Votação

As tarifas da TAP devem atender ao estado de conservação do avião?

Não, “os aviões até vão cheios”
Sim, não é justo que pelo mesmo preço, Correponda um avião novo/retrofitado e noutro um sucatão
Não, os passageiros não valorizam os estado de conservação do avião
Sim, As tarifas devem refletir a qualidade do serviço de bordo
Não, nos voos de e para Luanda e Maputo os passageiros não merecem melhor

aviationlover

  • Mensagens: 938
Como vêem e demostrado aqui pelo post dum membro forista e em resposta a um outro membro eu digo e já o tinha dito, sucatões todas as companhias têm até a Emirates com os 777-200 mais antigos, só a Qatar é que tem aeronaves mais recentes e estão a despachar os 340-600 alguns ainda com 12 anos.

ma_lppt

  • Mensagens: 174
Acho que falta mais uma opção no inquérito:

"Não, as tarifas da TAP e a afectação da frota de longo curso às diferentes rotas, têm em consideração critérios de racionalidade econômica"
« Última modificação: 14 de Junho 2019, 13:14:02 por ma_lppt »


hsousa

  • Mensagens: 566
Como vêem e demostrado aqui pelo post dum membro forista e em resposta a um outro membro eu digo e já o tinha dito, sucatões todas as companhias têm até a Emirates com os 777-200 mais antigos, só a Qatar é que tem aeronaves mais recentes e estão a despachar os 340-600 alguns ainda com 12 anos.
Pois estão - mas vive num país com reservas de gás para os próximos 140 anos?

aviationlover

  • Mensagens: 938
Então o que é que quer? voce diz que a TAP tem sucatões, pois como é que não há de ter sem dinheiro? mas os sucatões estão a sair, não se preocupe a frota está a ser renovada, agora o amigo contradiz-se, reclama dos sucatões agora disse que Portugal não tem dinheiro, pois agora chegamos lá o do porquê os sucatões.
« Última modificação: 14 de Junho 2019, 19:05:10 por aviationlover »


hsousa

  • Mensagens: 566
Eu acho que o "amigo", como diz, ou não lê o que eu escrevo ou então, pior, lê e não sabe interpretar, o que mostra as debilidades do nosso sistema de ensino. é que eu não afirmo que os A340 são "sucatões"; bem pelo contrário. Caso lhe interesse releia; caso não lhe interesse não o faça - tente contudo apenas cingir-se a escrever as suas ideias ao invés de tentar escrever sobre as dos outros pois está visto que por vezes se precipita.

CS-TUK

  • Mensagens: 204
Caros:

1º do que tudo: Vamos lá tentar deixar a política de lado!... Aqui é sobre os nossos amiguinhos voadores!...

Depois: Sucatões todas as companhias os têm!... Até a Emirates para espanto de muitos... Mas não de mim que já fui num entre Lisboa e o Dubai!... E olhem que aparentava estar em pior estado, tanto de conservação como de limpeza, que o já retirado sucatão da TAP CS-TOH (livery Star Alliance) onde também acabei por voar meses depois!... Agora: Também acho, como muitos, que esta é uma discussão que não faz já qualquer sentido. Dentro em breve estarão 10 A330-900NEO a operar e até ao final do ano ou início do próximo estarão pelo menos 19!... E vamos lá ver se não se confirma a vinda de mais alguma "pipoca" de entre os que estavam destinados à WoW Air...

Claro que o meu voto foi também para a resposta "Não - Os aviões até vão cheios". É mesmo isso. Se a TAP consegue encher os aviões de forma lucrativa pouco importará se são sucatões ou não! Aliás: Os sucatões até têm os dias contados!...

Tenham um bom fim-de-semana!... :)

geoshina

  • Mensagens: 54
Como eu disse, falar do que cheira a mofo e vai sair dentro de meses é perda de tempo total. Falem do que anda por aí de novo. Também há trip reports bem recentes (muito mais recentes que essa do A343 de GRU, onde o avião já não vai há quase um ano) a falar dos A339 e as opiniões são bem distintas. De resto, podem continuar a falar mal à vontade. Cada um perde o seu tempo como entende. Cumprimentos

Em Fevereiro deste ano - 2019 - a TAP alterava o equipamento de A339 para A340 sem avisar aos passageiros. Fui de A339 no GRU-LIS e voltei de A340 no LIS-GRU. Só fiquei a saber quando cheguei ao gate. Ao perguntar para uma atendente que estava a organizar as filas, não soube responder a razão.
Acredito que com estes A339 a entrar na malha da TAP, este problema já não deve ocorrer.


