MiguelRei

  • Moderador
  • Mensagens: 1471
    • Instagram
Citação de: Diário de Notícias
(...)Ao todo, até 2025, a TAP vai receber 71 novos aviões(...)
Diário de Notícias

Desculpem puxar um tema tão batido, mas eu nunca fiquei 100% esclarecido.
Se no fim de 2025 a TAP realmente tiver 71 novas aeronaves, e tendo em conta que ficam:
  • 8 Airbus A320 (CS-TMW, CS-TNP, NQ, NR, NS, NT, NU, NV
  • 7 Airbus A330 (CS-TOL, OM, ON, OO, OP, OQ, OR

Ou seja, a frota da TAP Portugal fica com 86 aeronaves?
Não sei se os TNW TNX (12 anos) e TNY (7 anos) também ficam ou não

efpmeneses

  • Mensagens: 770
Mas 2025 podem já não ser 7 A330-200, porque o CS-TOR e CS-TOQ já terão ultrapassado os 20 anos e provavelmente serão substituídos por dois dos A339 Neo já contextualizados, ou então não são substituídos diretamente e o serviço passa a ser assegurado pelos A321Neo LR... que entretanto também chegam...

E também os CS-TMW e CS-TNP também terão passado os 20 anos....
Cumprimentos
Élvio Meneses

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 680
Para ser honesto até 2025 (daqui a 7 anos) a TAP provavelmente deve ter feito mais umas encomendas ou mudado alguma coisa nas suas. Sabe se lá se daqui a uns anos não encomendam mais a339... Ou um  a338 sei lá. O que interessa é que embora essas previsões de agora sejam algo precisas não me admirava nada que houvesse mais encomendas pelo meio disto. Além disso também não se sabe ao certo como é que as coisas vão ficar na frota da portugalia por isso ainda temos muito que adivinhar e especular. Mas é para isso que aqui estamos  ;)

MiguelRei

  • Moderador
  • Mensagens: 1471
    • Instagram
Por este tópico ser novo, parece-me crucial replicar esta informação importante que está no tópico velho:
Estimados foristas,

Venho por este meio atualizar alguma da informação compartilhada anteriormente (em Março/2018) sobre a saída de aviões da frota TAP em 2018 e 2019 (não contempla frota PGA e White).
Esta informação é datada de 28/08/2018.


Saídas 2018:

- 1 A319 – Outubro: CS-TTQ
- 1 A320 – Dezembro: F-HBIS
- 2 A330-200 – Março: CS-TOJ; Outubro: CS-TOH

Saídas 2019:

- 3 A319 – Maio: F-HBAL; Outubro: CS-TTA e CS-TTB
- 1 A320 – Janeiro: CS-TQD
- 5 A330-200 – Março: CS-TOI; Abril: CS-TOE; Outubro: CS-TOF; Novembro: CS-TOG e CS-TOK
- 4 A330-300 – Março: CS-TOU; Abril: CS-TOV; Julho: CS-TOX; Agosto: CS-TOW
- 4 A340-300 – Janeiro: CS-TOA e CS-TOB; Fevereiro: CS-TOC e CS-TOD

Todas as datas aqui mencionadas referem-se aos meses em que os aviões irão passar a operar (entradas) ou serão retirados de operação (saídas).

Cumprimentos

CS-TUK

  • Mensagens: 81
Para ser honesto até 2025 (daqui a 7 anos) a TAP provavelmente deve ter feito mais umas encomendas ou mudado alguma coisa nas suas. Sabe se lá se daqui a uns anos não encomendam mais a339... Ou um  a338 sei lá. O que interessa é que embora essas previsões de agora sejam algo precisas não me admirava nada que houvesse mais encomendas pelo meio disto. Além disso também não se sabe ao certo como é que as coisas vão ficar na frota da portugalia por isso ainda temos muito que adivinhar e especular. Mas é para isso que aqui estamos  ;)
Em primeiro lugar muito obrigado pela criação de novo tópico!...

