Airliner

  • Mensagens: 943
Citação
TAP Portugal Teve O Melhor Mês De Outubro De Sempre
07/11/20161 CommentAviação Comercial, Destaques, Destaques 1 Pagina, Destaques Portugal, Notícias, Paises, Portugal, PortugalRedaccao1
De acordo com os dados de tráfego do último mês de Outubro, a TAP Portugal registou um aumento de 12,2 por cento no número de passageiros transportados em toda a sua rede geral comparativamente ao mês homólogo do ano passado, atingindo o total de 1.156.301 passageiros, mais 126.880 do que em Outubro de 2015.

Este é assim o melhor mês de Outubro de sempre para a companhia, com resultados excecionais para este período do ano, onde tradicionalmente se verifica uma diminuição da procura, destaca um comunicado de imprensa da companhia aérea portuguesa distribuída nesta segunda-feira, dia 7 de novembro, em Lisboa.

Também o aumento taxa de ocupação (load-factor) de 85,4 por cento em toda a rede, com uma subida de 4,8 pontos percentuais relativamente a igual período de 2015, é demonstrativo dos efeitos positivos de uma gestão eficaz da oferta e dos ajustes efetuados pela companhia no sentido de reforçar a capacidade nos mercados com maior procura.

O crescimento de 119 por cento nas rotas norte-americanas da TAP é um dos fortes contributos para os resultados de tráfego do mês de Outubro. A companhia é agora uma opção para os norte-americanos em viagem para a Europa e Portugal, um destino cada vez mais escolhido, com o produto ‘Stopover’ a contribuir significativamente para a divulgação  do País.

O mês de Outubro registou ainda um aumento de 18 por cento no número de passageiros transportados nas rotas africanas da TAP e de 6 por cento nas rotas europeias.

 

Crescimento de 18,5% no tráfego para as Regiões Autónomas

No mercado nacional, destaque para o crescimento de 18,5 por cento nas Regiões Autónomas e para o bom resultado da Ponte Aérea, que em Outubro registou um aumento de tráfego de 98 por cento. A ligação aérea entre Porto e Lisboa conquista cada vez mais clientes, beneficiando de um check-in e embarque simplificados e com preços competitivos. A TAP anunciou recentemente a nova tarifa de 24 euros (25 euros para viagens entre 1 de novembro e 31 de dezembro 2016, devido a valores das taxas aeroportuárias que sofrem alterações nesse período).

Airliner

  • Mensagens: 943
Alguém consegue avançar de quanto foi o aumento em PDL e na TER?

Carnim

  • Mensagens: 894
Ups :P, profetas da desgraça a vossa profecia parece que não se está a cumprir :P.

A TAP continua a voar...

Ainda existe muito trabalho para ser feito, mas vai conseguir! :)

Airliner

  • Mensagens: 943
Ups :P, profetas da desgraça a vossa profecia parece que não se está a cumprir :P.

A TAP continua a voar...

Ainda existe muito trabalho para ser feito, mas vai conseguir! :)
Estão a cair, um a um!
A TAP está a fazer um bom processo de reestruturação.

Spark

  • Mensagens: 5777

MannyV

  • Mensagens: 878
Boas noticias! Espero que seja para continuar.
Sem duvida este pode ser um ano de viragem para a TAP, que seja para melhor :)

Angelo Rosa

  • Mensagens: 1603
Em termos de volumes de passageiros sao excelentes noticias, agora tambem so falta saber se a tarifa media subiu ou se baixou.

Carnim

  • Mensagens: 894
EHEHEH. Lol não vale a pena spak, como diz o anuncio 10 in a Million e eu não tenho de certeza essa sorte :P, deixo a sorte para outros ehehe.

A verdade são os números, ;).

Ainda bem para todos nós (portugueses) que a TAP está a voar ;).
« Última modificação: 07 de Novembro 2016, 14:18:55 por Carnim »


New Engine Option

  • Mensagens: 2607
Aí está o que dizia: a ocupação média subiu bem como o número de pax transportados inclusive na ponte aérea. E os indicadores desta primeira semana de novembro são excepcionais também.

nunopinheiro

  • Mensagens: 4543
New Engine Option sim mas a oferta subiu e mais que muito na ligação Porto Lisboa, mas mesmo assim é possível que na ligação em particular do ponto de vista comparativo a ocupação/taxa tenha aumentado. O probelma é que não era isso que eu comparava no outro dia, o que comparava era a taxa global media do aeroporto para a TAP, mas era espectavel que essa baixa-se até porque como é sabido os voos cortados tinhas muito boas taxas de ocupação.
O que me leva a conclusão mais importante, do ponto de vista empresarial ter uma ocupação elevada e perder dinheiro é bem pior que ter uma ocupação menor e ganhar dinheiro, se é o que se passou no Porto/TAP optimo a serio. A TAP empresa cujo seu objetivo é o lucro so posso dar os parabéns se os obter, pior são as declarações de um ministro que todos satisfeito declara o sucesso desta medida porque cresceu o numero de passageiros em particular nas vendas apartir de Lisboa, apesar de globalmente a tap ter perdido globalmente mais de 150 Mil pax no Aeroporto do Porto, atenção a sua satisfação não era pelo lucro era pelo melhor serviço prestado...