Nesta próxima semana irei para Portugal de Lufthansa (no B748i) e voltarei no 77W da Swiss. O bom é ter opções e variadas maneiras de se chegar a um destino. :)

Sucatão? Já fiz minha despedida no ano passado em um GIG-LIS. Já havia passado por todo o processo de luto da "perda" deste avião na TAP. Voá-lo já agora em 2019 não faz mais sentido para mim. :)

- em econômica eu voaria no A340. Assim como nos B767 (da Latam, por exemplo) e evitaria voar no 77W da Swiss e da Latam.
« Última modificação: 15 de Junho 2019, 06:23:44 por geoshina »


VNE

  • Mensagens: 1216
Mais um passageiro farto de pagar pelo serviço que a TAP não dá.

Então é mesmo assim, a forma como a TAP trata os clientes não é muito diferente da Ryanair.

toto1100

  • Mensagens: 3565

Depois: Sucatões todas as companhias os têm!... Até a Emirates para espanto de muitos...

Como ja se disse aqui inumeras vezes, só é espanto para quem nao sabe nada do assunto. Que grande parte da frota 777 da Emirates (que por sua vez é a maioria da frota) tem um produto em executiva nada competitivo.
Mas a falta de noção do mundo ja deu para ver que é bastante por aqui.

hsousa

  • Mensagens: 566
Concordo perfeitamente que não vale a pena falar dos A340 partindo do principio que vão sair. Mas já se partiu desse principio várias vezes e nunca saem. Os A340 são da TAP. Como aqui foi dito quando voam dão lucro. Em 2011 a TAP tinha 37 aviões e 11 ou 12 eram leasing. Hoje já não é bem assim. Dizer que a TAP tem dinheiro é um equivoco - o que tem é um Private equity por detrás com capacidade para investir, e como o Estado como avalista, o que são coisas bem diferentes.

Qualquer empresa decente e que não tem o dinheiro de Qatares e afins, tem aviões bem mais velhos que o A340 - desde a KLM à United. E não me parece que a United vá mandar embora os 767 só porque sim. Chamar sucatão a um avião óptimo só porque tem mais cadeiras em executiva é absurdo.

Esses aviões poderiam perfeitamente continuar a fazer rotas na América do Sul e África libertando A339 para outras rotas. A TAP não tem aviões em abundância - aliás há rotas que quer fazer e não pode devido por exemplo a atrasos nas entregas do A321LR.

Repito: o A340 tem um óptimo IFE tanto em C como em Y, tem uma boa Y, são aviões confortáveis para os funcionários porque tem zona de repouso e passam a "sucatões" porque têm más cadeiras em C e têm 25 anos? Teriam um produto C perfeitamente aceitável se tivesse a antiga C dos TOM, TON, por exemplo. Não se precisa de reconfigurar um aparelho com a mais moderna classe C - muitos aviões vão andar por aí com versão C dos 757 da Delta por exemplo. Mas é um investimento assim tão alto uma second ou third best classe C que justifique mandar para o galheiro praticamente os únicos aviões que a TAP de facto possui? Deixem-se lá de conversas sobre retrofit completo e não sei mais ou quê porque não é disso que se está a falar.

As pessoas estão todas entusiasmadas com o A339 - parece que não se vê mais nada, nem mesmo o património que de facto a empresa tem. E os A340, que apenas têm más cadeiras, passam a sucatões porque de repente os A339 de empresas de leasing é que valem.  Se as previsões fossem de um aumento nos próximos anos do petróleo mas com o aumento do investimento em renováveis isso não será assim, nem com ataques de vez em quando a petroleiros.

