jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1508
Citação

GRUPO LUFTHANSA LUCRA +33,1% EM 2017

15-03-2018 (17h09)

O grupo Lufthansa, que inclui a companhia de aviação alemã Lufthansa, a Swiss, a Austrian, a Eurowings e a Brussels, anunciou hoje que alcançou um lucro de 2.364 milhões de euros em 2017, com um aumento em 33,1% relativamente a 2016.


Esse aumento baseou-se numa subida do resultado operacional (EBIT, do inglês para resultados antes de juros e impostos) em 45,5%, para 3.310 milhões de euros, face a um aumento dos proveitos em 12,4%, para 35.579 milhões de euros, com as receitas de tráfego em alta de 15,2%, para 28.399 milhões, em linha com o crescimento do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados), que foi em 15,2%, mas superior ao aumento da capacidade (em ASK, lugares x quilómetros voados), que teve um aumento em 12,7%.


Estes dados indicam que o grupo teve no ano passado uma estagnação do yield (preço médio por quilómetro voado), mas ainda assim subida da receita unitária (por ASK), pela melhoria da taxa média de ocupação dos voos, que subiu 1,8 pontos, para 80,9%.

O grupo especificou, aliás, que no ano passado teve um aumento da receita média total em 0,9%, embora o yield tenha baixado 0,7%.

A descida do yield foi, aliás, a tendência dominante, também pelo factor cambial, com decréscimos em 2,4% na Europa, 0,6% nas Américas, 0,4% na Ásia e Pacífico e 9,5% no Médio Oriente e África.

O principal impulso para o aumento de resultados veio do lado dos custos, cujo aumento ficou em 9,6%, para 34.808 milhões de euros, com +7,1% em fuel, para 5.232 milhões de euros, e 10,8% em outros encargos, para 6.357 milhões, enquanto em pessoal o aumento foi em 23,5%, para 8.172 milhões.

Por companhias, o grupo indica que a Lufthansa German Airlines teve 16.441 milhões de euros de proveitos, em alta de 6,7%, a Swiss teve 4.727 milhões, em alta de 5,7%, a Austrian teve 2.358 milhões, em alta de 9,5%, e as companhias ponto-a-ponto (Eurowings e Brussels) tiveram 4.041 milhões, em alta de 96,2%.

Os resultados operacionais (EBIT) foram de 2.067 milhões na Lufthansa German Airlines, a subirem 23,2%, 550 milhões na Swiss, em alta de 36,5%, 101 milhões na Austrian, em alta de 57,8%, e as companhias ponto-a-ponto saíram de um prejuízo de 103 milhões em 2016 para um lucro de nove milhões no ano passado.


http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/grupo-lufthansa-lucra-331--em-2017/

Jopeg

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1508
Citação

Aegean encomenda 42 novos aviões Α320neo e A321neo

A companhia aérea grega Aegean, representada no nosso país pela Summerwind Portugal, assinou um memorando de entendimento com a Airbus para a compra de 42 novos aviões da família A320neo, num investimento avaliado em cinco mil milhões de dólares.


Esta encomenda vai permitir à transporta aérea aumentar a oferta de novos serviços para os seus passageiros, bem como a capacidade de expansão para novos destinos e mercados, aumentando ainda e significativamente a competitividade, ao mesmo tempo que vê reduzido substancialmente os custos operacionais.

A conclusão e assinatura do acordo de compra final com a Airbus, previsto para Junho de 2018, faz parte do programa de expansão e renovação da frota da Aegean.

Os novos aparelhos A320neo e A321neo vão juntar-se aos 46 A320 com que a companhia tem operado e aos 12 aviões turbo hélices que compõem igualmente a sua frota.


http://www.turisver.com/aegean-encomenda-42-novos-avioes-%CE%B1320neo-e-a321neo/

Jopeg

Airliner

  • Mensagens: 927
Citação

Aegean encomenda 42 novos aviões Α320neo e A321neo

A companhia aérea grega Aegean, representada no nosso país pela Summerwind Portugal, assinou um memorando de entendimento com a Airbus para a compra de 42 novos aviões da família A320neo, num investimento avaliado em cinco mil milhões de dólares.


Esta encomenda vai permitir à transporta aérea aumentar a oferta de novos serviços para os seus passageiros, bem como a capacidade de expansão para novos destinos e mercados, aumentando ainda e significativamente a competitividade, ao mesmo tempo que vê reduzido substancialmente os custos operacionais.

A conclusão e assinatura do acordo de compra final com a Airbus, previsto para Junho de 2018, faz parte do programa de expansão e renovação da frota da Aegean.

Os novos aparelhos A320neo e A321neo vão juntar-se aos 46 A320 com que a companhia tem operado e aos 12 aviões turbo hélices que compõem igualmente a sua frota.


http://www.turisver.com/aegean-encomenda-42-novos-avioes-%CE%B1320neo-e-a321neo/

Jopeg
Voei na Aegan no mês passado e tenho a dizer que tem um serviço muitíssimo bem conseguido! Do melhor que há na Europa quanto a serviços.

