Airliner

  • Mensagens: 880
6 voos semanais é uma aposta robusta. Se não tivesse noção dos números da PA, diria que era um delírio.

Airliner

  • Mensagens: 880
Alguém consegue confirmar a realização do voo TAP retro 14 OCT LIS-TER TP1827 / TER-LIS TP1824? Nesses voos está previsto um A333, o que deixa antever alguma coisa...
Parece que sim! Devem anunciar para promoção já hoje.

luisporto24

  • Mensagens: 275

Angelo Rosa

  • Mensagens: 1578
Alguém consegue confirmar a realização do voo TAP retro 14 OCT LIS-TER TP1827 / TER-LIS TP1824? Nesses voos está previsto um A333, o que deixa antever alguma coisa...
Parece que sim! Devem anunciar para promoção já hoje.

Se isso acontecer é muito bom, pois tenho reserva nesse vôo para uma “spottada” nas Lajes nesse dia :)

Franmed

  • Mensagens: 975

Airliner

  • Mensagens: 880
Facto que veio à memória durante o dia de hoje foi que a TAP iniciou os voos para Lajes precisamente em Outubro de inicios da década de 70. Ou seja, a celebração dos 45 anos da rota (ou uma data menos redonda) poderá ser o mote para um voo retro.
« Última modificação: 30 de Setembro 2018, 19:24:55 por Airliner »


jopeg

  • Moderador
  • Mensagens: 1487
Citação

IRREGULARIDADES OPERACIONAIS ‘COMEM’ CRESCIMENTO DA TAP

29-09-2018 (15h08)

A TAP indicou, sem quantificar, que concluiu o primeiro semestre com um aumento das vendas em 18%, mas que os resultados se degradaram pelo aumento de custo dos combustíveis, volatilidade cambial e “itens não-recorrentes”, de que só cita “irregularidades operacionais”, ou seja atrasos e cancelamentos, que quantificou em 40 milhões de euros.

“O primeiro semestre da Companhia foi desafiador em função do forte aumento do preço dos combustíveis (+36%), pela volatilidade nas moedas dos principais mercados da TAP e por irregularidades operacionais”, diz um comunicado da companhia com alguns indicadores de actividade no primeiro semestre, que classifica globalmente como "desafiador".

A informação avança de seguida que “gastos não-recorrentes totalizaram 40 milhões de euros e tal impacto negativo contribuiu para um resultado operacional de -47 milhões de euros (face a um resultado operacional de -43 milhões de euros em igual período do ano anterior) e um prejuízo líquido de 90 milhões de euros no semestre (face a prejuízo líquido de 54 milhões de euros no primeiro semestre de 2017)”.

A sublinhar essa tese, de que o agravamento do prejuízo no primeiro semestre, tradicionalmente um período em que a companhia perde dinheiro, o comunicado da TAP enfatiza que “excluindo o efeito de itens não-recorrentes, o resultado operacional teria sido -7 milhões de euros (face a um resultado operacional recorrente de -59 milhões de euros no primeiro semestre do ano anterior) e o prejuízo líquido teria sido 58 milhões de euros (face a prejuízo líquido de 67 milhões de euros em igual período de 2017)”.

A companhia, porém, não quantifica a quanto ascenderam as suas vendas no primeiro semestre, dizendo apenas que aumentaram 18% com aumentos de “mais de 40%” em alguns mercados, de que os únicos exemplos que dá são Áustria, com +44%, e Alemanha, com +42%.

A informação, destaca, porém, “os mercados português, brasileiro e norte-americano que, no conjunto, cresceram aproximadamente 15% e representaram 56% do total das vendas da TAP” e assina os aumentos de 28% no Reino Unido e de 19% em Espanha, sempre sem quantificar, como fazem as companhias transparentes, as quais publicam balanços trimestralmente.

