre a 'legalidade' de autorizar o início de uma aproximação e depois inviabilizar a sua conclusão não autorizando a aterragem.
Acordos tácitos, nunca escritos e muitas vezes nem sequer falados, existiram quando o controlador omitia o wind check na final se este estivesse marginalmente fora dos limites, para que não ficasse registado e o piloto percebia o que essa omissão queria dizer.
'Procedimentos' houve em que o controlador informava do vento e de que a pista estava livre mas não emitia a autorização de aterragem.
Tempos houve em que, por causa do vento, a TAP voava com o Boeing 737-200 em vez do 737-300 em dias de vento 'mais traiçoeiro', ou em que os MD82/83/87 aterravam e os outros não.

Certo é que nunca como no último ano houve tantos dias de inoperacionalidade do aeroporto por motivo de 'vento fora dos limites'.
Mas os testes efectuados, inclusive com a participação da Airbus, não sugeriram alteração dos actuais valores.

E sim, os limites publicados são mandatórios e não recomendação, pelo que a operação infringindo os valores é de reporte obrigatório e sujeita a eventual sanção por parte da autoridade aeronáutica.

Hawks

  • Mensagens: 713
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso


Quais são os limites mandatórios em vigor em Gibraltar?

Byte Boador

  • Mensagens: 268
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso

Não são "opinion makers". São pilotos com experiência que foram consultados em comissões de inquérito oficiais. Assim como foi o Antonoaldo da TAP, que disse que a TAP não ia mexer nos limites. Mas apelidar de "opinion maker" o Comandante que tem mais aterragens no Funchal, quer em A320 quer em B737 (os modelos mais utilizados em LPMA), é um bocado forçado...

Quando me refiro de opinion makers por acaso nem me estava a referir directamente ao Cte Timóteo. Mas também vir dizer que os limites deveriam deixar de existir, não abona muito a seu favor. Mas lá está, é a minha opinião... Posso estar redondamente enganado mas a ideia que tenho é que ele defendeu essa ideia publicamente após a reforma... Vale o que vale (sendo verdade)

O que o Eduardo referiu no seu post vai exactamente de encontro ao que eu referi sobre a ajuda que o ATC dá ao piloto.
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

Byte Boador

  • Mensagens: 268
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso


Quais são os limites mandatórios em vigor em Gibraltar?

Não existem! Apenas tens uma tabela que refere o efeito dos ventos de determinada direcção (bastante extensa em detalhe) e intensidade e as áreas com maior turbulência.
Mas já aterrei lá uma vez que parecia que o chumbo me saía dos dentes
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

Hawks

  • Mensagens: 713
Mas é isso a que me refiro; existem demasiados opinion makers que não têm a experiência necessária para emitir opiniões.
O "eu acho que deveria ser assim" vale muito pouco. Depois temos políticos que não são mais que papagaios a emitir opiniões de terceiros que saindo da boca dos mesmos, terá pouco impacto mas, saindo da boca de um P ou VP já terá outro valor.

Depois nem precisam de ir para o outro lado do mundo para fazer comparações; têm um exemplo bem mais próximo e igualmente desafiante que é o aeroporto de Gibraltar.
Tem dias que até mete a Madeira no bolso


Quais são os limites mandatórios em vigor em Gibraltar?

Não existem! Apenas tens uma tabela que refere o efeito dos ventos de determinada direcção (bastante extensa em detalhe) e intensidade e as áreas com maior turbulência.
Mas já aterrei lá uma vez que parecia que o chumbo me saía dos dentes

Então se Gibraltar é "igualmente desafiante" e "tem dias que mete a Madeira ao bolso", como você refere, então porquê que no caso da Madeira há limites impostos e no caso de Gibraltar há limites recomendados cabendo aos comandantes a tomada de decisão? Onde é que a história de "average joes" e "pressões comerciais" entra na equação da Madeira e que não entra na de Gibraltar? Basicamente, acho que essa questão que o Cmdt. Timóteo Costa coloca. Também não é dificil perceber porquê que expressou a opinião publicamente já na reforma, pois não?

