Snip

  • Mensagens: 322
As previsões eram de que a partir das 21h o vento acalme, tal como o IPMA diz. O voo tinha hora prevista de chegada às 00:50 e foi cancelado por volta das 16h, quando a operação em LPMA estava normalizada, pelo que mesmo que a TAP invoque o mau tempo essa questão é facilmente rebatida

E sim, já tinha essa ideia de que a postura da TAP mudou. Será após a privatização que alteraram a sua postura? Acredito que o €€€ fale mais alto e certo era que a TAP "estoirava" muito dinheiro ao arriscar vir para a Madeira

Desculpa, deduzi que o voo era mesmo a meio da tarde. Sendo assim, ainda mais difícil compreender o cancelamento com tantas horas de antecedência. Será uma reprogramação de voo numa aeronave maior?

Não há que pedir desculpa ora essa!

Já consegui descobrir, o voo foi "descancelado". Ontem este voo foi cancelado, e hoje o sistema cancelou-o novamente e isso levou a que os passageiros recebessem os sms a dizer que o voo foi cancelado, no site da ANA aparecer como cancelado e tudo o mais, só que a TAP nunca o cancelou. Após 3 chamadas cada uma com 30 min de duração lá me explicaram isto, logo o voo efetivamente vai realizar-se

Hoje eram 19h, estava no aeroporto da Madeira e vi um passageiro bem indignado no balcão da GF precisamente por não ter tido o seu voo da manhã em virtude do cancelamento de ontem á noite e ainda não lhe tinham dado solução

CS-TTV

  • Mensagens: 312
    • A319 / A320 / B738
Esse voo TP1693 ontem também foi cancelado, é o que pernoita no Funchal

Mas esse foi cancelado devido aos ventos que se faziam sentir na Madeira. Ontem alguns voos noturnos precisaram de regressar ao destino, e outros divergiram para PXO
« Última modificação: 07 de Setembro 2017, 23:49:31 por CS-TTV »


Hawks

  • Mensagens: 769
A TAP acaba de cancelar o voo TP1713 OPO-FNC, cerca de 1h antes da realização do voo. Justificação oficial: greve do ATC em França.  ::) Os passageiros foram informados já na porta de embarque.

Algum avião/tripulação retido inesperadamente em França?

GoncaloRibas

  • Mensagens: 768
O CS-TNV que ia fazer esse voo parece que ficou retido em orly, daí o cancelamento do OPO-FNC

Hawks

  • Mensagens: 769
O CS-TNV que ia fazer esse voo parece que ficou retido em orly, daí o cancelamento do OPO-FNC

Obrigado pela informação.

O voo OPO-FNC não sobrevoa espaço aéreo francês. Pode a companhia alegar circunstâncias extraordinárias nesta questão? Pergunto isto porque informaram agora o passageiros que não têm direito a hotel nem transporte.

O facto de um voo não se realizar porque a aeronave do voo anterior não chegou parece-me mais um problema operacional do que uma circunstância extraordinária.

CS-TTK

  • Moderador
  • Mensagens: 1475
CS-TNV está a descolar de ORY neste momento. Algum motivo para cancelar o TP1713 em vez de atrasar a partida por 3 ou 4 horas?

Edit: O TP1670 FNC-LIS está igualmente cancelado, suponho que seja a mesma aeronave que iria fazer o voo...
« Última modificação: 10 de Outubro 2017, 22:29:38 por CS-TTK »


Hawks

  • Mensagens: 769
Tenho um familiar meu deixado completamente desamparado no aeroporto. Teve que arranjar transporte e hotel por si, numa cidade que estava só de passagem para apanhar este voo.

Era importante saber se esta questão é mesmo considerada circunstância extraordinária com vista a obter o reembolso. Será que o voo de amanhã FNC-LIS também vai ser considerado circunstância extradordinária devido à greve dos controladores? A mim parece-me uma postura um tanto quanto trafulha por parte da TAP.

CS-TTK

  • Moderador
  • Mensagens: 1475
Sendo a greve dos ATC freanceses uma causa indirecta penso ser abusivo considerar isso como circunstancia extraordinaria.
O CS-TNV saiu hoje de manha em voo programado (TP1925) rumo a LIS  - eu esperava voo de posicao, pois este A320 era suposto nao estar em OPO. Verifiquei que no dia anterior o TP1920 (LIS-OPO), que deveria ter sido operado pelo CS-TQD, foi cancelado embora o aviao tivesse chegado a tempo para que o TP1920 saisse com um atraso de 20 a 30 minutos apenas. Posto isto acho que o motivo do cancelamento deveu-se a razoes operacionais e a situacao da greve apenas um "disfarce", pois era bem possivel ter operado o voo com 3 horas de atraso, ai sim, por razoes extraordinarias.

Hawks

  • Mensagens: 769
Obrigado por mais estes detalhes.

Vamos agora preparar uma reclamação formal à TAP e à ANAC a explicar como foram negados os direitos dos passageiros deste voo.

Se há coisas que não tolero é um prestador de serviços tentar enganar os clientes.

Nakano

  • Mensagens: 354
TP337  LGW->OPO  21h15-23h25
No FR aparece cancelado. Alguém sabe de alguma coisa?