Caro Tomás: Em princípio não acredito muito em grandes diferenças face ao que está planeado. Claro que podemos ter os nossos sonhos... Mas, há 2 realidades que não vão mudar muito até lá. Uma é a realidade aeroportuária (os pássaros precisam sempre de chegar e sair de algum lado...) e a outra são os mercados financeiros (esses "malandros"...). Dito isto e mesmo que o Montijo fique pronto na altura prevista (o que duvido...) vão passar longos anos até que as companhias o adoptem massivamente pelo que teremos os problemas da Portela como estão por um bom par de anos valentes ainda pela frente... E quanto aos mercados financeiros?... Pois aí, tudo dependerá de muitos factores, mas a TAP continuará a ser quase certamente uma casa que não andará a nadar em dinheiro!...

Posto isto há coisas que são já possíveis de antever até 2025 ou talvez até 2030 vejamos:

Longo Curso - A TAP se for inteligente conseguirá obter uma nova encomenda para mais uns 8 A330-900NEO a baixo custo como compensação pelos danos causados pelos atrasos da Airbus. Substituirá os 7 retrofitados e ficará com mais um para crescimento. Nada justifica que venham mais desses. E não estou a ver aventuras com A350 ou A380! Sim: A380 dava jeito para tentar dar uma "tareia" nas intenções da concorrência em São Paulo... Mas... Não temos aeroporto para isso!... E também não há propriamente dinheiro para isso, mesmo no mercado de 2ª mão!...

Médio e Médio-Longo Curso - Se se revelarem o sucesso que se pretende a TAP poderá encomendar mais alguns 5 a 10 A321NEO-LR para crescimento principalmente nas rotas do Porto, de Faro e das Ilhas, mas isso dependerá ainda de uns bons 2 ou 3 aninhos de uso dos primeiros que vierem e do estudo de mercado de imensas variáveis que se vai certamente fazer. Este avião é revolucionário em muito do que promete... Vamos ver se cumpre fielmente ou não!...
Em tudo o resto não espero mais que apenas renovação de frota existente e o crescimento já anunciado.

Curto e Curto-Médio Curso - Genericamente estou aqui a falar das frotas da White e especialmente da Portugália ou do que agora julgo designar-se comercialmente por TAP Express - Aqui é onde espero maiores mudanças! A criação de novas rotas a partir do Porto nomeadamente com o A321LR vai fazer com que boa parte do tráfego da Ponte Aérea deixe de existir e isso fará com que deixe de fazer sentido termos um voo de hora a hora em ATR72 a "comer" preciosos slots nos 2 aeroportos. A minha previsão é que a TAP que é genericamente um produto Airbus venha a escolher substituir a totalidade dos Embraer e a totalidade dos ATR72 por Airbus A220 em configuração de uma só classe! Serão A220-100 para substituir os ATR e A220-300 para substituir os Embraer! A ponte aérea oscilará entre o 220-100 e o 220-300 consoante o horário e terá voos de 2 em 2 horas. Prevejo que a TAP opte por substituir essas frotas e talvez comprar mais alguns para crescimento!...

Tenham uma boa noite!... :)

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 680
CS-TUK concordo com com aquilo que disse. Estava a referir me mais ao facto de numa indústria algo imprevisível e com muitas variáveis como é a da aviação, as encomendas ficarem iguais durante 7 anos. Realmente se o A321 neo LR funcionar como se prevê vem mudar muita coisa na TAP e como disse e muito bem, a ponte aérea pode sofrer alterações. Se os embraer e os atr estão de saída ou não já não tenho tanta certeza. Até porque se não estou em erro grande parte destes são "emprestados" da azul (se algum forista souber melhor peço que me esclareça). gostaria imenso de ver os A220 na frota (mas isto são só os meus gostos...). Não sei que implicações financeiras é que teria uma mudança tão brusca da frota, ou se sequer se a azul não tem uma palavra a dizer nisto.
No que toca ao longo curso concordo consigo e não vejo grandes aventuras. Talvez (pouco provável) uns a350 1000 daqui a uns bons anos para as rotas de maior movimento. Descobri que a cathay tem pilotos a operar a350 e a330 em simultâneo.

