toto1100

  • Mensagens: 3467
O que obviamente não tem nada a ver com o assunto.

Jorge78

  • Mensagens: 2452
@Angelo Rosa, mas que concorreram à TAP posteriormente, certo?
O problema que vejo é as antiguidades e depois as promoções na TAP, será um problema real caso se venha a verificar.
Será que os comandantes PGA querem ir para o fim da lista de FO na TAP, ou os FO da TAP prestes a passarem a comandantes vêm com bons olhos que quem vem de outra companhia do grupo passem à frente?
O mesmo acontece nos PNC.
É uma situação bastante mais complexa do que parece à primeira vista.
« Última modificação: 06 de Maio 2019, 19:38:47 por Jorge78 »


MiguelRei

  • Moderador
  • Mensagens: 1664
    • Instagram
Que lista FO é essa?

Linkoping

  • Mensagens: 340
E TAP Express com a White

aviationlover

  • Mensagens: 882
Que lista FO é essa?

First Officer a mesma coisa que oficial piloto ou co-piloto.

AvGeekDiogo

  • Mensagens: 969
  • LHR/EGLL
    • Instagram das minhas fotos de Plane Spotting
Acho que o Jorge78 referia-se a "lista" de senioridade dentro da TAP em relação aos pilotos..
« Última modificação: 06 de Maio 2019, 22:24:41 por AvGeekDiogo »


Faro1910

  • Mensagens: 279
    • És de Faro, és Farense
Ainda não entendi se isto é mesmo uma vontade da TAP ou não.

A "desculpa" de Fernando Pinto para criar a marca TAP Express só tem justificação parcial a meu ver. A Air Nostrum diz em letras pequenas Iberia Regional. Porque não pode o símbolo antigo da PGA ser atualizado utilizando as cores da TAP (em vez do novo logo horroroso e trista da PGA!) e escreverem Portugália - TAP Regional?

É certo que a Air Nostrum é mais Regional que a PGA, mas não me pareceria grave.

Não me parece que a TAP queira que a Omni/White ande para aí a voar com o logo igual ao da TAP Portugal. Por não pertencer ao grupo, por serem turboprops e caso haja algum incidente/acidente, foi um avião da TAP Express. É mau, mas não belisca a companhia da mesma forma. Já de a PGA o fazer, não vejo mal...

Percebo os argumentos de quem diz que não existem rotas específicas da TAP Express, mas isso também ocorre com outras companhias europeias sem vir mal ao mundo.

Como as coisas estão a evoluir, a tendência acredito que venha a ser para uma redução da frota da White e aumento da PGA.  ::)

eascensao

  • Mensagens: 319
Um eventual fim da marca TAP express é independente da continuação da Portugália nos moldes actuais.
A Portugália ficaria simplesmente a voar sob a marca TAP Portugal e voando para os destinos consoante a necessidade operacional e a procura.

Já quanto à White ...
Mas esta pode continua a voar para a TAP sob a marca TAP Portugal com uns stickers junto às portas com "operated by White..."
O facto de serem turboprop já édistinção suficiente dos jactos.

A redução da frota da White e aumento da frota da Portugália seria interessante.
Até porque a frota da White está neste momento sobredimensionada para a operação.
Mas qual é a frota cuja dimensão está limitada pelo acordo dos pilotos ? A da Portugália ou a da Portugália+White ?

Faro1910

  • Mensagens: 279
    • És de Faro, és Farense
Mas qual é a frota cuja dimensão está limitada pelo acordo dos pilotos ? A da Portugália ou a da Portugália+White ?

Creio que é a sub-contratação no seu cômputo.

eascensao

  • Mensagens: 319
Creio que é a sub-contratação no seu cômputo.

Tenho dúvidas ...
No fundo a limitação prendia-se sobretudo com o tamanho da Portugália face à TAP Portugal e a uma possível/eventual/futura fusão ou integração das duas companhias áereas do Grupo TAP numa só companhia.
Os subcontratados não eram ou seriam problema.

Aliás ...
Antigamente os ATR eram "operated by White for Portugalia for TAP Portugal", ou seja sub-contratados/fretados pela Portugália e juntamente com os aviões da Portugália voavam todos para a TAP Portugal.
Mas ouvi dizer que hoje em dia a sub-contratação ou fretamento são feitos pela própria TAP Portugal...
Alguém confirma ?

Faro1910

  • Mensagens: 279
    • És de Faro, és Farense
Creio que é a sub-contratação no seu cômputo.

Tenho dúvidas ...
No fundo a limitação prendia-se sobretudo com o tamanho da Portugália face à TAP Portugal e a uma possível/eventual/futura fusão ou integração das duas companhias áereas do Grupo TAP numa só companhia.
Os subcontratados não eram ou seriam problema.

Aliás ...
Antigamente os ATR eram "operated by White for Portugalia for TAP Portugal", ou seja sub-contratados/fretados pela Portugália e juntamente com os aviões da Portugália voavam todos para a TAP Portugal.
Mas ouvi dizer que hoje em dia a sub-contratação ou fretamento são feitos pela própria TAP Portugal...
Alguém confirma ?

Antigamente os Beechcraft (depois ATR) não tinham rigorosamente nada que ver com a PGA. Apenas utilizavam a marca PGA Express. Era sub-contratação da White para a TAP.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
595 Visualizações
Última mensagem 27 de Agosto 2014, 12:53:25
por aerointeressado
63 Respostas
8595 Visualizações
Última mensagem 19 de Fevereiro 2015, 20:41:49
por jopeg
6 Respostas
1315 Visualizações
Última mensagem 14 de Julho 2015, 23:40:57
por iSeven
6 Respostas
2287 Visualizações
Última mensagem 11 de Dezembro 2016, 21:51:56
por Spark
6 Respostas
967 Visualizações
Última mensagem 06 de Abril 2017, 11:32:41
por MannyV

Total 132+0=132 ms, db 0 ms, php 132 ms