"Pedro Marques realçou que "três quartos dos bilhetes não foram vendidos no Porto, mas em Lisboa e em Faro."
ora se isto não é um sinal negativo não sei o que será, só um quarto das pessoas a usar a ponte comparam o bilhete a partir do porto??? mais uma vez separemos os problemas um político e de serviço publico outro negocio. O meu problema é sempre com este modelo de TAP publica.

De resto 12,2% é muito bom espero que este ano a TAP apresente lucros consideráveis, a TAP precisa urgentemente destes, a te de forma a mais facilmente refinanciar a sua divida com spreads esperemos menores
« Última modificação: 07 de Novembro 2016, 16:00:38 por nunopinheiro »


caparica

  • Mensagens: 651
Ups :P, profetas da desgraça a vossa profecia parece que não se está a cumprir :P.

A TAP continua a voar...

Ainda existe muito trabalho para ser feito, mas vai conseguir! :)
Estão a cair, um a um!
A TAP está a fazer um bom processo de reestruturação.

Em primeiro lugar, desejo à TAP um excelente processo de reestruturação.

Dito isto, lamento que as outras visões tenham sido expulsas deste fórum. Agora parece uma missa.

Amén.

CS-TTK

  • Moderador
  • Mensagens: 1475
Há que elogiar o bom trabalho e criticar o mau trabalho. Acho que não se prende com visões, mas sim com análises. Hoje a notícia foi positiva merece elogios, no fim de semana a perda de passageiros no porto foi uma má notícia e mereceu críticas. "Missa" é ter alguém que vê sempre o bem ou o mal independentemente da noticia/situação.

PS: hoje em dia se faz estatisticas de tudo - algumas delas exageradas na minha opinião. Creio que se esta estatística se fosse negativa não viria a público, é uma questão de marketing (mas posso estar enganado).
« Última modificação: 07 de Novembro 2016, 16:11:15 por CS-TTK »


Capitão do Fim

  • Mensagens: 236
Nunopinheiro, é natural que só um quarto de clientes compre os seus bilhetes no Porto. E é até muito bom. Repare que na distribuição de tráfego da TAP, apenas cerca de um quarto das vendas é resultante em Portugal.

Isto quer dizer que o tráfego é maior que o originário no Porto. Por absurdo e no limite, se apenas os residentes no Porto usassem a ponte aérea (PA), então as vendas teriam 100% de origem no Porto Se houvesse uma distribuição em que "apenas" residentes do Porto e Lisboa usassem a PA, então essa percentagem diminuiria para 50%. Se levarmos em conta que há outros destinos que também usam a PA, (ex Faro e Funchal), então a percentagem de bilhetes vendidos no Porto ainda desce mais. Mas isso não quer dizer que o numero de pax com origem no Porto seja menor que no início.

Aliás, raciocínio semelhante é levado com a quota de mercado. A quota desce mas o numero de pax sobe. Contra-senso? Não, apenas o crescimento do tráfego da TAP não foi igual ao crescimento global (infelizmente). Mas o numero de pax aumentou face ao homólogo, o que é positivo.

É provável que a TAP tenha perdido pax no Porto, mas é preciso ter noção que a existência da TAP depende grandemente da sua presença em força em Lisboa. E sem uma TAP forte em Lisboa, não há uma boa oferta competitiva no Porto.

Quem tem formação em gestão de projectos sabe que os recursos são finitos, e que há que procurar a melhor forma de maximizar o valor que geram. Neste momento, essa melhor forma é reforçar a actividade em Lisboa, simultaneamente apresentando alternativas aos restantes mercados que lhes permitam mais e melhores ligações, a preços mais competitivos. A PA é uma excelente forma de o fazer, ainda que eu perceba que seja menos confortável que voos directos. E não me admirava se surgirem mais PAs, para Faro e Funchal por exemplo.

É a velha questão de recursos disponíveis para todos. Eu também gostava de ter uma estação de metro à porta (ou hospital, estádios, finanças, etc...), agora tal é financeiramente incomportável, seja em que país for.

