nunopinheiro

  • Mensagens: 4460
Poupa uma noite de hotel????
Como se a viagem de ida e volta demora mais 16 horas que a equivalente em avião... o quer quer dizer é que se viajar durante a noite perde duas noites em casa...

Acácio em QQ posição que queira defender importa mais que tudo ser sério, sob pena de alienar QQ pessoa séria que o pudesse apoiar...

Eu considero-me muito ecologista em particular nas questões das alterações climáticas. Mas não suporto mentiras do lado que tenta lutar contra estas, deixo isso para o lado de quem as nega.

Mais acho que para estabilizar microredes hidrólise nunca foi pensado... Economia de hidrogênio é para grandes ciclos não para ciclos diários, para isso há métodos mais eficazes baratos e com menores perdas.
« Última modificação: 26 de Maio 2019, 09:31:38 por nunopinheiro »


Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 1895
O Acácio continua a ter muitos problemas em perceber que os comboios só têm interesse para os pax até mais ou menos 800km... Por amor de deus homem defenda lá a alta velocidade para Madrid à vontade agora deixe lá essa ideia estapafúrdia para Paris.

Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
Poupa uma noite de hotel????
Como se a viagem de ida e volta demora mais 16 horas que a equivalente em avião... o quer quer dizer é que se viajar durante a noite perde duas noites em casa...

Tem razão em relação à noite de hotel ... percipitação minha ... Temos que fazer actuar políticas fiscais agressivas, que alonguem a distância em que o comboio é competitivo.
E depois ainda há a vergonha de voar que já está a mostrar resultados na Suécia.
Acho que que começa a haver condições políticas para meter a aviação numa gaiola de carbono na próxima década.
Espero que ninguém venha para aqui defender o plantio de palmeiras e eucaliptos na amazónia como 'offset measures'

Mais acho que para estabilizar microredes hidrólise nunca foi pensado... Economia de hidrogênio é para grandes ciclos não para ciclos diários, para isso há métodos mais eficazes baratos e com menores perdas.

Que metodos são esses com menores perdas? Está a ter em conta o ciclo de vida?

O investimento sério no hidrogénio ainda está na sua infância (a molecula pequena não ajuda a evitar perdas) e as baterias estão em vantagem neste momento.

Eu vou defender em todo o lado que o investimento público na área da energia deve priveligiar, para além da eficiência energética e do solar descentralizado, a hidrólise, uma vez que o solar é a forma mais barata de produzir energia neste momento.

Barragens com bombagem? Andar a trasnportar electricidade a longas distâncias, só no transporte perde-se quase 20% mais alguma coisa nas conversões não deve andar longe dos 40% de perdas. A acrescentar a isto há o custo das barragens e e a destruição dos ecossistemas ribeirinhos redução de sedimentos ... enfim todos os problemas das barragens.

Ar comprimido? - também acho que vale a pena progredir por aqui!

Microturbinas em edifícios e armazens de água nas coberturas?

Há uma infinidade de processos químicos e mecânicos que na fase de demonstração devem permitir prever o impacto ambiental antes de serem autorizados a escalar.

Embora goste mais do hidrogénio não tenho tabus sobre o assunto, todos os métodos de armazenamento devem ser testados e avaliados em função do seu impacto ambiental, durante todo o ciclo de vida, uma vez utilizados em grande escala. Mas temos que avançar rapidamente na década 2020-2030, vamos instalar 10 GW de solar e nos Invernos secos (cada vez mais frequentes) vamos ter problemas sem armazenamento limpo - isto é vamos ter que recorrer a muito gás :(


PS: Meus caros peço-vos que não se agarrem muito aos promenores (não estamos a escrever artigos científicos) a não ser que os detalhes ponham em causa a ideia geral defendida. Obrigado!

nunopinheiro

  • Mensagens: 4460
Kinetic battery storage.

Claro que reparamos nos detalhes, é lá que está sempre o problema.

Gosto muito de comboios mas para distâncias elevadas não serve.

Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
Kinetic battery storage.

Claro que reparamos nos detalhes, é lá que está sempre o problema.

Gosto muito de comboios mas para distâncias elevadas não serve.

Obrigado pela dica.

Deixo dois artigos que julgo interessantes e que vão ao encontro da sugestão do nuno

https://www.researchgate.net/publication/276284335_COMPARISON_OF_ENERGY_STORAGE_OPTIONS_AND_DETERMINATION_OF_SUITABLE_TECHNIQUE_FOR_SOLAR_POWER_SYSTEMS
https://www.researchgate.net/publication/282934047_City_bus_powered_by_hydrogen_fuel_cell_and_flywheel_energy_storage_system

PS: É claro que por vezes o diabo se esconde nos detalhes, mas quando os detalhes não são relevantes para a desconstrução do argumento não vale a pena andar a discutir o sexo dos anjos.

Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
Aparentemente parece haver um concenso no forum sobre a necessidade de conter as emissões da aviação, que estão a atingir níveis de uma dimensão muito significativa.
Como se prepara a electrificação massiça do sistema de transportes terrestres e a profunda descarbonização do sistema electroprodutor, temos que começar a agir rapidamente sobre o transporte aéreo e marítimo.

Como estamos num forum se dedica a debater a aviação proponho que discutamos os mecanismos politico-económicos que permitam mudar a transjectória de crescimento das emissões da aviação.

O toto propos a aplicação do ISP e do IVA ao Jet Fuel.

Eu concordo em absoluto com a proposta, mas pergunto se deveria ser aplicado o IVA a 23% e o ISP de 0.33€/l num só ano ou faseadamente?
Que fazer com a receita acrescidade de mais de 500 milhões de euros por ano?

Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
O Acácio continua a ter muitos problemas em perceber que os comboios só têm interesse para os pax até mais ou menos 800km... Por amor de deus homem defenda lá a alta velocidade para Madrid à vontade agora deixe lá essa ideia estapafúrdia para Paris.

Em termos de tempo de viagem isso é evidente, mas se agirmos sobre o preço as coisas podem mudar.
De qualquer modo eu sempre defendi que deveríamos priorizar o transporte ferroviário de alta velocidade na peninsula ibérica que representa mais de 10% de tráfego aéreo com destino e origem em Portugal.
Bem vindo ao grupo caro tomás ;)

nunopinheiro

  • Mensagens: 4460
Nos percebemos porque os detalhes só são importantes as vezes...

De resto para um país que depende tanto do turismo estamos numa posição complicada.

Se por um lado gostaria de menos emissões por outro lado sei que o país tem pouco por onde se sustentar... E que os nossos mercados emissores estão demasiado afastados para outro meio para além do avião.

Resta desejar que a tecnologia continue a evoluir na aviação civil e tentar compensar por outro lado... Secalhar menos betão, mais transporte públicos urbanos menos emissões industriais.

Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
Se deixássemos de consumir petróleo nos sectores que são contabilizados no inventário nacional de emissões e nada fizessemos para limitar o crescimento do transporte aéreo e marítimo em 2040 tcorríamos o risco de ter mais emissõesde CO2* do que temos hoje. Quer fazer as contas?

O Nuno faz-me lembrar certos actores governamentais:
https://observador.pt/2019/05/28/greta-thunberg-diz-que-aquecimento-global-e-a-maior-crise-humanitaria/
"A adolescente, que tem inspirado muitos jovens num protesto mundial contra as alterações climáticas, conhecido como “greve climática”, criticou os políticos por apregoarem que “as alterações climáticas são muito importantes”, prometendo que “vão fazer tudo o que podem para as travar”, mas depois querem construir mais aeroportos e novas autoestradas e centrais termoelétricas a carvão."

*Esta afirmação é baseada no pressuposto de que pouco pode ser feito para alterar de forma radical as emissões de CO2 da aviação e do transporte marítimo.
« Última modificação: 29 de Maio 2019, 02:17:54 por Acácio Pires »


Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 1895
Até a sua gaiola de CO2 ou lá como é que você lhe chamou também não ia alterar as emissões da aviação de forma radical. Meta uma coisa na cabeça a única maneira de mudar radicalmente as emissões da aviação é parar de voar. Ponto.

nunopinheiro

  • Mensagens: 4460
Citação
....prometendo que “vão fazer tudo o que podem para as travar”, mas depois querem construir mais aeroportos e novas autoestradas...,..
Hahhahaha...serio não vê a ironia no que me acaba de apontar?
Isto há com cada um. Hahhahaha

Eu quero mesmo reduzir as emissões mas neste planeta e nesta realidade, não num mundo faz de conta.

Citação
Se deixássemos de consumir petróleo nos sectores que são contabilizados no inventário nacional de emissões e nada fizessemos para limitar o crescimento do transporte aéreo e marítimo em 2040 tcorríamos o risco de ter mais emissõesde CO2* do que temos hoje. Quer fazer as contas?
extrapolando o crescimento exponencial dos últimos anos para 2040... Essas contas valem zero bola nicles zilch.
É puramente retórica e nada mais que isso. QQ tipo de extrapolação numérica tem pouco valor então quando olha para algo com um desvio padrão tão elevado é simplesmente um grande nada...
« Última modificação: 29 de Maio 2019, 08:17:11 por nunopinheiro »


Acácio Pires

  • Mensagens: 1067
    • Gostaria de debater o tema da aviação com um olhar centrado na sustentabilidade social e ambiental
« Última modificação: 31 de Maio 2019, 01:19:45 por Acácio Pires »


Jorge78

  • Mensagens: 2552
Uau... Estou impressionado!!!

nunopinheiro

  • Mensagens: 4460
Espero que também sejam contra os outros novos aeroportos sob pena de caírem na tradicional hipocrisia...

O Acácio não se deve rever nestes grupos com certeza eles afinal não querem um aeroporto novo nenhum (nem Montijo nem campo de tiro nem avelã coisa no cu do cu do mundo) só que não se aumente mais a Portela.

Mais o menos o que eu dizia, se querem reduzir as emissões o melhor é não fazer nada.
« Última modificação: 31 de Maio 2019, 02:35:04 por nunopinheiro »


brunodias

  • Mensagens: 4549
As pessoas continuam muito com a tendencia de criticar o que não usam
É do tipo, eu não fumo, não me chateia que um maço de tabaco custe quase 4,50 euros, e aqui é quase igual, criticam as emissões e depois provavelmente ajudam nessas emissões tendo carros com co2 brutais entre outras coisas

Eu continuo na minha, isto não está tão grave como muitos pintam, mas também não esta tão pacifico como diz por exemplo o Trump

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
35 Respostas
11485 Visualizações
Última mensagem 19 de Julho 2014, 10:18:18
por babribeiro
6 Respostas
1948 Visualizações
Última mensagem 14 de Setembro 2014, 11:27:47
por ClearedForTakeOff
0 Respostas
1385 Visualizações
Última mensagem 10 de Fevereiro 2014, 16:34:37
por ClearedForTakeOff
81 Respostas
17672 Visualizações
Última mensagem 07 de Outubro 2019, 00:10:04
por MiguelRei
437 Respostas
65591 Visualizações
Última mensagem 05 de Setembro 2019, 19:55:58
por Tomás Ribeiro

Total 163+0=163 ms, db 0 ms, php 163 ms