Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 679
Boa noite
Vi à pouco tempo um vídeo em que se falava da possibilidade da Emirates cancelar as suas encomendas de 777 X por causa de uma confusão qualquer com o tratado de céu aberto com os Estados Unidos armada pelo sr Trump.
O que acham disto? Isto pode mesmo ir para a frente ( já se ouviu o presidente da Emirates bastante zangado com o assunto)? Isto podia dar problemas sérios à Boeing?

Teixeira

  • Mensagens: 32
Se isto for verdade (ainda não li nada sobre isto) é uma grande perca para a boeing, pois a emirates encomendou 115 9x e 35 8x (segundo a wikipedia).
como todos nós sabemos a emirates tem uma grande influência no mercado de aeronaves.
Nem sei se isto pode influenciar os 40 787-10 que a emirates encomendou em 2017.
E isto pode fazer com que a emirates compre o a350.
Abraço
« Última modificação: 04 de Março 2018, 22:39:50 por Teixeira »


Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 679
Se isto realmente for para a frente a Boeing vai perder vários milhares de milhões de dólares e já se chegou a falar em despedimentos se esta encomenda não avançar. Uns senhores em Toulouse devem estar contentes da vida à espera que toque o telefone para começarem a anotar pedidos...
A Boeing não se pode mesmo dar ao luxo de perder esta encomenda. Já não bastou a desilusão do programa 747-8...
Não se ponham a pau não

miguel1999

  • Mensagens: 95
Se isto acontecesse não vejo a Emirates a encomendar 150 A350-1000. Talvez a Airbus exploraria uma versão -1100?
« Última modificação: 04 de Março 2018, 23:25:21 por miguel1999 »


Teixeira

  • Mensagens: 32
Se isto acontecesse não vejo a Emirates a encomendar 150 A350-1000. Talvez a Airbus exploraria uma versão -1100?

Seria bastante interessante ver um novo projeto para o a350

brunodias

  • Mensagens: 3878
Tirando que o trump não armou confusão nenhuma, ele já disse que não se mexe nisso, disse muito antes de vir esse rumor

E se a emirates cancelar, o avião vai ter 1 inicio muito complicado, mas quando chegar ao ciclo de trocar os 77w a boeing teria sempre 1 quota desse mercado

Isso é mais 1 desejo da delta do que 1 realidade

Mas também convém não esquecer que este novo 777 não vai ter tanto sucesso como o outro, o outro vendia como tudo porque era facil bater no ceguinho, agora já tem 1 concorrente serio
« Última modificação: 05 de Março 2018, 00:29:25 por brunodias »


toto1100

  • Mensagens: 2435
Que confusao que para ai vai. O Trump nao foi dito nem chamado para o assunto. Das poucas vezes que falou do assunto ate foi bastante acolhedor para a causa dos paises do Golfo.
A "confusao" foi armada por tres companhias americanas (AA, DL, UA) nada mais. O governo do Obama mandou-os dar uma volta (porque nao tinham base legal, porque ate achavam piada á ideia) e o Trump nunca lhes ligou puto.
Isso que viste de qualquer das formas ja esta desatualizado. As tres companhias americanas anunciaram ha uns tempos que se iam focar na Qatar e desistir de falar na Emirates e na Etihad. Uma semana depois foi anunciado um acordo entre o Qatar e os EUA para resolver a questao, e as tres companhias americanas anunciaram vitoria, apesar de ter sido uma derrota em toda a linha (a Qatar a unica coisa que vai ter que fazer vai ser mudar a sua contabilidade, que vai continuar a ser o que é agora mas vai ter a assinatura de uma grande companhia ocidental como a Accenture ou a EY).

JB

  • Mensagens: 110
Quando assentar a poeira (investigacao) o (a) Qatar vai sair por cima. Os EAU, Bahrein e Arabia Saudita que se cuidem com o bloqueio que estao a fazer ao Qatar. E mesmo, o Trump e o genro nao ligam "puto" nao... Info no Washington Post, NY Times, etc.
JB

toto1100

  • Mensagens: 2435
E que tem isso a ver com a conversa?
Isto nao tem nada a ver com o bloqueio do Qatar, tem a ver com a tentativa das companhias aereas americanas acabarem com o Open Skies para o Qatar e os EAU.
No tempo do Obama nao conseguiram. Tentaram de novo com o Trump e nao conseguiram de novo (embora reclamem por vitoria), conseguiram umas meras mudancas contabilisticas, mas ate isso vem com a ressalva de "to the extent they are not already doing so": https://www.cnbc.com/2018/01/30/under-pressure-from-us-airlines-qatar-airways-agrees-to-open-its-books.html
No inicio ate se achava que a Qatar se tinha compremetido a nao fazer voos de 5a liberdade para os EUA, mas no dia a seguir soube-se que o que estava no acordo é que nao tinham previsto no presente qualquer voo de 5a liberdade (nem precisam de o fazer agora, poe a Air Italy a faze-los por eles se precisarem).

toto1100

  • Mensagens: 2435
A historia de como a Delta, e por consequencia as outras duas, se decidiu focar na Qatar em vez da Emirates/Etihad: http://uk.businessinsider.com/delta-ceo-emirates-etihad-qatar-airways-rivalry-complex-2018-1?r=US&IR=T
Tendo havido novidades logo uns dias depois conseguiram reclamar vitoria: "focamo-nos na Qatar e agora aconteceu isto. Que bons que somos!" - obviamente que eles ja sabiam que ia haver novidades, dai terem vindo a publico com isto.
« Última modificação: 05 de Março 2018, 12:57:56 por toto1100 »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
7 Respostas
4743 Visualizações
Última mensagem 21 de Abril 2014, 18:28:35
por Mariovieira
2 Respostas
634 Visualizações
Última mensagem 18 de Julho 2014, 17:48:18
por zulutango
0 Respostas
503 Visualizações
Última mensagem 03 de Outubro 2014, 20:28:19
por FlyLPFR
15 Respostas
1663 Visualizações
Última mensagem 14 de Novembro 2016, 22:51:08
por Spak
1 Respostas
739 Visualizações
Última mensagem 12 de Dezembro 2017, 01:30:11
por iloper

Total 73+-1=72 ms, db 0 ms, php 72 ms