Groundspeed

  • Mensagens: 25
    • Nada a apontar
Citação de: geoshina
Em Fevereiro deste ano - 2019 - a TAP alterava o equipamento de A339 para A340 sem avisar aos passageiros.
[/quote

E porque a Tap havia de "avisar" que vai mudar de equipamento?
O bilhete comprado da direito a muita coisa. Mas é o carrier que escolhe o  aparelho.

coelhone

  • Mensagens: 349
Acho uma falta de respeito da Tap pelo passageiro ao ter estes sucatoes a voar em rotas de mais 8-9 horas de viagem.Nessas mesmas rotas a concorrencia tem melhor produto(preco-bilhete,material,etc).Já agora .......como vao cheios é porque nao há alternativa para o pax.
Isto é apenas a minha opiniao e já tive a experiencia nessas rotas.Hoje prefiro voar via FRA/CDG/AMS para o Rio com material em melhor estado ou mais moderno e confortável e sobretudo mais barato.
É pena pois o pax frequente da Tap merecia melhor.

RazeR550

  • Mensagens: 69
Há muita gente neste fórum e mesmo neste país que vive num mundo surrealista, onde há dinheiro ilimitado e onde as empresas não têm regras. É essa mentalidade que nos levou à bancarrota 3 vezes e há-de levar mais. A irresponsabilidade reina por aqui, certamente a tap gostaria de ter na frota tudo aviões com menos de 2 anos mas não pode, como eu também gostaria de ter um Ferrari mas não posso.

brunodias

  • Mensagens: 4346
Eu não li o topico todo, e secalhar vou dar argumentos já dados

Secalhar a tap não pode diferenciar muito os preços porque nem sempre tem noção qual o avião que vai fazer o voo com algum tempo antes, secalhar nos a340 até tem +- essa noção visto que eles estão praticamente alocados a 1 ou 2 rotas, mas no caso dos a330 por vezes pode não dar para isso, até podem prever um neo e depois há ultima da hora sai um não neo
Até no passado natal me aconteceu para londres, era um 330 o definido e entrei num a340

Depois também penso que o VNE não fala em sucatões numa de idade do avião mas sim numa de cabine, de a cabine estar já 1 pouco desctualizada em relação há concorrência, e penso que fica mais chatiado porque há uns tempos eles actualizaram as cabines e simplesmente não quiseram investir no melhoramento das cabines a nivel C

Eu não escolhi nenhuma das opções porque no fundo nem acho nenhuma totalmente certa, os aviões irem cheios, já dissemos varias vezes que nem é sinonimo de lucro

E também não me parece que dizer que a companhia x também tem cabines más seja bom para a tap, se os outros tem cabines más mais 1 razão para a tap melhorar e tentar roubar os clientes das outras que também criticam as cabines más

brunodias

  • Mensagens: 4346
A TAP cobra porque pode.

Nós podemos não gostar do que diz o New Engine Option sobre o assunto, mas ele não deixa de ter razão: a TAP fá-lo porque pode. E pode porque as vantagens da ligação directa existem e não são menosprezáveis.

Agora que esta cultura de empresa é desprezível, isso é. Mas qual é mesmo a novidade?

A TAP nunca foi um grande exemplo na matéria à boa maneira estatal onde o cliente é sempre a última preocupação porque se está protegido pela almofada Estado a assumir qualquer dívida no futuro em caso de incumprimento.

E é bom que o Estado esteja na TAP, de outro modo a Segurança Social não veria em contribuições mensais qualquer coisa como 13 milhões de euros. De todas as empresas que já foram estatais, somente a TAP ainda é semi-privada. E com certeza não é pelo dinheiro que supostamente acha que o Estado enterra na TAP. O estado não mete um tostão na TAP há anos. O Estado quer a TAP nos moldes em que está para que a SS não estoire de uma vez por todas. Que outra empresa contribui tanto em Portugal como a TAP para a SS? Pois...

Já dissemos que o governo não meter um tostão é irrelevante, os emprestimos tem o aval do estado, por isso são muito mais faceis de conseguir, será que os emprestimos sem o estado eram faceis??

Isso da segurança social, esteja governo ou não, tem que ser pago, a empresa do meu pai não tem la o governo e paga, como todas as outras

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 
Total 136+0=136 ms, db 0 ms, php 136 ms