MiguelRei

  • Moderador
  • Mensagens: 1814
    • Instagram
Citação de: Radio Portuense
Aeroporto Francisco Sá Carneiro – Boeing 737-800 quase colide com drone

Um avião que se preparava para aterrar esta quinta-feira no aeroporto do Porto quase colidiu com um drone a 450 metros de altitude, obrigando a tripulação a realizar várias manobras.

O incidente ocorreu cerca das 16.40 horas, no momento em que o Boeing 737-800, com capacidade para cerca de 160 passageiros, da companhia TVF, France Soleil, grupo Air France/KLM, estava na aproximação final para aterrar, a 3,5 quilómetros da pista 35, quando um drone se aproximou e o avião teve de efetuar diversas manobras para evitar a colisão.

Resto da Notícia: Aqui

Trata-se do F-GZHS.
Fui ver ao FlightRadar24 e não me apercebo de nada de anormal
« Última modificação: 02 de Junho 2017, 00:32:33 por MiguelRei »


Carnim

  • Mensagens: 894
Estas coisas deixam-me revoltado, só vai haver verdadeiramente acção quando um dia acontecer realmente um acidente bastante grave!

lockheed

  • Mensagens: 1230
  • You are not in Kansas anymore!...
Carnim nem devia haver acção... devia haver bom senso por parte das pessoas. Mas eu sei que pensar não é o forte de muita gente... por isso concordo contigo!

Carnim

  • Mensagens: 894
Concordo lockheed mas o pessoal só pensa no seu próprio bem e nem se importa com os outros, para mim os drones se as pessoas não sabem utilizá-los era um corte radical. Por uns pagam os outros e espero é que ninguém sofre consequências mais graves por causa da brincadeiras de alguns... É como a história dos laser's. Existe um ditado antigo, "querem brincar, brinquem com a pilin....."

nunopinheiro

  • Mensagens: 4332
Carnim então se bricassem com a dita e com os drones ao mesmo tempo é que era ;) heheheh

Byte Boador

  • Mensagens: 289
Alguém aqui que perceba um pouco de drones que me possa responder a esta pergunta?

Disseram-me que hoje em dia os drones já têm uma base de dados com coordenadas onde constam as "no-fly zones"; Alguém me pode confirmar se isto é mesmo assim?
Compreendo que o drone do chinês não tenha isso mas refiro-me a equipamentos acima do "entry level"
“Success is not final, failure is not fatal.
It is the courage to continue that counts“

Winston Churchill

finhinho

  • Mensagens: 486
Um colega pretendia efectuar o reconhecimento aéreo de um terreno, tal como já tinha feito noutros locais, mas o drone nem sequer levantava-

O que será e o que não será, quando alguém se lembrou que existe uma base aérea militar nas imediações!

Mac

  • Mensagens: 3
Aparecem nos aeroportos, sobre estádios de futebol, sobre multidões nos concertos, sobre a cidade. Não se sabe quem os está a "comandar". Tanto pode ser alguem responsável com conhecimento do meio aéreo como a criancinha a quem o pai lho comprou no chinês. E ninguem (do INAC ou da defesa) está nem aí para um drama previsível. Quando provocar um acidente, acertar em alguem ou largar uma bomba em qualquer lugar... aí vão ser "trancas à porta", tarde de mais, como é habitual.
Lembro-me daquela segurança extrema quando chegou o Papa, espaço aéreo restrito, e no Flight Radar lá aparecia um ultra-leve a passarinhar por baixo do Airbus da Alitália...

brunodias

  • Mensagens: 4514
Quando veio o papa o espaço aereo foi fechado a general aviation e ultraleves, no pais todo

Mac

  • Mensagens: 3
brunodias, tal como aqui postei, "quando chegou o Papa, espaço aéreo restrito, e no Flight Radar lá aparecia um ultra-leve a passarinhar por baixo do Airbus da Alitália..." é verdade. Aparecia o ultra-leve logo após o avião da Alitália cruzar a fronteira. Se apareceu é porque tinha transponder e nem por isso fizeram nada, pelo menos que eu saiba.

brunodias

  • Mensagens: 4514
O avião não foi acompanhado por f16 depois de cruzar a fronteira?

