nunopinheiro

  • Mensagens: 4704
brunodias dai eu ter referido que o que a airbus tem de investir na linha de produção.
Em relação a vendas acho que se deve comparar o CS com o E2 afinal tem basicamente os mesmos motores e tal.

toto1100

  • Mensagens: 4221
O E2 tb esta a ser um fracasso jeitoso.
E que eu saiba a Bombardier tb vende os CRJ ha mt tempo. E tb continua a vender.
(Sim, eu sei que os CRJ continuam na Bombardier)
« Última modificação: 09 de Julho 2018, 20:35:52 por toto1100 »


VNE

  • Mensagens: 1324
brunodias eu que gosto muito dos E's tenho de apontar que o CS tem muito mais vendas acumuladas que os E2's 402 vs 128 (desconto os 100 E175-E2, ja que não é no mesmo segmento).

O problema do CS é que o developement foi muito caro e os custos de capital pesam muito,  (nota para quem acha que projectos visionarios são sempre bons independentemente do custo). Para a airbus que tem acesso a muito mais capital não é um problema muito grande.

VNE o caro ou barato depende sempre de quem vende e quem compra, o problema da embraer ficou escrito na parede quando a Bombardier capitulou e deu o CS a Airbus, com os bolsos muito mais fundos a Airbus pode simplesmente financiar todas as vendas de CS's a preços que a Embraer não consegue competir, (isto de comprar aviões implica empréstimos e operações financeiras complexas e com custos). A embraer tinha forçosamente de arranjar um parceiro com bolsos fundos muito fundos, ora como só há realmente um credível coloca a embraer numa posição negocial fraca, dai eu achar que se for cash livre foi caro, uma vez que a posição negocial da Boeing era muito favorável.

E algum dia a Boeing pagava 3.8b por uma coisa que não valesse 8b?

brunodias

  • Mensagens: 4657
Os ejet tem Number built    1,414 As of 31 March 2018 e tem no e2 mais 228 encomendas
O cs tem 402 encomendas

Eu sei que isto vai dar numa de o Bruno é contra a airbus e por isso esta a dizer que o ejets vendem mais, mas a verdade é que vendem mesmo, porque o cs já recebe encomendas há 9 anos, não consigo os dados para os ejet desde 2009 mas muito dificilmente não fez as menos de 200 que falta só para igualar o cs

Agora a verdade é que o cs é um excelente avião e nunca entendi como não vende mais

Nuno se desconta-se o 175 porque não descontar o cs300 afinal já esta ali num segmento 1 pouco acima, porque no fundo a competição é ali entre o cs100 e o 190 e 195

Sempre pensei que o cseries fosse roubar 1 bocado de quota de mercado aos airbus e boeing
« Última modificação: 09 de Julho 2018, 22:41:09 por brunodias »


nunopinheiro

  • Mensagens: 4704
Bruno o cs levou com dumping de preços da A e da B, e triste mas é verdade é a possibilidade de um cs500 colocava este bem dentro do segmento range e capacidade NB da A e da B ora elas não podiam permitir isso.
Nisso a Embraer criou um modelo bem melhor que nunca assustou as duas grandes, pequeno regional bem afastado dos 320 é 737...
Parece que o jogo na Airbus agora passa por recentrar a sua capacidade nos a320 a volta do A321 é lançar o A200 ou lá como o vão chamar para o segmento de capacidade abaixo.
A boeing deve fazer o mesmo ou algo parecido se bem que IMO devia relançar o B737 com um modelo um bocadinho maior e mais alto de forma a poder levar com motores com maior bypass ratio.
« Última modificação: 09 de Julho 2018, 23:56:08 por nunopinheiro »


VidocQ

  • Mensagens: 348
Isso seria interessante nuno mas num modelo com já 50 anos há coisas que "by design" já não compensa mudar, onde investir para "arranjar" um modelo velho fica mais caro que passar a um novo modelo apartir do nada.

Por exemplo o B737 é baixo e precisa de mais "clearence" para um motor com mais bypass mas isso gera outros problemas, por exemplo onde arranjar espaço na "landing gear box" para o novo trem de aterragem refeito, e como fica então em termos de dimensão a "wingbox", e isso mexe com o MTOW , etc..



Voltando ao tópico, acho que ainda é cedo para cantar vitória seja para que lado fôr.É preciso ver as condições de ambos os negócios e ver como se vão integrar as novas empresas no mercado e com que aeronaves.
A minha verdadeira preocupação é com o duopólio, e a redução de players no mercado.Pode dar azo a maus efeitos de mercado.
« Última modificação: 10 de Julho 2018, 08:32:57 por VidocQ »

A388 / A321(321/32B) / A320(320/32A) / A319 / A318 / B773(77W) / B738(73H) / B737(73G/73W)
E195 / E190 / E145 / CRJK(X) / CRJ9 / F100 / RJ85 / AT76 / DH8D(NG)
TP / AF / KL / LH / LX / BA / OS / TK / SK / ZI / TO / FR / U2 / EW / A5 / C9 / D8 / UX / EK / V7 / 0B / SN

toto1100

  • Mensagens: 4221
E algum dia a Boeing pagava 3.8b por uma coisa que não valesse 8b?

