CS-PFX

  • Mensagens: 20
A Thai tem 5 unidades A380 a voar, a outra unidade(HS-TUF)não voa desde 21/05/2017.

brunodias

  • Mensagens: 4158
Mas pode ser 1 manutenção mais demorada, ou reconfiguração

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog
o que desperta curiosidade vai ser o mercado de usados dos A380 .... alguém pega neles? ou vamos assistir a uns poucos no deserto?

A Airbus já deve saber perfeitamente o destino deles, e certamente não se vislumbram grandes opções dado que não houve uma única transação dos que foram produzidos sequer.
Neste momento a preocupação é vender mais novos, o valor residual dos usados terá algum impacto no investidor financeiro, mas pouco contribui para aumentar os níveis de produção.
As ebulições no zona do mercado ME3 não trazem qualquer perspectiva animadora.

toto1100

  • Mensagens: 3187
Se ha coisa que a Airbus nao sabe (e nunca soube) é o que vai ser o mercado dos A380. Se quisermos ser cinicos, ate podemos dizer que, se soubesse, nunca o teria lançado.
"Aumentar niveis de produçao" nos A380 tambem é coisa que nao lhes assiste. Ainda no fim do ano passado tinham diminuido a produçao, e ha poucas semanas anunciaram nova diminuiçao. Aumento de produçao so se vislumbra se o programa for para cancelar e entao decidirem fazerem os avioes que falta rapidademente.

nunopinheiro

  • Mensagens: 3643
o futuro do A380 é muito muito simples, a airbus depende da vontade da emirates em continuar a comprar o aparelho e mandar os "velhos" para a sucata e rezar que o mercado asiático cresça tanto como o previsto de forma a precisar de mega aparelhos think A380-900. caso contrario é o fim do aparelho.

Fundamentalmente o conceito é bom em termos de pax por m² de secção. faz todo o sentido se há mercado para tal é que é outro problema.
O aparelho em virtude de todo os espaço que tem foi convertido num aparelho de luxo, quando o seu destino é ser um mega autocarro capaz de carregar perto de 1000 pax a um preço por assento imbatível. O problema do aparelho sempre foi encher o bicho.
« Última modificação: 21 de Junho 2017, 11:49:35 por nunopinheiro »


finhinho

  • Mensagens: 456
Vou desenterrar este tópico porque me parece o local mais adeqaudo para noticiar o inicío do desmantelamento do primeiro A380:

https://newsavia.com/dois-airbus-a380-estao-ser-desmantelados-pela-tarmac-aerosave/

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 1247
Uma notícia triste... Ainda vamos ver o que vai acontecer aos da Air France...

Cebola

  • Mensagens: 217
Infelizmente está a seguir os passos do 747.
Nem todas as companhias conseguem incluir este tipo de aparelhos nos seus modelos de negócio, ainda para mais quando a procura está na flexibilidade via maior numero de frequências.
Aquando do lançamento do 380 foram muitas as vozes criticas... infelizmente parece estarem a ter razão...
E a juntar a isto tudo, os bimotores são cada vezes melhores, com iguais ou melhores performances dos quadrimotores, por isso julgo que o fim destas megalomanias estará para breve...
Só falta perceber quando é que a Emirates vai começar a "evoluir"....

Wazkovzky

  • Mensagens: 20
Parece que a Airbus criou uma empresa de criação de mobiliário a partir de peças de aeronaves!
Quem sabe, o futuro de parte destes aviões!?

CS-TUK

  • Mensagens: 188
Caros: Notícia triste... MAS... Notem que as primeiras 25 unidades deste modelo (por aí chamados de "bad teens") tinham mais peso e alguns problemas de fabrico (julgo que tem algo a ver com cablagens eléctricas...) que fazem com que sejam pouco atraentes no mercado, tanto para os actuais operadores como para o mercado de 2ª mão. Tirando os sucateiros e a Hi Fly parece não haver mais ninguém verdadeiramente interessado neles. Veremos o que acontecerá quando o 26º e seguintes se aproximarem efectivamente do mercado de 2ª mão, o que ainda não aconteceu... Aí a luta vai ser entre os "meninos crescidinhos" com quase toda a certeza...

...Entretanto; passou quase despercebido, mas vi algures; e julgo que foi aqui pelo fórum; referência a um tweet de alguém da Ryanair, aquando da saída do TUA para a volta ao mundo de certificação, em que disseram ter gostado do que viram, mas que da próxima queriam ver um A380... É que acreditem: Nestas coisas não se fala só por entusiasmo!... :)

Tenham um excelente 2019!!!... :)

CS-TTK

  • Mensagens: 1293
Mas o A380 já pode "ser visto" há tanto tempo porque só um suposto interesse agora?