Byte Boador

  • Mensagens: 268
Eu compreendo o porquê de só o ter feito depois de reformado mas não concordo que o tenha feito porque eventuais manipulações (ou tentativas de) da opinião pública e em especial do Governo Regional sobre hipotéticas alterações, não o vão afetar!
Se antes de falar, ouvisse a opinião da grande maioria dos colegas, ele saberia que o grosso está contra o levantamento dos limites!
Ainda bem que o Anac não foi na cantiga

O facto de Gibraltar não ter limites ou recomendações não faz com que eles estejam bem. Nós é que estamos bem
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

brunodias

  • Mensagens: 4375
Eu acho que consigo entender as 2 partes

A parte do aumentar é porque tem havido imensos cancelamentos, e secalhar as condições não parecem tão más mesmo que passem os limites de hoje

Depois temos o outro lado, aquele da segurança que tanto se fala até aqui no forum, e que neste caso o pessoal está a esquecer
E secalhar algumas companhias aereas iriam como diz o byte boador exercer alguma pressão nos pilotos que não tivessem cumprido a missão, ou seja aterrar, podemos dizer que isso não existe na aviação etc, mas............................

eascensao

  • Mensagens: 352
Os limites existem por, básicamente, duas questões :

1. Segurança da operação - foram estabelecidos atendendo à orografia e ao facto de a aproximação ser visual exigindo da tripulação uma constante observação das referências visuais;

2. Uniformidade de critérios - quando umas companhias operavam e outras não, não queiram saber o pandemónio que era em termos de segurança na aerogare.

Hawks

  • Mensagens: 713
O novo ministro das infraestruturas identificou o problema principal dos SSM: nível de fraude brutal, incentivos perversos e preços inflacionados por parte das agências de viagens.

Citação
O governante, que falava hoje na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, disse que a verba utilizada para a atribuição de subsídios sociais de mobilidade para os voos entre as regiões da Madeira e dos Açores "aumentou quatro vezes mais do que o que o tráfego justificaria".

 
Pedro Nuno Santos considera que o atual sistema tem "incentivos perversos" e propicia a fraudes e preços inflacionados por parte das agências de viagens, pelo que o executivo está a trabalhar numa solução de mobilidade que proteja os residentes das regiões autónomas.

"Não podemos ignorar. Em 2015 gastávamos 17 milhões de euros e em 2018 gastámos 75 milhões. Isto quando o tráfego só cresceu 12% em passageiros. O preço que estamos a financiar, coletivamente, aumentou quatro vezes mais do que o que o tráfego justificaria", disse o governante.

Questionado pelos deputados sobre o aumento dos preços das viagens, Pedro Nuno Santos lembrou que existem tetos máximos e que o Estado financia o remanescente, até ao limite de 400 euros no caso da Madeira.

"Agora não podemos subsidiar empresas num mercado liberalizado. Não podemos ligar para a TAP e dizer 'vocês vão baixar os preços para metade'", disse ainda o ministro, lembrando que existem regras comunitárias que limitam ou impedem a atribuição de subsídios em mercados concorrenciais e, por outro lado, é necessário perceber se os operadores privados mantêm o interesse em assegurar este serviço.

https://www.noticiasaominuto.com/economia/1280542/subsidios-a-voos-para-as-ilhas-governo-analisa-suspeitas-de-fraude

Abaixo fica um exemplo de uma agência de viagens que escolhi aleatoriamente.

« Última modificação: 02 de Julho 2019, 13:45:33 por Hawks »


Cebola

  • Mensagens: 366
Julgo que o problema poderá estar mais na venda ao balcão do que online.
Enquanto existir zonas cinzentas, haverá sempre "chicos espertos".
O grande problema reside por serem rotas com pouca concorrência dai os poucos operadores fazerem o que querem.
Sendo a Tap a única que tem a possibilidade de bilhetes corridos, boa parte da ocupação advém dai, logo a necessidade de ter tarifas baratas para ocupar baixa substancialmente.
Para alem disto, ainda existe o facto de não haver um sistema verdadeiramente eficaz, ou seja menos permissivo a fraudes, em termos de subsidio a residentes.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
6 Respostas
3384 Visualizações
Última mensagem 02 de Novembro 2017, 11:56:46
por ClearedForTakeOff
1 Respostas
1119 Visualizações
Última mensagem 08 de Março 2014, 18:43:39
por gmoreira
20 Respostas
4258 Visualizações
Última mensagem 27 de Setembro 2018, 22:21:06
por Hawks
0 Respostas
716 Visualizações
Última mensagem 04 de Março 2015, 13:06:13
por Mariovieira
181 Respostas
22402 Visualizações
Última mensagem 05 de Agosto 2017, 17:45:11
por Rafael6

Total 107+0=107 ms, db 0 ms, php 107 ms