GoncaloRibas

  • Mensagens: 768
Não há nenhuma indicação de cancelamento. Já agora será operado pelo CS-TPU

gio

  • Mensagens: 11
O TP809 MXP-LIS de ontem, 10 de outubro, partiu com 8 horas e meia de atraso. Alguém sabe porquê?

Travel is the cure for racism, bigotry and prejudice.

GoncaloRibas

  • Mensagens: 768
Em princípio devido a greve do atc em França

pfrodrigues

  • Mensagens: 81
Foi cancelado o TP075 das 23.30 h para o Rio de Janeiro aparentemente por motivos técnicos.
Tenho 2 familiares que iam nesse voo, com destino final Curitiba.
Conseguiram remarcar para o voo TP 2345 às 7.35 h de amanhã e com sorte conseguem manter a ligação a Curitiba que é às 19.30h!
A Tap garante hotel e transporte mas diz que não têm direito a indemnização porque se trata de avaria técnica. É assim?
Segundo estive a ver, tratando-se de cancelamento, com reencaminhamento para outro voo a mais de 1500 km no EEE e  e entre os 1501 e 3500km nos outros voos,  com atraso superior a 4 horas,  a indemnização é de 400€. Já se o atraso for superior a 3500 km em voos que não tenham chegada nem partida no EEE são 600€! E os superiores a 3500 km que têm partida no EEE, não tem direito a nada???
« Última modificação: 18 de Janeiro 2018, 23:07:10 por pfrodrigues »


jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1524
Citação

Indemnização - recusa de embarque, cancelamento, atraso à chegada

Montante em EUR
Distância 250€ igual ou inferior a 1500 km
400€ superior a 1500 km na UE e todos os outros voos entre 1500 e 3500 km
600€ mais de 3500 km

Se a transportadora aérea lhe propuser um voo alternativo e chegar ao seu destino final com um atraso de duas, três ou quatro horas, a indemnização pode ser reduzida em 50 %.

Indemnização - atraso

Se chegar ao seu destino final com um atraso de três ou mais horas tem direito a indemnização se o atraso não for causado por circunstâncias extraordinárias que não poderiam ter sido evitadas mesmo que tivessem sido tomadas todas as medidas razoáveis .
Se perdeu um voo de ligação numa viagem na UE ou numa viagem com partida de um aeroporto da UE para o exterior da UE, tem direito a indemnização se chegar ao destino final com um atraso superior a três horas, independentemente de o voo ser ou não operado por uma transportadora aérea da UE.

Se chegar com um atraso importante ao destino final numa viagem em que partiu do aeroporto de um país que não pertence à UE com destino final a um país da UE, com voos de ligação operados sucessivamente por transportadoras da UE e por transportadoras que não são da UE, apenas terá direito a ser indemnizado em relação aos voos operados por transportadoras aéreas da UE.

Não tem direito a indemnização se perder um voo de ligação devido a atrasos nos controlos de segurança ou se não respeitar a hora de embarque do seu voo no aeroporto de transferência.

Se aceitar um voo para um aeroporto diferente do previsto na reserva e esse voo chegar com atraso, tem direito a indemnização. A hora de chegada usada para calcular o atraso é a hora de chegada ao aeroporto previsto na reserva inicial ou ao destino que decidiu de comum acordo com a transportadora aérea. Os custos de transporte entre o aeroporto alternativo e o previsto na reserva inicial ou o destino decidido de comum acordo devem ser suportados pela transportadora aérea que opera o voo.
Se a transportadora aérea lhe propuser um voo alternativo e chegar ao seu destino final com um atraso de duas, três ou quatro horas, a indemnização pode ser reduzida em 50 %.

FAÇA VALER OS SEUS DIREITOS


Citação

Circunstâncias extraordinárias - atraso

As circunstâncias extraordinárias podem levar a vários cancelamentos ou atrasos da chegada ao destino final. Entre os exemplos de casos considerados circunstâncias extraordinárias estão as decisões relativas à gestão do tráfego aéreo, a instabilidade política, as condições meteorológicas adversas e os riscos para a segurança.

Entre as situações que não são consideradas circunstâncias extraordinárias, contam-se:

a maioria dos problemas técnicos detetados durante a manutenção do avião ou causados por falta de manutenção

a colisão entre escadas móveis de embarque e as aeronaves

Se uma transportadora aérea invocar circunstâncias extraordinárias, deve explicar claramente os motivos para tal. A transportadora aérea não é obrigada a pagar uma indemnização em caso de cancelamento ou atraso na chegada se puder provar que esse cancelamento ou atraso se ficou a dever a circunstâncias extraordinárias que não poderiam ter sido evitadas mesmo que tivessem sido tomadas todas as medidas razoáveis.


https://europa.eu/youreurope/citizens/travel/passenger-rights/air/index_pt.htm

Jopeg

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
2 Respostas
1046 Visualizações
Última mensagem 16 de Junho 2014, 22:15:43
por jopeg
0 Respostas
764 Visualizações
Última mensagem 18 de Julho 2014, 09:44:55
por aerointeressado
34 Respostas
4568 Visualizações
Última mensagem 15 de Julho 2017, 15:28:41
por brunodias
625 Respostas
69212 Visualizações
Última mensagem 18 de Outubro 2018, 16:52:33
por New Engine Option
0 Respostas
845 Visualizações
Última mensagem 11 de Outubro 2018, 15:42:21
por jopeg

Total 118+0=118 ms, db 0 ms, php 118 ms