Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
Boa tarde.
Muitas vezes vejo vídeos no YouTube relacionados com a aviação (Captain Joe e Mentour Pilot) em que se fala da importância de ter bases em física e matemática para um futuro piloto.
No entanto isto levou me a ter algumas dúvidas.
1 Que tipo de bases estamos a falar (ser bom aluno a matemática e física?). Estamos a falar de ter conhecimentos avançados a matemática e física? (já ouvi pessoas a dizer que estas bases são importantes apenas durante o treino e o ATPL)
2 Química também é importante para alguém que queira ser piloto?
3 Existe alguma disciplina de inglês da aviação que seja obrigatória para todos os pilotos de língua materna não inglesa? E se sim serão relativamente fáceis para um aluno de 19/20 a inglês no secundário?

Teixeira

  • Mensagens: 30
Boa tarde.
Muitas vezes vejo vídeos no YouTube relacionados com a aviação (Captain Joe e Mentour Pilot) em que se fala da importância de ter bases em física e matemática para um futuro piloto.
No entanto isto levou me a ter algumas dúvidas.
1 Que tipo de bases estamos a falar (ser bom aluno a matemática e física?). Estamos a falar de ter conhecimentos avançados a matemática e física? (já ouvi pessoas a dizer que estas bases são importantes apenas durante o treino e o ATPL)
2 Química também é importante para alguém que queira ser piloto?
3 Existe alguma disciplina de inglês da aviação que seja obrigatória para todos os pilotos de língua materna não inglesa? E se sim serão relativamente fáceis para um aluno de 19/20 a inglês no secundário?

Também tenho essas questões tenho 16 anos e quero muito ser piloto e gostaria de me informar mais sobre isso.
Principalmente a da Química, é necessário?
Abraço
« Última modificação: 01 de Março 2018, 15:40:57 por Teixeira »


Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
Parece que estamos os dois no mesmo barco. Esta vida de 10 ano em ciências não é fácil...

brunodias

  • Mensagens: 3612
Eu tirei o PU e sempre me disseram que bastava contas de merceeiro,agora se para a frente do curso é necessario mais matemática não sei
Ingles especifico acho que não há, mas convem saber ingles, tanto falado como escrito

sdo

  • Moderador
  • Mensagens: 585
Existe o inglês ICAO e é necessário para fazer comunicações fora de Portugal. Diria que qualquer pessoa que se desenrasque a inglês consegue ter o nível mínimo exigido. O resultado no exame é de 1 a 6 e o mínimo para ser aprovado é 4. O resultado também influência a frequência com que se tem de repetir o exame. Salvo erro, com nível 6 é vitalício.

Disciplinas importantes, boas bases de física e matemática ajudam bastante. Química dá uma ajuda para propulsão, mas não é tão fundamental.
« Última modificação: 01 de Março 2018, 22:08:49 por sdo »


JSilvazito

  • Mensagens: 267
3 Existe alguma disciplina de inglês da aviação que seja obrigatória para todos os pilotos de língua materna não inglesa? E se sim serão relativamente fáceis para um aluno de 19/20 a inglês no secundário?

Tem sido requisito o inglês aeronáutico nível 4 ICAO, para além do dominio do português e inglês escrito e falado..

https://www.appla.pt/Files/PortalReady/v000/pdf/Ingles-Aeronautico/ICAO-language-Proficiency-Rating-Scale.pdf

Cumprimentos,

Teixeira

  • Mensagens: 30
Parece que estamos os dois no mesmo barco. Esta vida de 10 ano em ciências não é fácil...

Como tu sabes...
Estás em biologia ou geometria Tomás?

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
Geometria. Não por grande amor à disciplina mas porque em biologia não me apanhavam de certeza (eu fui nascido para as máquinas e não para os animaizinhos como eu costumo dizer). O que é realmente complicado é mesmo fq. Matemática como vinha relativamente bem preparado do 9 ano não demorei muito a habituar me ao 10. Química então é que é mesmo o cadeirão...