1 vez num voo de instrução a chegar a 1 pista de voo tinha la há vertical os f16 porque tinham sido activados devido a 1 suposto avião que passou a fronteira sem plano de voo

sdo

  • Moderador
  • Mensagens: 684
Na visita do papa até implementaram uma tecnologia anti-drone no santuário. Não sei em que consiste, mas pelo menos foi publicitado.

Portanto, a menos que tenha sido bluff, a tecnologia até existe...

Spark

  • Mensagens: 5738
    • A internet nos dias de hoje são 2 veículos: o hypetrain e o hatewagon. ALL ABOARD!!!
Então, mas agora é assim?

toto1100

  • Mensagens: 3922
Alguém aqui que perceba um pouco de drones que me possa responder a esta pergunta?

Disseram-me que hoje em dia os drones já têm uma base de dados com coordenadas onde constam as "no-fly zones"; Alguém me pode confirmar se isto é mesmo assim?
Compreendo que o drone do chinês não tenha isso mas refiro-me a equipamentos acima do "entry level"

Ha drones que têm isso, ha outros que nao.
Essa do drone do chinês so revela um enorme desconhecimento do mercado. A maior fabricante de drones mais sofisticados é a chinesa DJI. Foi tambem a primeira empresa a incluir geofencing nos seus drones, e a primeira a limitar as capacidades (velocidade e altitude maxima) dos seus drones a quem nao registar o drone com eles (para se saber de quem é caso haja problemas).

SafetyJo

  • Mensagens: 124
Boas tardes,

Deixo aqui um link http://www.voanaboa.pt/voa-na-boa que demonstra haver preocupação das entidades competentes.

No entanto, o problema com drones é mais complexo do que criticar o imbecil que se pôs a operar um drone na vizinhança de um aeroporto.
A raiz do problema começará por questionar porque se permite a venda de drones que conseguem operar até 450 metros de altura/ 1500 pés (a fazer fé na noticia). Que medidas existem para controlar a quem são vendidos esses drones, para que efeitos, sob que condições, etc.

Haver uma sensibilização das pessoas é uma boa acção mas não acho que seja suficiente. O ANAC deveria estabelecer requisitos que fossem transpostos  para a lei nacional que proibisse a venda de drones ao público. Fazer-se o mesmo que se faz com as armas, pois os drones nas mãos de imbecis são uma arma de destruição massiva se olharmos às consequências que um impacto de um drone pode ter numa aeronave configurada para aterrar ou na fase inicial da subida após descolagem.

A sensibilização das pessoas também teria de ser mais activa. Um comprador pode não pensar nas consequências. pode apenas pensar em tirar umas fotos aéreas e até pode pensar que assim se torna um spotter com fotos exclusivas tiradas a 10 metros de um B747.

Há efectivamente sistemas que empastelam as frequências nas quais os drones operam (frequência entre o drone e o controlo remoto) mas não sei se estarão disponíveis para uso civil ou se só para uso militar. Há sistemas de detecção de drones já em uso em aeroportos. 

Enquanto não houver legislação isto irá acontecer, seja por desconhecimento do operador do drone, por imbecilidade ou mesmo por manifesta vontade de provocar um acidente.

Saudações aeronáuticas.

José Cavaco

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
10 Respostas
3048 Visualizações
Última mensagem 27 de Junho 2016, 20:32:59
por Jetstream
1 Respostas
1119 Visualizações
Última mensagem 23 de Junho 2014, 17:16:26
por fredericolopes
15 Respostas
2551 Visualizações
Última mensagem 01 de Março 2019, 09:57:22
por toto1100
2 Respostas
560 Visualizações
Última mensagem 02 de Fevereiro 2015, 09:49:13
por ClearedForTakeOff
4 Respostas
2626 Visualizações
Última mensagem 07 de Janeiro 2017, 18:46:56
por lockheed

Total 100+0=100 ms, db 0 ms, php 100 ms