Carnim

  • Mensagens: 894
Nao me parece que seja "apenas" um fprte cheiro a novo..

tendo em conta que há relatos de tripulações que chegam mais "efusivas" ao destino.. Isso é um claro sinal de hipoxia  :)

Se assim fosse não existe um sistema de emergência no avião com oxigénio abaixo de um limite, manda descer as mascaras do avião automaticamente?

VNE

  • Mensagens: 1299
Porra! Não me digam que vou ter saudades dos sucatões... já sei moderadores, perdoem o off topic!

aviationlover

  • Mensagens: 1205
É apenas um forte cheiro a plasticos e tecido das poltronas novos, como nos carros novos após um mês conforme a utilizacão diminui e deixa de incomodar.

Saudações
PMCN, parece-me que vai um pouco mais além do que o simples cheiro a novo. Se assim fosse, o mesmo aconteceria nos A350, B787 e por aí adiante. Até á data não me parece que tenha havido notícias de indisposições noutros modelos. Vamos aguardar, de certeza que a TAP em conjunto com a Airbus estarão a investigar o que se passa e a tentar arranjar uma solução.

Não se esqueçam que o ar introduzido dentro do avião vem do motor, acho que no 330 NEO isso não foi alterado, coisa que não acontece nos B787 e nos A350, o ar vem diretamente de fora sem passar pelo motor, o próximo 777-9x também irá ter o mesmo sistema extração de ar direta sem passar pelo motor.

António Costa

  • Mensagens: 1012
Existe um mix, ou seja, temos o cheiro tipo "torradeira nova" que só após algumas utilizações é que desaparece e também, neste caso concreto, aparentemente existe uma contaminação por óleo (vapores ou cheiro) sendo que a Airbus já está ao corrente e a estudar a situação, mas nada que obrigue a que a normal operação seja interrompida, pelo menos para já.
Como nós não somos exatamente iguais, alguns tripulantes têm sentido alguns efeitos e outros nada.

PS: a minha fonte tem voado frequentemente A339 (Cmdt) e ainda ontem atravessou a banheira, e afirmou-me que nunca sentiu qualquer tipo de cheiro ou alteração na qualidade do ar respirado a bordo.

nfty

  • Mensagens: 197
O que eu acho estranho é ,ainda hoje ter falado com um amigo ,que é só dono de um dos maiores operadores turísticos em Portugal ,e ao falarmos nisso , o que ele me referiu foi que nenhum dos clientes dele ,se ter queixado ,tanto em voos para o Brasil ,como para USA ,ouviu sim dizer que afectou alguns tripulantes ,não entendo ,vai tudo dentro do aparelho

AECM

  • Mensagens: 355
Existe um mix, ou seja, temos o cheiro tipo "torradeira nova" que só após algumas utilizações é que desaparece e também, neste caso concreto, aparentemente existe uma contaminação por óleo (vapores ou cheiro) sendo que a Airbus já está ao corrente e a estudar a situação, mas nada que obrigue a que a normal operação seja interrompida, pelo menos para já.
Como nós não somos exatamente iguais, alguns tripulantes têm sentido alguns efeitos e outros nada.

PS: a minha fonte tem voado frequentemente A339 (Cmdt) e ainda ontem atravessou a banheira, e afirmou-me que nunca sentiu qualquer tipo de cheiro ou alteração na qualidade do ar respirado a bordo.
Tende acontecer mais na fase de descida?

AECM

  • Mensagens: 355
É apenas um forte cheiro a plasticos e tecido das poltronas novos, como nos carros novos após um mês conforme a utilizacão diminui e deixa de incomodar.

Saudações
PMCN, parece-me que vai um pouco mais além do que o simples cheiro a novo. Se assim fosse, o mesmo aconteceria nos A350, B787 e por aí adiante. Até á data não me parece que tenha havido notícias de indisposições noutros modelos. Vamos aguardar, de certeza que a TAP em conjunto com a Airbus estarão a investigar o que se passa e a tentar arranjar uma solução.

