nunopinheiro

  • Mensagens: 3839
Se o 737-9 não é competitivo... Esticamos ainda mais um bocadinho... :) sem um trem de aterragem novo vai ser complicado em muitas pistas, o mais provável será mesmo um 787 mais atarracado e com uma asa mais pequena... Mas honestamente os widebodies dificilmente conseguem os rácios de assentos por área de um narrow body. O que gostava de ver era o new single isle da Boeing.

toto1100

  • Mensagens: 3464
Isso parece-me complicado.
Era basicamente dizer que os 737MAX mais compridos nao servem para nada.

brunodias

  • Mensagens: 4320

brunodias

  • Mensagens: 4320
Se o 737-9 não é competitivo... Esticamos ainda mais um bocadinho... :) sem um trem de aterragem novo vai ser complicado em muitas pistas, o mais provável será mesmo um 787 mais atarracado e com uma asa mais pequena... Mas honestamente os widebodies dificilmente conseguem os rácios de assentos por área de um narrow body. O que gostava de ver era o new single isle da Boeing.

Não é competitivo?
Já agora podemos ter factos?? sem ser os habituais do ter menos encomendas
Numeros tipo payload, range, custo de operação, esses são mais engraçados

toto1100

  • Mensagens: 3464
Um artigo sobre isso: https://runwaygirlnetwork.com/2016/07/18/want-mom-say-airlines-buying-a321neo-not-737-max-910x/
Ter menos encomendas todavia é o factor mais importante: os produtos sao feitos para serem comprados, nao para ficarem bonitos no papel (e neste caso nem no papel parece ser particularmente bonito).

brunodias

  • Mensagens: 4320
Ou seja então podemos assumir que o a350 não é competitivo??
Visto vender menos que os concorrentes

toto1100

  • Mensagens: 3464
Se esta numa "competiçao" para vender e vende menos...
Assumo que a Airbus o tenha construido para ser vendido. Digo eu.

brunodias

  • Mensagens: 4320
Eu acho que nada se vê assim, mas vou tentar explicar a minha opinião por partes

O artigo que meteu achei fantastico, mas só li até há parte em que a a alaska airlines voa um 737 900er de seatle para miami e que dizem que o 321 não poderia fazer igual e a american airlines faz, a partir dai não consegui ler mais, porque não só a alaska não voa para miami, como a american não faz esse voo non stop em 321, mas sim em 738
Nunca fui muito de ler textos de fanaticos, sejas eles de que lado do atlantico que seja


Depois por exemplo nas empresas que tem frota de 739 e 321 as missões são diferentes, vou dar 2 exemplos, secalhar nem são os melhores

Delta, comprou 321 e acredito que va comprar ainda mais, e tem 739 e creio que ainda os vai recebendo
A delta usa os 321 em voos mais pequenos e o 739 em voos mais longos
A turkish usa os 321 por quase toda a rede tal como o  739, mas mete os 739 em algumas rotas com mais passageiros de executiva porque no 739 oferece mais lugares de executiva


Agora temos que ver que o 321 é um excelente avião, evoluiu muito bem, mas em termos de numeros é quase igual ao 739, um gasta menos 1 litro, outro leva mais 1 kg etc etc, agora a realidade é que o 739 tem 1 grande dificuldade que é ser mais baixo e por isso ter menos angulo de rotação