Sim, possivelmente. Tambem pagou $30 mil milhoes para desenvolver o 787 e teve que dar o investimento como perdido. Parte do desenvolvimento do 747-8 idem. Parte (todo?) do desenvolvimento do KC-46 idem. Ter avancado pra Embraer logo depois do negocio do C-Series parece indicar que tambem o que a moveu nao foi exatamente so a oportunidade de negocio (ou entao foi uma coincidencia do camandro, tambem é possivel).
As pessoas (individuais ou coletivas) nao fazem sempre so bons negocios (e ainda bem).

toto1100

  • Mensagens: 4221
Os ejet tem Number built    1,414 As of 31 March 2018 e tem no e2 mais 228 encomendas
O cs tem 402 encomendas

Eu sei que isto vai dar numa de o Bruno é contra a airbus e por isso esta a dizer que o ejets vendem mais, mas a verdade é que vendem mesmo, porque o cs já recebe encomendas há 9 anos, não consigo os dados para os ejet desde 2009 mas muito dificilmente não fez as menos de 200 que falta só para igualar o cs

Se é para fazer isso tens obviamente que juntar as encomendas dos CRJ no mesmo periodo. Que estas a considerar todos os avioes da Embraer e omitir uma gama completa da Bombardier. Martelar os numeros é uma coisa, mas ha limites.
« Última modificação: 10 de Julho 2018, 08:56:03 por toto1100 »


nunopinheiro

  • Mensagens: 4704
VidocQ há dois vencedores óbvios a Airbus e a Boeing, o mais provável é que dividam o segmento 100-170 pax entre si com a boeing a ficar com a maioria da metade a abaixo e a airbus com a metade acima, refletindo o que é a estratégia das duas empresa em praticamente todos os segmentos a exceção dos A320/B737.

E sim a Boeing tem de lançar um novo single isle para substituir o 737, e provavelmente ajustar este para uma otimização a volta  170-210 1000-3000 nm pax. A airbus parece que vai apostar cada vez mais no segmento 190-230 pax 1000-3000+ nm .

nunopinheiro

  • Mensagens: 4704
Entretanto quase que adivinhava como a Airbus havia de chamar ao CS ,  A220-100 , A220-300

Adob

  • Mensagens: 232
Nisto tudo a Embraer foi a grande engolida.

Mas também não tinham outra hipótese dado o insucesso do E2.

Porque a Bombardier continua com a sua gama CRJ (que a fez o que é hoje) independente, apenas acabou por perder o controlo do projecto CS. Foi uma aposta falhada porque a Bombardier tentou ganhar mercado entre o duopólio e acabou a ver o seu projecto engolido pela Airbus.

A Embraer, tal como a conhecemos hoje, acabou e a Boeing absorveu-a. Já a  Bombardier poderá continuar independente no segmento <100 pax, apenas e tão só perdeu a aposta da extensão ao segmento >100 pax.

E os valores dos negócios reflectem isso.

brunodias

  • Mensagens: 4657
Os ejet tem Number built    1,414 As of 31 March 2018 e tem no e2 mais 228 encomendas
O cs tem 402 encomendas

Eu sei que isto vai dar numa de o Bruno é contra a airbus e por isso esta a dizer que o ejets vendem mais, mas a verdade é que vendem mesmo, porque o cs já recebe encomendas há 9 anos, não consigo os dados para os ejet desde 2009 mas muito dificilmente não fez as menos de 200 que falta só para igualar o cs

Se é para fazer isso tens obviamente que juntar as encomendas dos CRJ no mesmo periodo. Que estas a considerar todos os avioes da Embraer e omitir uma gama completa da Bombardier. Martelar os numeros é uma coisa, mas ha limites.

Por muitas voltas que des os numeros não mentem, a embraer vendeu mais, eu nem meti todos os aviões embraer ao contrario do que dizes

Adob

  • Mensagens: 232
Que se saiba o CS tem mais encomendas que o E2 e só esses serão comparáveis.

Ir buscar os números da geração anterior E175/190/195, enfim, só mesmo para as comparações que o Bruno gosta de fazer... lol

brunodias

  • Mensagens: 4657
Sim o justo é comparar 1 que recebe encomendas desde 2009 com 1 que recebe encomendas ai desde 2013, coisas há bruno claro


O que vale é que me farto de rir, mesmo assim a diferença esta em cerca de 180 aviões, secalhar deviam ir buscar as encomendas do E desde 2009, mas secalhar não convem, vamos só comparar o cs desde 2009 com o E2 desde 2013

nunopinheiro

  • Mensagens: 4704
seja como for e o que o bruno diz faz algum sentido (no que ao comparar maças com maças no mesmo periudo de tempo), nem um nem outro têm grandes vendas recentemente (os 400 cs's)  é o que a B ou A vendem de NB num evento qq.
espero que com a capacidade financeira de A e B ambos os modelos vendam muito melhor daqui para a frente, eu agradeço e muito já que os prefiro em termos de conforto as latas de sardinha B737 e A320
« Última modificação: 10 de Julho 2018, 23:30:53 por nunopinheiro »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
870 Visualizações
Última mensagem 08 de Julho 2014, 14:38:29
por aerointeressado
1 Respostas
972 Visualizações
Última mensagem 30 de Julho 2014, 09:01:06
por Flyz
6 Respostas
1578 Visualizações
Última mensagem 04 de Dezembro 2014, 00:06:31
por Caravelle
6 Respostas
860 Visualizações
Última mensagem 28 de Maio 2019, 12:03:37
por toto1100
0 Respostas
332 Visualizações
Última mensagem 08 de Novembro 2019, 16:59:20
por BSilva

Total 125+0=125 ms, db 0 ms, php 125 ms