efpmeneses

  • Mensagens: 770
Já eu acho que a tendência será de manter os ATR72 na Ponte aérea, mesmo que abram alguns destinos com os A321LR a partir do Porto. Isso pode aliviar a pressão em alguns horários da Ponte aérea, o que até é bom, porque têm reportado que ha horários em que era necessária mais capacidade, mas há tantos destinos que a TAP tem em Lisboa e que não tem no Porto, que deve justificar-se manter o modelo atual...
Cumprimentos
Élvio Meneses

CS-TUK

  • Mensagens: 81
Os ATR são alugados da Azul, sim, tanto quanto julgo saber!

Os Embraer não sei.

A220... Parece-me uma escolha óbvia. Aliás: O novo CEO já deu a entender que pelo menos a Ponte Aérea merece aviões um bocadinho maiores... E não vão certamente tirar aviões maiores a rotas existentes...

CS-TUK

  • Mensagens: 81
Já eu acho que a tendência será de manter os ATR72 na Ponte aérea, mesmo que abram alguns destinos com os A321LR a partir do Porto. Isso pode aliviar a pressão em alguns horários da Ponte aérea, o que até é bom, porque têm reportado que ha horários em que era necessária mais capacidade, mas há tantos destinos que a TAP tem em Lisboa e que não tem no Porto, que deve justificar-se manter o modelo atual...

Se houver tráfego a partir do porto para outros destinos, se calhar a maioria desses passageiros da ponte aérea deixam de vir para LX porque estarão servidos em casa!... A ponte aérea justifica-se mais ao inicio e ao final do dia de negócios uma vez que não temos uma competente rede ferroviária. Mas, para esse tráfego julgo que o ATR72 é um bocadinho "avião a menos"... Talvez um A220-300 que pode levar 140 passageiros seja o ideal... Boa noite!... :)

efpmeneses

  • Mensagens: 770
Mas a Ponte aérea continua a servir os pax de voos de ligação que saem durante todo o dia, e além dos voos mais longos que não são possíveis operar em OPO com A321LR, há todos os voos para Africa e para muitas cidades europeias para onde a TAP voa 1 ou 2 vezes por dia e que não estou a ver ser servidas do Porto brevemente....

Acredito que mantenham a Ponte aérea a funcionar mais ou menos nos moldes em que está a funcionar para servir os destinos para os quais não voem a partir do Porto e para servir os novos destinos que lancem a partir de Lisboa...
Cumprimentos
Élvio Meneses

toto1100

  • Mensagens: 2440
Os ATR são alugados da Azul, sim, tanto quanto julgo saber!

Nao sao.

heartness

  • Mensagens: 55

toto1100

  • Mensagens: 2440
Nao, nao sao. Sao alugados ao lessor.
E a Azul continua a pagar por eles, porque os devolveu antes do prazo acabar e o aluguer á TAP é mais baixo do que a Azul pagava, por isso a Azul tem que pagar a diferenca.
« Última modificação: 05 de Setembro 2018, 09:30:48 por toto1100 »


CS-TUK

  • Mensagens: 81
Ok, muito obrigado, Toto1100!... Mas, de todo em todo, como diz e bem, a Azul continua a estar envolvida nesse negócio à mesma, o que faz com que tenha sempre uma palavra a dizer no mesmo... O que no fim do dia é quase como se os aviões fossem alugados da Azul! Ou então até pode ser pior depende do ponto de vista, pois envolve mais partes pelo meio todas com os seus interesses legítimos! Tenha um bom dia!

heartness

  • Mensagens: 55
Nao, nao sao. Sao alugados ao lessor.
E a Azul continua a pagar por eles, porque os devolveu antes do prazo acabar e o aluguer á TAP é mais baixo do que a Azul pagava, por isso a Azul tem que pagar a diferenca.

A Azul paga ao lessor e a TAP paga à Azul...

Tenho a chapa de propriedade e leasing à minha frente. Não fales sem saber pff
« Última modificação: 05 de Setembro 2018, 10:52:05 por heartness »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 
Total 105+0=105 ms, db 0 ms, php 105 ms