drisssouid

  • Mensagens: 127
Eu como estudante de ATPL posso dar os meus two cents.
As bases de matemática e física são sim importantes mas nada têm a ver com as notas que tiras no secundário. Quando se fala em bases estamos a falar do básico das disciplinas, nomeadamente teorema de pitágoras, equações de 2º grau, forças e leis do movimento, não muito mais que isso. Portanto grande parte da matéria do secundário não tem nenhuma ou pouca importância como funções, probabilidades, etc. A física na aviação só vai ter um grande papel na parte téorica e em disciplinas específicas tais como principles of flight, ou as disciplinas de navegação. Já a matemática vai ser utilizada durante quase todo o curso, e já agora um conselho, não deixem de treinar cálculo mental, vai ser um grande amigo vosso :)
Quanto à química, é uma disciplina irrelevante para alguém que queira ser piloto, tirando uma coisita ou outra em meteorologia tal como processos físicos da água, mas isso até é mais cultura geral do que química de secundário na minha opinião, e como o sdo disse em engines a parte da propulsão.
No meu curso estão incluídas para todos, nativos ou não, curso de inglês geral e inglês aeronáutico para preparar os alunos para o exame de inglês, mas creio que estes cursos não estão disponiveis em todas as escolas. Como já aqui foi referido sobre os níveis ICAO, quem tiver nível 6 (máximo) nunca mais terá que fazer testes em inglês, caso contrário este exame é anual. Eu acabei o secundário com 19  a inglês e nos exames de admissão da minha escola fiquei com nível 5, quase nível 6. Sobre o inglês acho que não há muito mais a dizer, convém dominarem bem a língua, certas companhias aéras dão muito valor ao nível de inglês dos candidatos.

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
Muito obrigado pela resposta! Devo admitir que fiquei admirado com a parte de matemática. Pensava que era necessário um nível mais alto. Química de secundário assusta-me um bocado. Estamos agora a iniciar a parte de física que eu sempre gostei mais embora continue a ser exigente. Já agora se não for incomodo perguntar, tiraste algum curso superior antes do ATPL?
Cumprimentos

TiagoC

  • Mensagens: 23
Tomás, não apanhei o novo programa de físico-química, mas química costuma ser, geralmente, mais acessível e em física é mais perceber as coisas, nada que não se faça 😉

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
O novo programa tal como muita coisa saída do ministério da educação não é muito bem pensado. O costume. Carradas de matéria para serem dadas em pouco tempo. Então em matemática é mesmo ridículo visto que os professores têm a perfeita noção de que não vão conseguir acabar o programa. Pelo que me chegou aos ouvidos as metas são feitas por professores universitários que não têm grande noção da realidade do secundário. Fq é simplesmente colocar a imensa matéria em apenas 2 anos. (10/11). Em princípio no 12 ano vou escolher física e inglês como disciplinas opcionais.

Teixeira

  • Mensagens: 30
Geometria. Não por grande amor à disciplina mas porque em biologia não me apanhavam de certeza (eu fui nascido para as máquinas e não para os animaizinhos como eu costumo dizer). O que é realmente complicado é mesmo fq. Matemática como vinha relativamente bem preparado do 9 ano não demorei muito a habituar me ao 10. Química então é que é mesmo o cadeirão...

Também estou em geometria, sabendo que biologia era lixado e teria de estudar bastante e isso era capaz de me lixar, e também já me habituei com as notas de Química mas agora a física está a melhorar. Matemática está bom, mas o meu medo é inglês, tenho 13/14.
Abraço

Teixeira

  • Mensagens: 30
O novo programa tal como muita coisa saída do ministério da educação não é muito bem pensado. O costume. Carradas de matéria para serem dadas em pouco tempo. Então em matemática é mesmo ridículo visto que os professores têm a perfeita noção de que não vão conseguir acabar o programa. Pelo que me chegou aos ouvidos as metas são feitas por professores universitários que não têm grande noção da realidade do secundário. Fq é simplesmente colocar a imensa matéria em apenas 2 anos. (10/11). Em princípio no 12 ano vou escolher física e inglês como disciplinas opcionais.

Nem mais, então se tiveres uma professora como a minha que o que lhe interessa é dar a matéria para dizer que não deu, chegas a ter aulas só a copiar matéria.
Abraço

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 83
Nem mais. Eu também me queixo que nós os de ciências devíamos ter português B porque vamos ser honestos, nós perdemos muito tempo a dar coisas que nada têm a ver com o curso. Para inglês o truque é ver séries inglesas. Eu aprendi inglês a ver séries da BBC como o Allo Allo, Top Gear ou Fawlty Towers. Não sou o melhor para falar de táticas de estudo para inglês visto que já não estudo para um teste dessa disciplina à uns aninhos... Mas com esforço e prática tudo se consegue!

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
831 Visualizações
Última mensagem 12 de Junho 2014, 21:54:31
por cessna120
1 Respostas
612 Visualizações
Última mensagem 28 de Julho 2014, 00:59:15
por iloper
1 Respostas
1605 Visualizações
Última mensagem 11 de Agosto 2014, 21:11:58
por mayo
3 Respostas
812 Visualizações
Última mensagem 18 de Setembro 2014, 23:38:49
por jopeg
1 Respostas
383 Visualizações
Última mensagem 18 de Agosto 2016, 13:59:47
por Major Alvega

Total 169+-1=168 ms, db 0 ms, php 168 ms