oliveco

  • Mensagens: 24
    • Vivo atualmente em Luanda. E gosto de seguir assuntos de aviação
Os portugueses, e não só, têm geralmente grande quantidade de nomes e apelidos; tradicionalmente nas reservas apenas se indicam o primeiro e o último. Porém, algumas transportadoras mencionam, sobretudo quando compramos bilhetes pela internet, para indicarmos os nomes e apelidos exatamente como aparecem nos documentos de identidade.

No caso da Brussels Airlines, encontro mesmo referência a legislação federal belga que o obriga. Ver a imagem junta.

Ao fazer assim, quando compro um bilhete SN, sistematicamente as milhas não são automaticamente creditadas, pois no meu "cartão de fidelidade" não tenho o nome completo, mas apenas o primeiro e o último. Acabo por contatar o serviço de clientela do cartão para pedir o referido crédito, que leva uns dias a aparecer...

Alguém pode dar as referências de regulamentação internacional ou portuguesa nesta matéria?

Qual a prática dos 'foristas': Usam sempre os nomes e apelidos completos nas reservas? Já tiveram problemas no embarque devido a essa não conformidade?

A meu ver há aqui uma falta de harmonização ...

Carlos

nlopes

  • Mensagens: 3
Sim, isto também me chateia..
Na Europa só meto 1º e último nome e nunca tive chatices.
Para os EUA, meto o nome completo. Já não vou na TAP p/ EUA há muitos anos, portanto já não me lembro se me creditavam as milhas automaticamente ou não.
Na BA, meti logo o nome completo no programa de fidelização.

Nuno

VidocQ

  • Mensagens: 309
Caros,

Nomes ibéricos (longos) em geral podem ser fonte de alguns problemas... Eu que vivo num país habituado a nomes curtos que o diga..

Lembrem-se que está escrito nas condições de viagem que pode-vos ser negado o embarque caso o nome no bilhete e o nome no documento de identidade não sejam o mesmo (nome por nome, letra por letra).. Normalmente as companhias são "indiferentes" a isto, e olham apenas para o primeiro e último...

MAS, tive dois casos em duas companhias aéreas diferentes em que foi-me pedido que me apresentasse ao balcão, e ao fim de 10 minutos de explicações embarquei com um "aviso" para a próxima vez escrever o nome na reserva tal como está no documento de identidade, sob pena de ser negado o embarque da próxima vez.

Sobre as milhas, infelizmente o crédito de milhas é feito comparando o nome, para se assegurarem que foi você mesmo que viajou. Se você não tem o mesmo nome (letra por letra) registado no programa de FF e no cartão de embarque, o crédito poderá não ser feito automaticamente. Tive vários problemas com o TAP Victoria sobre o crédito de milhas na conta e acabei por mudar o nome da conta Victoria para o nome completo e a partir daí tudo OK.

Cumprimentos
« Última modificação: 10 de Dezembro 2018, 09:07:02 por VidocQ »

A318 / A319 / A320 / A321 (-100 -200) / A388 / B737 (B73G B73W) / B738 (B73H) / B773 (B77W) / AT76 / DH8D (Q400NG) / CRJ9 / CRJK / E145 / E190 / E195 / RJ85 / F100
TP / AF / KL / LH / LX / BA / OS / TK / SK / ZI / TO / FR / U2 / EW / A5 / C9 / D8 / UX / EK / EW

toto1100

  • Mensagens: 2558
Eu o que ja fiz ha varios anos foi mudar o nome em todos os programas de milhas para ter o meu nome completo lá (estranhamente nenhum arranjou problemas, mudaram todos sem me chatear muito; estava á espera de ter que enviar carta assinada pelo padre e coisas afins).
Mas com os nomes complicados que temos é sempre uma lotaria as milhas serem corretamente atribuidas, mesmo que esteja tudo certo - basta um dos sistemas pelo meio nao estar preparado para ter varios apelidos e agregar tudo e ja deixa de bater tudo certo; ha gente que tambem tem problemas com acentos, tils, etc. (felizmente nao tenho nenhum no meu nome)

Pessoalmente nunca tive problemas ao andar de aviao sem os nomes todos, e ate ja me olharam de canto por ter nomes truncados no cartao de embarque. Mas apesar de tudo acho que é provavel ter menos chatices por ter o nome truncado (assumindo que havera pelo menos uma alma no aeroporto que perceba que o problema surgiu por nao haver espaco para mostrar tudo) do que apanhar algum mal humorado que nos queira fazer a vida negra por a reserva nao ter o nome completo como consta no documento de identificacao (boa sorte provarem que sao a mesma pessoa).

Notar que nos sistemas que vao para as autoridades (Advance Passenger Information) nao ha outra possibilidade senao pormos o nome completo (o que cria coisas giras, tipo nos EUA onde é habitual por alcunhas e diminutivos nos documentos de identificacao que nao fazem parte do nome legal). E da minha parte acho que nao vale a pena arriscar ter coisas diferentes em varios sitios.
« Última modificação: 10 de Dezembro 2018, 10:21:28 por toto1100 »


vabrant

  • Mensagens: 249
Eu continuo apenas a usar o primeiro e ultimo conforme constam dos documentos. Há uns anos, numa viagem para os EUA dei-me ao trabalho de perguntar à LH se isso seria problema, disseram-me literamente que só o primeiro e último nome são considerados. Apenas no API tem de estar o nome completo e não na reserva/bilhete.
Coloquei a mesma questão à BA e EI, pois voo com alguma regularidade quer para Londres que para Dublin, e foi-me dada resposta similar.
Até hoje e nos últimosquase 50 anos de viagens, não tive nenhum problema.

oliveco

  • Mensagens: 24
    • Vivo atualmente em Luanda. E gosto de seguir assuntos de aviação
Caros,

Nomes ibéricos (longos) em geral podem ser fonte de alguns problemas... Eu que vivo num país habituado a nomes curtos que o diga..

