Nakano

  • Mensagens: 226
https://www.motor24.pt/motores/barcos-avioes/o-que-acontece-quando-um-controlador-aereo-e-um-piloto-discutem-isto/

"Todos temos direito a um mau dia no trabalho, mas quando a nossa profissão envolve transportar centenas de passageiros num avião, a milhares de pés de altura, é preciso ter nervos de aço. Principalmente, quando temos de dialogar com um controlador de tráfego aéreo um pouco…confuso.

O Aeroporto John F. Kennedy, Nova Iorque, é um dos mais movimentados do mundo e o tráfego aéreo que se cria em volta de toda esta zona dos Estados Unidos pode facilmente transformar-se em caos. Para impedir o pior, é necessário que a comunicação entre pilotos e controladores aéreos funcione na perfeição. Mas, por vezes isso não acontece e resulta numa valente dor de cabeça para todos os envolvidos. Principalmente os passageiros que sentados nos bancos não fazem a mínima ideia do quão delirante pode ser a simples tarefa de escolher uma rota. Como o que aconteceu com um voo da companhia aérea irlandesa, Aer Lingus.

O tempo não era o mais favorável, com muita chuva e tempestade a formar-se em cima de Nova Iorque. Nada que impedisse um avião de voar, mas os cuidados eram (naturalmente) redobrados. Ao descolar do Aeroporto JFK, é indicado ao piloto do Airbus A330 para virar à esquerda. Ora, este nota imediatamente que o clima naquela direção não era o mais favorável e comunicou ao controlador aéreo que preferia não passar por ali. E é a partir deste ponto que tudo se complica.

“Tenho seis categorias de clima aqui e essa é a categoria mais leve”, atirou o controlador. “Todos já voaram através dela” [Diálogo em branco]

Perante o dilema, o controlador não teve outra solução senão manter o voo da AerLingus em espera e isso resultou num padrão circular na zona de Coney Island. Facto irónico, já que este carrossel aconteceu em cima da zona conhecida pela Feira Popular.

Já saturado da situação, o piloto da Aer Lingus perguntou se poderia voar na direção de “GREKI”, o nome de código atribuído a um ponto de referência a nordeste da cidade de Nova Iorque, no Estado do Connecticut, cuja rota vai ao encontro do destino pretendido: Irlanda.

“Shamrock 104, é impossível dirigir-se a GREKI agora. Foi você que se colocou nesta posição!”, repreendeu o controlador.

Eventualmente, o voo da Aer Lingus acabou por prosseguir caminho sem gastar, desnecessariamente, mais nenhuma gota do combustível calculado para sobrevoar o oceano Atlântico e a paciência dos envolvidos."

brunodias

  • Mensagens: 3911
Não vejo nada de mal, o controlador tem a sua "sequência" e o piloto a sua  de pilotar e achar a sua segurança.O piloto achou que não devia voltar pela esquerda ali, e o controlador não pode chegar e passar este avião para a frente dos outros que por acaso cumprem a sequência

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
1106 Visualizações
Última mensagem 01 de Janeiro 2016, 23:03:18
por andrepereira
2 Respostas
1050 Visualizações
Última mensagem 15 de Outubro 2017, 17:09:42
por nunonunes097
4 Respostas
951 Visualizações
Última mensagem 27 de Agosto 2018, 21:04:43
por eascensao
1 Respostas
744 Visualizações
Última mensagem 18 de Novembro 2017, 16:09:31
por Caravelle
5 Respostas
1269 Visualizações
Última mensagem 10 de Janeiro 2018, 20:10:00
por alf2005

Total 42+0=42 ms, db 0 ms, php 42 ms