Não se esqueçam que o ar introduzido dentro do avião vem do motor, acho que no 330 NEO isso não foi alterado, coisa que não acontece nos B787 e nos A350, o ar vem diretamente de fora sem passar pelo motor, o próximo 777-9x também irá ter o mesmo sistema extração de ar direta sem passar pelo motor.
O B787 é o primeiro com um sistema eléctrico em vez de pneumático mas o A350 e o B77X têm o sistema tradicional

António Costa

  • Mensagens: 1012
Existe um mix, ou seja, temos o cheiro tipo "torradeira nova" que só após algumas utilizações é que desaparece e também, neste caso concreto, aparentemente existe uma contaminação por óleo (vapores ou cheiro) sendo que a Airbus já está ao corrente e a estudar a situação, mas nada que obrigue a que a normal operação seja interrompida, pelo menos para já.
Como nós não somos exatamente iguais, alguns tripulantes têm sentido alguns efeitos e outros nada.

PS: a minha fonte tem voado frequentemente A339 (Cmdt) e ainda ontem atravessou a banheira, e afirmou-me que nunca sentiu qualquer tipo de cheiro ou alteração na qualidade do ar respirado a bordo.
Tende acontecer mais na fase de descida?

Não faço ideia em que fase de vôo nem perguntei dado que ele nunca sentiu nada.

AvGeekDiogo

  • Mensagens: 1026
  • LHR/EGLL
    • Instagram das minhas fotos de Plane Spotting
O A350 e o A330neo partilham o mesmo tipo de sistema.


Airbus Technical Magazine - March 2019

Agora, não encontro muito na internet acerca deste sistema..
« Última modificação: 25 de Junho 2019, 23:57:01 por AvGeekDiogo »


New Engine Option

  • Mensagens: 2531
É apenas um forte cheiro a plasticos e tecido das poltronas novos, como nos carros novos após um mês conforme a utilizacão diminui e deixa de incomodar.

Saudações

Não, não é meu caro.

Carnim

  • Mensagens: 894
New Engine Option consegues explicar o que poderá ser?

Simonsays

  • Mensagens: 335
    • Não há ventos favoráveis se não sabes para onde vais

New Engine Option

  • Mensagens: 2531
Acho que nem a própria Airbus sabe o que é ainda...
« Última modificação: 26 de Junho 2019, 03:02:02 por New Engine Option »


350XWB

  • Mensagens: 213
Bem, grave é de certeza porque põe em risco o bem-estar de tripulações e passageiros. Então o -TUF foi de volta à fábrica para ser analisado e nem assim...uhm. Alguém sabe se nestes dias tem ocorrido também?
A310, A319, A320, A320neo, A321, A321neo, A330-200, A330-300, A340-300, A340-600, A350-900, A380, B737-200, B737-300, B737-800, B737-900, B757-200, B747-8i, CRJ200, CRJ900, CRJ1000, EMB145, EMB190, ATR72-500, ATR72-600

toto1100

  • Mensagens: 4027
Que dados tens para afirmar que é grave? Que dados tens para afirmar que o TUF foi pra fabrica por causa disto?
Muito gostam de inventar.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
1 Respostas
1595 Visualizações
Última mensagem 13 de Julho 2014, 15:26:56
por luisporto24
32 Respostas
6012 Visualizações
Última mensagem 12 de Junho 2015, 14:45:22
por alf2005
31 Respostas
4130 Visualizações
Última mensagem 26 de Fevereiro 2016, 07:55:52
por Spark
TAP A330-900 NEO

Iniciado por carlos cunha « 1 2 3 4 » TAP

54 Respostas
10247 Visualizações
Última mensagem 26 de Abril 2016, 09:57:20
por Tiago Maia
7 Respostas
3094 Visualizações
Última mensagem 02 de Julho 2018, 14:05:39
por iloper

Total 113+0=113 ms, db 0 ms, php 113 ms