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1508
Citação

AIR FRANCE KLM E AIR EUROPA PREPARAM JOINT-VENTURE PARA VOOS ENTRE EUROPA E AMÉRICA

01-08-2018 (10h43)

O Grupo Air France KLM e a Air Europa anunciaram hoje que estão a preparar a criação de uma joint-venture para reforçar as ligações aéreas entre a Europa e a América Central e do Sul.


O grupo franco-holandês e a companhia aérea espanhola “estão actualmente a realizar uma análise integral de uma cooperação mais profunda, visando um acordo de joint-venture”, anunciam em comunicado.


“A complementaridade das respectivas redes de/para a América Central e do Sul proporcionará benefícios adicionais significativos para os clientes na forma de melhor conectividade, maior disponibilidade de assentos e uma base para o lançamento de novas rotas e voos directos entre os dois continentes”, acrescentam as empresas.

A Air France-KLM e a Air Europa estão a fazer uma análise jurídica aprofundada dos termos do acordo, a fim de garantir o cumprimento de todas as leis e regulamentos aplicáveis.

O grupo Air France KLM e a Air Europa, membros da aliança SkyTeam, mantêm uma cooperação há vários anos, que consiste maioritariamente em acordos de code-share para voos além Paris e Amesterdão, por um lado, e além Madrid, por outro.

O acordo de code-share com entre a Air France a Air Europa, iniciado em 2003, abrange 21 rotas europeias, enquanto o acordo entre a KLM e a Air Europa, iniciado em 2002, inclui 19 rotas europeias.

“O aprofundamento da nossa cooperação com a Air Europa através de uma joint-venture fornecerá uma base sólida para que trabalhemos ainda mais juntos, a fim de melhorar a nossa oferta nas rotas entre a Europa e a América Central e do Sul”, disse Frédéric Gagey, CEO e CFO do grupo Air France-KLM.

“Estamos orgulhosos de estarmos a fortalecer e a expandir as bem-sucedidas relações que temos com a Air FranceKLM, e a trabalhar juntos como parte do novo projecto de cooperação entre a Europa e a América Central e do Sul”, afirmou, por sua vez, Javier Hidalgo, CEO da Globalia, grupo que detém a Air Europa.

“Estamos convencidos de que esta nova aliança proporcionará grandes benefícios para ambas as companhias aéreas, além de vantagens consideráveis para os nossos clientes”, acrescentou Hidalgo.

Também as companhias aéreas TAP e Azul estão a preparar a criação de joint-venture para voos transatlânticos, e perspectivam chegar a acordo até ao fim deste ano.


http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/air-france-klm-e-air-europa-preparam-joint-venture-para-voos-entre-europa-e-america/

Jopeg

jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1508
Citação

AEGEAN CRESCE 5% EM 2018 E LUCRA +13% APESAR DO CUSTO ACRESCIDO DO COMBUSTÍVEL

01-04-2019 (13h14)


A Aegean Airlines, companhia de aviação grega que voa do seu hub em Atenas para Lisboa e para o Porto, anunciou que concluiu 2018 com um aumento das receitas em 5%, para 1.187,4 milhões de euros e o lucro em alta de 13%, para 67,9 milhões, apesar do combustível ter custado mais 41,1 milhões (+20%, para 245,6 milhões).


O balanço divulgado pela Aegean realça que teve um aumento de passageiros em 6% ou 754 mil, para 13,97 milhões, e que os seus voos tiveram uma taxa de ocupação de 83,9%, em alta de 0,7 pontos.


A informação indica adicionalmente que além do crescimento da procura, a companhia vendeu melhor a capacidade, com a receita unitária (por lugar voado um quilómetro) a subir 2%, reflectindo a melhoria da taxa de ocupação e um aumento em 1% do yield ou preço médio por quilómetro voado.

Ainda assim, o resultado operacional (EBIT, de resultados antes de juros e impostos) caiu 8%, para 92,7 milhões de euros, que a companhia atribui “principalmente” ao aumento do custo dos combustíveis, e o aumento do lucro líquido decorre nomeadamente de redução das amortizações e do imposto sobre lucros.


http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/aegean-cresce-5--em-2018-e-lucra-13--apesar-do-custo-acrescido-do-combustivel/

Jopeg

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
12 Respostas
2109 Visualizações
Última mensagem 20 de Outubro 2014, 04:01:20
por Maintrol
59 Respostas
6715 Visualizações
Última mensagem 31 de Maio 2016, 08:04:26
por Spark
708 Respostas
83673 Visualizações
Última mensagem 21 de Setembro 2019, 03:55:49
por ptevos
204 Respostas
25843 Visualizações
Última mensagem 20 de Fevereiro 2018, 00:00:08
por jopeg
TAP 2018 (números e ocupações)

Iniciado por jopeg « 1 2 ... 7 8 » TAP

112 Respostas
15202 Visualizações
Última mensagem 06 de Julho 2019, 11:00:12
por FLopes

Total 114+0=114 ms, db 0 ms, php 114 ms