Bons voos.

New Engine Option

  • Mensagens: 2607
Foi o que eu disse no outro dia: mais vale dar um passo atrás para dar dois à frente. E em termos homólogos os ganhos são evidentes. Só digo isto: se as coisas continuarem assim em
Novembro, os resultados poderão não ser tão positivos como os obtidos por outubro mas serão espectaculares tendo em conta o mesmo mês de novembro do ano passado. A primeira semana foi muito boa mesmo.

nunopinheiro

  • Mensagens: 4543
Capitão do Fim algumas notas, até porque são sobre numeros eu vou comentar :), 1/4 é manifestamente pouco entre Porto e Lisboa o split expectável seria 50% até mesmo superior para o Porto a procura de ligações é do Porto-Lisboa-resto do mundo não o inverso (isto diz-me que este numero (tráfego em ligação) é deveras reduzido). não 1/4, relembro o que o ministro diz é "três quartos dos bilhetes não foram vendidos no Porto, mas em LISBOA E FARO", que apenas posso depreender que se refira aos bilhetes vendidos em Portugal, ou será que o ministro esta a misturar aqui bilhetes vendidos fora de Portugal?, "Mas isso não quer dizer que o numero de pax com origem no Porto seja menor que no início." a ser verdade não digo que não, então a afirmação do ministro é ainda mais desprovida de razão, aka se nada mudou porque o referiu? (começo a achar que o ministro debitou um disparate sem qq correlação com nada)
Sobre a quota de mercado, no tópico sobre este assunto pode encontrar os cálculos que provam que a taxa de crescimento do aeroporto não acompanhou a perda de cota da TAP resultando nos últimos 6 meses deste ano numa perda de aproximadamente 143 mil pax (No aeroporto do Porto). Isto de acordo com os dados da ANAC.

Em relação as suas considerações sobre limitados recursos, é assim uma TAP privada com o fim exclusivo de lucro faça o que entenda nada a dizer.
O meu problema é com a empresa publica TAP, sobre esse ponto de vista se na sua região não tiver um investimento por parte do estado e das suas empresas proporcional as contribuições/população então deve reclamar.
Tribunais, escolas, universidades, hospital, estádios, finanças, aeroportos, agências da caixa geral de depósitos, etc, estão espalhados pelo território mais o menos de acordo com a população as vezes mais concentrado aqui ou ali mas razoavelmente distribuídos na medida como bem diz dos recursos disponíveis para TODOS, no entanto a TAP é diferente e o Porto nem é o pior caso, O aeroporto de faro é verdadeiramente vergonhoso a presença da empresa publica nesse aeroporto assim como me choca que a TAP não faça o serviço da Aerovip (Bragança Vilareal Vizeu tambem é Portugal). uma equitativa e justa distribuição da operação da TAP pelos aeroportos nacionais implicaria uma presença desta muito diferente da atual. (pode usar o tráfego atual desses aeroportos como criterio para a distribuição)
Certo que até poderá dizer que não é economicamente viável, argumento que ate posso conceder, mas.... o que não se pode admitir é que esta empresa seja publica. Qual o interesse do estado de ter uma empresa que não cumpre qq serviço publico??? cria uma sensação de injustiça na população que o estado não precisa nem deve ter. Não será  maior serviço publico uma ligação da Madeira com Africa do Sul do que uma ligação com Chicago e Lisboa?? OU reforçar Porto Paris em detrimento de Moscovo Lisboa????
E por isso que quase nenhum estado é dono de companhias aéreas, as opções económicas que o mercado extremamente competitivo que é o aereo impede que estas possam cumprir os mínimos de serviço publico e equitativa distribuição de meios.

Pela 1000 vez TAP privada nada a dizer são opções estratégicas e votamos com a carteira. Agora publica é porque aí tem de servir todos de forma relativamente equitativa exemplo comunidades emigrantes, turismo do algarve etc.
Saudações...
« Última modificação: 07 de Novembro 2016, 19:01:15 por nunopinheiro »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
3 Respostas
2122 Visualizações
Última mensagem 07 de Julho 2014, 14:45:54
por caparica
5 Respostas
1225 Visualizações
Última mensagem 19 de Julho 2014, 04:18:57
por Grozznyy
6 Respostas
1388 Visualizações
Última mensagem 09 de Novembro 2015, 19:21:03
por D-Zign
0 Respostas
503 Visualizações
Última mensagem 07 de Novembro 2016, 13:44:07
por AndreMP
21 Respostas
2522 Visualizações
Última mensagem 06 de Dezembro 2016, 14:44:45
por toto1100

Total 93+-1=92 ms, db 0 ms, php 92 ms