ma_lppt

  • Mensagens: 236
Pela primeira vez viajei para a América do Norte, mais propriamente para o Canadá.
Partilho as seguintes experiências para promover o debate, sobre alguns aspectos que me pareceram um pouco diferentes do que estamos habituados aqui na Europa, para alguns foristas não será novidade por certo, para outros ficam alguns alertas/curiosidades no caso de terem planos de viajem para lá. Provavelmente algumas situações podem ser comuns nos EUA com o qual o Canadá partilha a sua única fronteira terrestre

1) Bagagem de porão / Voo de Ligação
Não é linear o reencaminhamento automático de bagagem... pelos vistos é prática para aqueles lados recolher a bagagem de porão no 1º aeroporto do Canadá, mesmo que depois tenhamos um voo de ligação.
O site da Air Canadá até tem um simulador em que mediante a origem/destino sabemos que devemos ou não recolher a bagagem de porão. No meu caso não foi preciso recolher, mas no 1º aeroporto passei por 2 agentes de segurança que davam informações diferentes sobre a necessidade ou não de recolher a referida bagagem o que aumenta um pouco a ansiedade na espera no tapete.

2) ETA's
Um formulário online que nos permite uma pré-autorização de entrada, com algumas perguntas muito pessoais, acho que sem isso não conseguimos entrar no país, é controlado logo na 1ª escala junto de um quiosque.
Mas mesmo assim não nos livrarmos do habitual controlo alfandegário o com o habitual "Business ou Vacations?", mas querem saber mais ! a nossa profissão e até mesmo onde trabalhamos.

3) Self Check-In
Lá é prática incentivada, quem não o faça é visto um bocado como "tótó" :-[ pelos funcionários de check-in pois vai para uma zona de "Assistência Especial de Bagagem" sujeito normalmente a longa espera, mesmo que a razão de lá ir parar é apenas porque nome no passaporte não era exactamente o mesmo do que o que constava na reserva porque faltava um espaço.
E enquanto na europa se ficarmos algum tempo a olhar para o ecran, temos logo um assistente tipo "baby-sitter" para nos ajudar no quiosque digital, ali é um assistente para várias dezenas de pax's cada um com as suas dificuldades, tipo desenrrasca-te...

4) Companhias de Bandeira vs Low Cost
A paisagem aeronáutica é dominada pela Air Canada ( que agora quer comprar a Transat ) e suas subsidiárias regionais (que operam preferencialmente Dash8 , claro ). Há uma companhia Westjet que penso que se posiciona no low cost, mas lá o pessoal queixa-se que continua com tarifas caríssimas, com a agravante que lá o avião é um meio de transporte preferencial pois as distâncias são enormes (digamos que para muitos visitar a familia ao fim de semana equivale na Europa a ir de Lisboa a Moscovo  :o) e os comboios não são normalmente opção em muitas regiões, pois as distâncias são muito longas e estão mais talhados para mercadorias. Resumindo o Low cost lá ainda é uma miragem, pese embora ter sido no vizinho EUA que o conceito nasceu.

5) Voo Doméstico / Serviço de Bordo
Voos de 4h30 "coast to coast" onde apenas temos direito a um suminho de laranja ou água (e numa companhia de bandeira) !. Enfim que saudades da "TAP" que em voos de 2h/3h da europa nos oferece uma verdadeira experiência Gourmet e numa caixinha todo xpto  ;D. quando comparada com um suminho de laranja.

6) Carimbo no Passaporte
Foi o primeiro pais que visito que não me carimbou o passaporte à saída. Curiosamente a aeronave que fez o voo doméstico foi a mesma que depois seguiu para Lisboa (lá é normal um wide-body fazer voos domésticos) e nem sai da zona doméstica. Mas na porta de embarque ( que foi a mesma de desembarque ) estava um funcionário com uma scanner que "flashou" o cartão de embarque o conferiu o passaporte, portanto deve ter sido assim que controlaram a saída.

7) Aeroportos
Posso estar errado, estive nos 4 principais aeroportos mas muitas vezes apenas na área de transfers, pareceu-me darem mais importância à funcionalidade aeroportuária, do que ao estilo "shopping-center" que cada vez mais vemos na Europa. Em 8 embarques/desembarques, tudo por manga o que é sempre mais confortável e companhia aérea muito pontual.
« Última modificação: 17 de Setembro 2019, 07:59:37 por ma_lppt »


toto1100

  • Mensagens: 4015
Ha varios paises onde nao se controla a saida. EUA, RU, Canada. :) (O RU so controla no Eurostar, porque a Franca assim o obrigou.)
Recolher a bagagem de porao no primeiro ponto de entrada no país tambem é habitual em varios sitios onde se preocupam com os procedimentos alfandegarios (nós na Europa é que estamos "mal habituados"). "Estranho" foi nesse caso nao teres que ter recolhido. :D

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
1256 Visualizações
Última mensagem 15 de Janeiro 2015, 15:08:03
por alf2005
1 Respostas
363 Visualizações
Última mensagem 14 de Outubro 2015, 09:54:52
por Spark
0 Respostas
619 Visualizações
Última mensagem 14 de Abril 2016, 14:15:27
por Spark
3 Respostas
1343 Visualizações
Última mensagem 27 de Outubro 2017, 15:43:30
por toto1100
8 Respostas
1985 Visualizações
Última mensagem 17 de Outubro 2018, 20:19:48
por eascensao

Total 79+-1=78 ms, db 0 ms, php 78 ms