Quanto ao 737 10, ainda creio que se sabe pouco, mas acho mal dizerem que ninguem o quer, alias no primeiro dia de rumor vieram logo dizer que uma empresa de leasing, creio que a AlC não queria o avião, e no dia seguinte o porta voz ou presidente diz que quer e que ja devia estar a voar

nunopinheiro

  • Mensagens: 3839
Bruno o problema do 9 é que muito próximo do 8 e relativamente menor que o 321, perde para o 321 em range e capacidade para alem de ter o problema de ser muito atarracado (em altura), com os problemas que vem com isso, diâmetro menor de fan, e rotação complicada. O que aponta que para o 10 têm de fazer QQ coisa, uma asa nova secalhar era a solução pois permitia um trem mais elevado no qual seria possível meter os LEAP do A321 e mais capacidade para combustível. Sem asa nova e trem é complicado.... Também poderíamos dizer que o A320 podia levar com um A320.5 já que é um bocado curto (em comprimento) e compete "mal" com o B737-8. O mais engraçado é que o A321foi quase um flop e a airbus andou a praticamente oferecer no inicio... As maravilhas da evolução dos motores e dinâmicas que o mercado e tecnologia induziram, esticando cada vez mais os aparelhos.
« Última modificação: 06 de Abril 2017, 11:46:07 por nunopinheiro »


N748RA

  • Mensagens: 114
Não é competitivo?
Já agora podemos ter factos?? sem ser os habituais do ter menos encomendas
Numeros tipo payload, range, custo de operação, esses são mais engraçados

Quer factos melhores do que as escolhas daqueles que são pagos a peso de ouro para escolher aviões que vão estar 20 anos na folha de despesas de uma companhia aérea? Para mim valem bem mais do que os panfletos da Boeing/Airbus.

No entanto...
Os factos do papel nem sempre se aplicam no dia-a-dia, prova disso são as limitações iniciais do B787, A310 e por aí fora. Além de que os "panfletos" do fabricante revelam sempre um número "ISA" para a performance dos aviões, que todos sabemos dependender de muita coisa e não ser assim tão preto no branco.

Não há aviões melhores e piores entre B737 e A32F, há aviões mais e menos adequados a certas rotas. Porque é que a Ryanair voa B738 e a easyJet só voa A319/A320? Não fazem ambas o mesmo? Não saão ambas low cost? Mais um factor de peso, o custo de aquisição e os "bulk discounts", tanto para compra inicial como para manutenção. É público que a Ryanair quis voar A320 até ao dia que pressionaram a Airbus a fazer um preço que lhes daria prejuízo, e a Airbus mandou o O'Leary para Seattle. Conclusão? A Ryanair voa Boeing porque foi quem aceitou baixar mais o preço, se a Airbus tivesse baixado mais, voavam Airbus.

A questão do B797 tem algo que se lhe diga, com o A321LR e o B737MAX (apesar de tudo menos capaz que o 321LR NO PAPEL) não sei até que ponto não será um tiro no pé fazer de raíz um avião que vai roubar algum mercado ao B787 e algum mercado ao MAX, onde a disputa com a Airbus já é renhida o suficiente, fora os custos de desenvolver um avião de raíz. Este avião operaria num nicho de mercado onde opera o A310 actualmente, e apenas uma pequena parte dos B757. Todos sabemos como acabam os aviões que são desenvolvidos para nichos de mercado, não sabemos? B736, A318, A345, B748, etc...

nunopinheiro

  • Mensagens: 3839
N748RA, a Boeing neste momento não tem boas opções, só más, acho que se tivesse disponibilidade financeira já seria tempo de lançar um sucessor do B737, algo com um trem mais elevado que permita os motores com maior bypass ou mesmo os openrotor, e uma secção com capacidade para contentores, o MOM poderia ser um espaço para isso, desenhar algo no limite da capacidade esticado algo (pouco) maior que o A321 e que pude-se vir a substituir os B737-8,9, num futuro.

Um wide body só acredito num derivado do 787 com uma asa mais pequena, de forma a minimizar os custos, no entanto são sempre uns milhares de milhões, e a B ta empenhada com a divida por pagar do 787 que limita muito a sua capacidade de investimento, tanto num novo narrowbody como num derivado.

