toto1100

  • Mensagens: 4761
Sim, eu sei. Estava a falar de avioes em uso normal em operadores comerciais regulares.
Provavelmente o A380 da HiFly é um desses exemplos de leasing pago à hora.

eascensao

  • Mensagens: 532
Segundo consta

a) Existe uma diferença significativa no custo com tripulação.
b) No caso da TAP haverá uma componente salarial significativa paga em função de dias/pernas/horas de voo (que quem não voa não recebe)

Major Alvega

  • Mensagens: 282
o A320N com +/- 60 Toneladas gasta 800kg/hora por motor. Com peso máximo anda nos 1000-1100 kg/h por motor (isto falando a voar no nível óptimo).

MA

Flyz

  • Mensagens: 1264
Parece-me obvio que TAP Tenha negociado com os lessors  ou a Suspensão ou Pagamento parcial dos aviões que estão parados...

toto1100

  • Mensagens: 4761
Não é nada obvio. Se parar pagamentos fosse assim tao facil, todas as companhias o fariam não? Seja avioes ou outra coisa qualquer que tenham arrendadas (rendas de edificios, p.e.). Ha contratos para alguma coisa.
Em vez de ir as companhias aereas à falencia iam os lessors.
« Última modificação: 25 de Março 2020, 14:50:30 por toto1100 »


sdo

  • Moderador
  • Mensagens: 695
Parece-me obvio que TAP Tenha negociado com os lessors  ou a Suspensão ou Pagamento parcial dos aviões que estão parados...

Dificilmente. Quanto muito, abatendo-se uma crise sobre o sector, os lessors talvez aceitem uma redução nas rendas. Mas isto será numa situação em que se vejam a ter de escolher entre receber menos, ou ter as operadoras a entrar em incumprimento e ficarem inundados de aviões sem operadores cumpridores onde os colocar.

brunodias

  • Mensagens: 4776
Segundo consta

a) Existe uma diferença significativa no custo com tripulação.
b) No caso da TAP haverá uma componente salarial significativa paga em função de dias/pernas/horas de voo (que quem não voa não recebe)

Curioso que há uns anos atras eu disse que o pessoal da portugalia ganhava menos e 1 user que ainda por ca anda só não me chamou pai, afinal.................

Simonsays

  • Mensagens: 368
    • Não há ventos favoráveis se não sabes para onde vais
Segundo consta

a) Existe uma diferença significativa no custo com tripulação.
b) No caso da TAP haverá uma componente salarial significativa paga em função de dias/pernas/horas de voo (que quem não voa não recebe)

Ora la está ... rendimento q se vai

ClearedForTakeOff

  • Moderador
  • Mensagens: 1330
    • Aviation Blog
Taxas aeroportuárias são pelo MTOW, mais uma poupança.

decio

  • Mensagens: 315
Desde quando o estado de emergência serve como desculpa para descumprir acordos? Era só o que faltava começarmos a fazer o que nos dá na real gana nesta fase em que o governo pediu justamente o contrário.

E quem é lhe disse que um A320neo não é mais económica que um embraer?

NEO, você trabalha na TAP. Na sua opinião, o que é mais importante:
1. respeitar o acordo de empresa, ou,
2. permitir que a comissão executiva tome as decisões necessárias para redução de custos durante o estado de emergência para que a TAP ao menos tenha hipótese de sobreviver esta crise?

Num outro comentário você criticava os foristas que criticam e desejam mal à TAP. Se os próprios colaboradores não demonstram flexibilidade em tempos difíceis, isto não é também desejar mal à sua própria empresa?

TAP-A343

  • Mensagens: 79
Desde quando o estado de emergência serve como desculpa para descumprir acordos? Era só o que faltava começarmos a fazer o que nos dá na real gana nesta fase em que o governo pediu justamente o contrário.

E quem é lhe disse que um A320neo não é mais económica que um embraer?