À falta de balanços, a TAP destaca os ‘feitos’ do período, como um “avanço significativo” da “reestruturação da TAP ME Brasil”, que foi no fundo a “redução total de aproximadamente 1000 colaboradores, praticamente metade do quadro de funcionários da subsidiária no início deste processo”.

“Ao ajustar a capacidade da operação à procura atingiu-se uma elevada utilização que, juntamente com uma nova política comercial e diversas iniciativas de corte de custos, permitiram à subsidiária registar um lucro operacional, excluindo custos com reestruturação, de aproximadamente 1 milhão de euros”, acrescenta.

A companhia diz ainda que no semestre “fechou acordos salariais com a maioria das classes profissionais da Companhia, que também se traduziram em aumentos salariais importantes, garantindo a paz social para os próximos cinco anos”.

A companhia diz ainda que realizou no semestre “diversos investimentos para melhorar a pontualidade da operação”, de que cita “a contratação de mais tripulantes, a disponibilidade de aviões de reserva, a contratação de um estudo de melhoria da capacidade aeroportuária em Lisboa e o desenvolvimento de novos processos internos”, acrescenta o comunicado, que não refere porém a saída de Sami Foguel de Chief Operating Officer.


http://www.presstur.com/empresas---negocios/aviacao/irregularidades-operacionais-comem-crescimento-da-tap/

Jopeg

aviationlover

  • Mensagens: 943
Voltamos ao mesmo, os 90 milhões do ano passado já foram pelo ralo, se continua assim não sei não.

New Engine Option

  • Mensagens: 2287
O segundo semestre tende a contra-balançar os prejuizos e a dar muito lucro...

aviationlover

  • Mensagens: 943
Veremos NEO, mas 90 milhões de prejuizo em 6 meses acho um pouco puxado...

New Engine Option

  • Mensagens: 2287
Veremos NEO, mas 90 milhões de prejuizo em 6 meses acho um pouco puxado...

Verdade, mas o Verão foi mesmo muito bom, uma vez que as irregularidades operacionais acabaram creio eu no fim de Maio e início de Junho... Senão fossem elas a coisa teria sido muito boa. Assim, olha se o segundo semestre não for mesmo muito bom, vem aí um ano meeeeh. Segundo se fala, ainda assim, previsão é de lucros.

aviationlover

  • Mensagens: 943
Mesmo assim, no ano passado os prejuizos em 6 meses foram à volta de 52 milhões e conseguiram recuperar, agora 90 milhões, não digo que seja impossível recuperar mas...

pedferre

  • Mensagens: 367
Agora a VEM já não vai dar mais o prejuizo que dava no futuro...
« Última modificação: 01 de Outubro 2018, 11:38:02 por pedferre »


Faro1910

  • Mensagens: 298
    • És de Faro, és Farense
Será verdade o que colocaram na Wiki do Aeroporto de Lisboa?

https://en.wikipedia.org/wiki/Lisbon_Airport

aviationlover

  • Mensagens: 943
O que há de novo?

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
TAP novidades para 2016

Iniciado por Jorge78 « 1 2 ... 163 164 » TAP

2452 Respostas
238312 Visualizações
Última mensagem 07 de Junho 2016, 01:42:18
por MiguelRei
TAP novidades 2016 II

Iniciado por rzo « 1 2 ... 145 146 » TAP

2187 Respostas
212459 Visualizações
Última mensagem 01 de Janeiro 2017, 11:56:47
por jopeg
73 Respostas
7176 Visualizações
Última mensagem 21 de Setembro 2016, 17:35:15
por nunopinheiro
TAP novidades 2017

Iniciado por Jetstream « 1 2 ... 129 130 » TAP

1938 Respostas
260560 Visualizações
Última mensagem 21 de Dezembro 2017, 16:03:25
por nunopinheiro
272 Respostas
50664 Visualizações
Última mensagem 10 de Junho 2019, 11:56:24
por Jorge78

Total 106+0=106 ms, db 0 ms, php 106 ms