Lembrem-se que está escrito nas condições de viagem que pode-vos ser negado o embarque caso o nome no bilhete e o nome no documento de identidade não sejam o mesmo (nome por nome, letra por letra).. Normalmente as companhias são "indiferentes" a isto, e olham apenas para o primeiro e último...

MAS, tive dois casos em duas companhias aéreas diferentes em que foi-me pedido que me apresentasse ao balcão, e ao fim de 10 minutos de explicações embarquei com um "aviso" para a próxima vez escrever o nome na reserva tal como está no documento de identidade, sob pena de ser negado o embarque da próxima vez.

Sobre as milhas, infelizmente o crédito de milhas é feito comparando o nome, para se assegurarem que foi você mesmo que viajou. Se você não tem o mesmo nome (letra por letra) registado no programa de FF e no cartão de embarque, o crédito poderá não ser feito automaticamente. Tive vários problemas com o TAP Victoria sobre o crédito de milhas na conta e acabei por mudar o nome da conta Victoria para o nome completo e a partir daí tudo OK.

Cumprimentos

Foi a solução que preferi desde estas dificuldades: Agora tenho tudo completo... Em duas linhas no cartão.  8)

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1238
    • Aviation Blog
Faço o seguinte:
Reserva, primeiro e último sem acentos.
Quando é pedido dados do passaporte adicionalmente, e diz "tal e qual como no documento", fazê-lo desse modo.
Porque depois acontece estar a fazer o check-in em Seoul e ao passar o passaporte no quiosque de self check-in não dar. No reader embutido no teclado do balcão de check-in também dá um leitura diferente do NAME-SURNAME e é o caos. Explicar a uma asiático que aqui não é NAME-SURNAME é simplesmente desesperante, e convencer alguém de ele percebeu mal é por vezes um exercício digno de Job.

hsousa

  • Mensagens: 429
A SAA levanta problemas. Em Maputo, chegaram a recusar embarque a vários passageiros que não tinham o nome tal como está no passaporte.

toto1100

  • Mensagens: 2558

geoshina

  • Mensagens: 43
Interessante este tópico.

Em qualquer bilhete aéreo sempre coloco meu nome completo:
Primeiro nome = ABCDE
Apelido = FGHIJKLMN + sufixo (Júnior, no caso). Mesmo que haja um campo específico para o sufixo.

Desta maneira o meu nome fica de acordo com o que está no meu passaporte ou qualquer outro documento de identificação.

Já em Portugal, a tirar meu título de residência, meu apelido ficou como Júnior. E para explicar que Júnior é o sufixo e não meu apelido? Não quiseram alterar. O contribuinte também saiu como o Júnior, somente.

Na TAP o meu nome é sempre alterado automaticamente pelo sistema. Também suprime o apelido e toca a ficar ABCDE Junior. Se eu uso a United, Copa Airlines, Avianca ou Air Canada o sistema não reconhece o status pois os nomes estão diferentes. Então sempre envio um e-mail para a TAP retificar meu nome conforme o documento de identificação.

E já houveram muitos problemas comigo e meu pai quando voávamos juntos.

toto1100

  • Mensagens: 2558
Eu tenho ideia que em Portugal nao há sufixos nos nomes.

VidocQ

  • Mensagens: 309
Há sufixos e são autorizados, mas são tão raros que talvez o desconhecimento tenha provocado essa confusão
https://pt.wikipedia.org/wiki/Antropon%C3%ADmia_da_l%C3%ADngua_portuguesa
« Última modificação: 13 de Dezembro 2018, 08:37:18 por VidocQ »

A318 / A319 / A320 / A321 (-100 -200) / A388 / B737 (B73G B73W) / B738 (B73H) / B773 (B77W) / AT76 / DH8D (Q400NG) / CRJ9 / CRJK / E145 / E190 / E195 / RJ85 / F100
TP / AF / KL / LH / LX / BA / OS / TK / SK / ZI / TO / FR / U2 / EW / A5 / C9 / D8 / UX / EK / EW

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
499 Visualizações
Última mensagem 13 de Outubro 2014, 18:02:24
por aerointeressado
17 Respostas
3380 Visualizações
Última mensagem 14 de Fevereiro 2018, 16:19:25
por decio
1 Respostas
485 Visualizações
Última mensagem 18 de Maio 2016, 18:33:36
por MiguelRei
160 Respostas
11639 Visualizações
Última mensagem 20 de Junho 2017, 02:56:17
por BSilva
105 Respostas
20002 Visualizações
Última mensagem 27 de Novembro 2018, 06:05:03
por Airliner

Total 65+-1=64 ms, db 0 ms, php 64 ms