NEO, você trabalha na TAP. Na sua opinião, o que é mais importante:
1. respeitar o acordo de empresa, ou,
2. permitir que a comissão executiva tome as decisões necessárias para redução de custos durante o estado de emergência para que a TAP ao menos tenha hipótese de sobreviver esta crise?

Num outro comentário você criticava os foristas que criticam e desejam mal à TAP. Se os próprios colaboradores não demonstram flexibilidade em tempos difíceis, isto não é também desejar mal à sua própria empresa?

Você está a ser ingénuo.

A história do comportamento da maioria dos trabalhadores do quadro da TAP tem demonstrado, durante décadas, que a sobrevivência da TAP está nos últimos lugares das suas preocupações. É que, nas suas mentes, em caso de dificuldade, o Estado/UE/BCE/contribuinte virá sempre contribuir financeiramente para a manutenção dos seus privilégios (acordo de empresa).

Flyz

  • Mensagens: 1264
Neste caso particular, além de manterem os empregos e salário ainda querem ser indiminizados pela quebra do acordo de empresa..

Jfilipe

  • Mensagens: 64
Sinceramente não percebo porque todos os sindicatos da TAP não convocam greves para Março, Abril e Maio.
Até podia depois o sindicato vir com imagem dos aviões todos no chão e dizer que tinham 175% de adesão.

Sinceramente, acho que todos nós devemos ter coinciência do que se está a passar, e em especial os Pilotos da TAP.

New Engine Option

  • Mensagens: 2977
Desde quando o estado de emergência serve como desculpa para descumprir acordos? Era só o que faltava começarmos a fazer o que nos dá na real gana nesta fase em que o governo pediu justamente o contrário.

E quem é lhe disse que um A320neo não é mais económica que um embraer?

NEO, você trabalha na TAP. Na sua opinião, o que é mais importante:
1. respeitar o acordo de empresa, ou,
2. permitir que a comissão executiva tome as decisões necessárias para redução de custos durante o estado de emergência para que a TAP ao menos tenha hipótese de sobreviver esta crise?

Num outro comentário você criticava os foristas que criticam e desejam mal à TAP. Se os próprios colaboradores não demonstram flexibilidade em tempos difíceis, isto não é também desejar mal à sua própria empresa?

E quem lhe garante que não haveria essa flexibilidade de que fala se a empresa não tivesse comunicado antes o que pretendia fazer?

Aliás, aqui, alguém neste fórum, alguém lhe dá garantias de algo?
« Última modificação: 26 de Março 2020, 19:41:44 por New Engine Option »


Joao Morais

  • Mensagens: 45
Obviamente tudo tem a ver com custos com pessoal. A TAP começou com e cresceu a TAP Express exactamente para explorar os custos operacionais mais baixos. Assim que essa absurdidade de AE foi assinado e a TAP teve de compensar os pilotos (acreditem que não é nada pouco, porque TODOS são compensados pelo acmi) a operação da TAP express começou a reduzir significativamente. A “ponte aérea a jato” não apareceu só pela entropia que o ATR criava em LIS...

Vamos ver no que isto dá. Com esta terceira revisão da lei, o lay-off parece mais próximo. Não sei é como vão reagir estas pessoas quando passarem a ter de viver com 20% do seu salário habitual.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
0 Respostas
823 Visualizações
Última mensagem 14 de Fevereiro 2014, 15:46:12
por melgakpica
5 Respostas
1520 Visualizações
Última mensagem 30 de Outubro 2014, 10:13:16
por jopeg
24 Respostas
3071 Visualizações
Última mensagem 25 de Novembro 2016, 09:51:33
por ClearedForTakeOff
3 Respostas
1156 Visualizações
Última mensagem 19 de Julho 2017, 09:53:11
por Flyz
68 Respostas
10351 Visualizações
Última mensagem 16 de Abril 2018, 17:19:19
por TAP153

Total 119+0=119 ms, db 0 ms, php 119 ms