Seja como for é giro apreciar este jogo de xadrez mercantilista entre duas companhias bestiais.

brunodias

  • Mensagens: 4320
A opção de contentores tem muito que se lhe diga, porque nos estados unidos parece que poucas empresas o usam

Quando ao perder para o 321 em range, honestamente não sei onde esta isso a não ser que se compare aviões de testes, em que 1 deles ainda nem voou

A ryanair voa boeing porque fez o melhor preço, tal como a easyjet voa airbus porque a airbus teve que se baixar para não perder outra low cost, temos que ver as coisas como elas são e não fazer artificios para parecer que a ryanair só voa boeing porque a airbus nunca quis vender aviões a eles

Ainda ninguem me respondeu há pergunta, se o que conta é o numeros de encomendas então o 350 não é competitivo?

New Engine Option

  • Mensagens: 2186
A opção de contentores tem muito que se lhe diga, porque nos estados unidos parece que poucas empresas o usam

Quando ao perder para o 321 em range, honestamente não sei onde esta isso a não ser que se compare aviões de testes, em que 1 deles ainda nem voou

A ryanair voa boeing porque fez o melhor preço, tal como a easyjet voa airbus porque a airbus teve que se baixar para não perder outra low cost, temos que ver as coisas como elas são e não fazer artificios para parecer que a ryanair só voa boeing porque a airbus nunca quis vender aviões a eles

Ainda ninguem me respondeu há pergunta, se o que conta é o numeros de encomendas então o 350 não é competitivo?

Um deles não voou não, dois deles, porque creio que o B737-9MAX e o -10MAX não estão a ser comercializados. Mas a vantagem em termos de carga e de range neste segmento sempre foi do Airbus, tirando no restrito campo onde operava até agora sozinho o B737-900ER, que não tinha concorrência direta à altura da Airbus.

O A350 ainda não atingiu o breakeven por isso é cedo para dizer tal coisa. Se até do B787 creio que é cedo, fará deste... O mesmo se aplica ao A380.

nunopinheiro

  • Mensagens: 3839
O bruno o A350 tem ate agora algo como 820 encomendas firmes e um backlog superior ao do B787, não esta mal para um avião que compete no espaço do antigo 777. Apartir do lançamento do A330 neo a Airbus dedicou-se a tentar vender o máximo de aparelhos 330 para poder manter a linha em funcionamento e pagar o investimento nele, desde então vendeu mais A330 que a B 787's.

NEO o  B787 muito provavelmente nunca dará lucro, o acount block neste momento anda por volta dos 32 mil milhoes de $$$.

O A350 as contas são boas e muito provavelmente será em breve lucrativo.

O A380 deve ter voltado ao vermelho. e quase de certeza nunca ira pagar os seus custos.
« Última modificação: 06 de Abril 2017, 21:52:40 por nunopinheiro »


toto1100

  • Mensagens: 3464
O B787 começou a cobrir os custos marginais (i.e., os custos de construçao) no final do ano passado, depois de 5 anos e 200 e tal avioes entregues. Quanto mais pensar em pagar o desenvolvimento.
Nunca, mas nunca, alguma vez recupera o investimento e a Boeing ja o admitiu claramente.

Acho que ja é certo que o A380 esta no vermelho novamente com o ritmo de produçao atual. O 747-8 idem. No primeiro caso nao acabam com ele por orgulho. No segundo porque estao à espera dos amanhas que cantam na carga e à espera que os 747-400F tenham que ser substituidos.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
2 Respostas
1630 Visualizações
Última mensagem 16 de Julho 2014, 23:23:59
por iloper
8 Respostas
3348 Visualizações
Última mensagem 21 de Janeiro 2019, 14:31:17
por mpinhas
1 Respostas
919 Visualizações
Última mensagem 25 de Outubro 2017, 12:40:31
por AndreMP
12 Respostas
2773 Visualizações
Última mensagem 26 de Janeiro 2018, 17:21:01
por SPCM
43 Respostas
4506 Visualizações
Última mensagem 17 de Maio 2019, 11:53:35
por GoncaloRibas

Total 143+0=143 ms, db 0 ms, php 143 ms