E regra geral as low cost apenas têm na frota aviões do mesmo fabricante para poupar nos custos. Ora vejamos:
 - Ryanair B737-800 e vão começar a chegar os B737-MAX8
 - Transavia B737-700 e B737-800
 - EasyJet: A319, A320, A320N e A321N
 - Wizzair A320, A321
 - Norwegian B737-800 e B787

Dito isto o interesse da Ryanair em A330N e/ou A380 parece-me pouco plausível, principalmente para uma companhia que não opera atualmente longo curso. Ainda para mais A330N e A380 são aviões bem distintos e não faz muito sentido estar indeciso entre um ou outro...

Um excelente 2019 para si também :)
« Última modificação: 03 de Janeiro 2019, 00:02:26 por CS-TTK »


toto1100

  • Mensagens: 3187
Sim, se ha empresa de fiar no que diz publicamente é a Ryanair.
Vai ser uma luta tremenda vai, que o avião tem sido um sucesso tão grande. E se quisessem nem havia imensos para se comprar novos nem nada.

Estes 2 aviões vao dar pouco mais de 4% ao ano aos seus investidores. Se na altura tivessem posto o dinheiro numa conta a prazo no BPN tinham tido 7%. Um luxo de investimento.
Nao sei exatamente o ano em que a Dr. Peters andou a vender as "accoes" destes A380, mas durante a decada de 2000 os titulos do tesouro alemaes a 10 anos andaram praticamente sempre a >3.5%, tendo passado os 4% em certas alturas.
« Última modificação: 03 de Janeiro 2019, 10:51:21 por toto1100 »


ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1266
    • Aviation Blog
Deixo apenas as seguintes notas:
- A aviação desenvolve-se por ciclos lentos: bastam mudanças legislação, transições de modelos de negócio, etc, e o que um dia pode ser moda o deixa de o ser e vice-versa
- O A380 nunca esteve para ser o avião das massas, e nunca se poderia esperar vender o dobro do que se vendeu, diga a Airbus e os analistas o que disserem
- Os quadrimotores podem ter os dias contados, é um facto, mas o A380 em cabine densa poderá sempre levar mais pax que o 777X e A350-1000. Por pax o A380 continua a ser mais poupadinho
- Os primeiros aviões são um mau exemplo, o preocupante é a falta de aeronaves novas encomendadas (embora haja alguma ligação casuística entre estes dois pontos)

Se a Airbus gasta dinheiro a promover o A380, pois bem, os comerciais visitam clientes todos os dias e tentam vender tudo e mais alguma coisa, não é como se evitassem falar do A350 para vender A380. A Airbus não têm é investido absolutamente nada em melhorar o avião. Onde anda o (já de si BS) A380plus?

aviationlover

  • Mensagens: 758
Infelizmente está a seguir os passos do 747.
Nem todas as companhias conseguem incluir este tipo de aparelhos nos seus modelos de negócio, ainda para mais quando a procura está na flexibilidade via maior numero de frequências.
Aquando do lançamento do 380 foram muitas as vozes criticas... infelizmente parece estarem a ter razão...
E a juntar a isto tudo, os bimotores são cada vezes melhores, com iguais ou melhores performances dos quadrimotores, por isso julgo que o fim destas megalomanias estará para breve...
Só falta perceber quando é que a Emirates vai começar a "evoluir"....


Bom vou agora comentar e não querendo abrir uma guerra AvsB, mas quando a Airbus lançou o 380, a Boeing e vários analistas disseram na altura de que os grandes aparelhos como o 747 e na altura o novo 380 não teriam um grande futuro, viu-se a Boeing em resposta ao 380 lançou o 747-8i e foi um fracasso e agora está acontecer ao 380, e parece que o que está a acontcer é que a era dos aviões de passageiros de grande porte acabou, é uma questão de tempo até a Emirates começar a retirar da frota os 380 mais antigos.
« Última modificação: 03 de Janeiro 2019, 11:40:22 por aviationlover »


Rex

  • Mensagens: 949
Deve ser um case study interessante estudar no que falhou das previsões da Airbus com tamanho investimento, parece que não esperavam a evolução que houve nos motores em termos de fiabilidade e eficiência no longo curso.

Mesmo a nível de aeroportos/hubs saturados quer é o principal alvo do A380 tenho a impressão que o futuro crescerá mais em coisas como o A321LR a fazer ponto a ponto (exemplo OPO-EWR) do que continuar a engordar com multidões o modelo hub-and-spoke, cada vez há mais gente farta dos mega-aeroportos.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
81 Respostas
35388 Visualizações
Última mensagem 21 de Junho 2014, 22:25:47
por Mosquito
14 Respostas
1105 Visualizações
Última mensagem 24 de Junho 2015, 01:49:05
por Spak
12 Respostas
1572 Visualizações
Última mensagem 20 de Outubro 2015, 12:28:45
por iloper
15 Respostas
1955 Visualizações
Última mensagem 14 de Novembro 2016, 22:51:08
por Spak
6 Respostas
753 Visualizações
Última mensagem 11 de Maio 2017, 16:05:36
por ClearedForTakeOff

Total 105+1=106 ms, db 0 ms, php 106 ms