alf2005

  • Mensagens: 239

Icterio

  • Mensagens: 731
    • Melhor ter sorte do que perícia.
Estava à espera que comprassem mais EF-2000 Eurofighters (com a vantagem da normalização da frota) mas nesta fase do campeonato a Boeing deve ter apresentado um preço de arromba.

Tomás Ribeiro

  • Mensagens: 2130
Confesso que também não estava à espera. Tal como o Icterio pensava que iam ser mais Eurofighters. Aliás numa fase destas como a Europa vai passar... Ir comprar aviões aos americanos... Devem ser mesmo a pechincha do século.

manfas

  • Mensagens: 107
A alemanha esta em discussoes para comprar 78 a 90 Eurofighter Typhoon, 30 Super Hornet e 15 Growlers. Os Tornados ja estao ultrapassados. Notem que muitos dos Eurofighters da Luftwaffe estao inoperacionais.

Seria interessante desenvolverem o Eurofighter ECR assim nao necessitaval dos Growlers e consalidavam o numero de tipos em operacao. Por outro lado a Alemanha quer ter a possibilidade de usar bombas nucleares que tem emprestadas pelos americanos. A certificacao do Eurofighter para ter capacidade nuclear demoraria uns 4 a 5 anos.. o F18 seria muito mais rapido (info vinda dos Americanos).
« Última modificação: 19 de Abril 2020, 21:28:31 por manfas »


Icterio

  • Mensagens: 731
    • Melhor ter sorte do que perícia.
Por outro lado, isto pode ser uma forma da Alemanha pressionar o consórcio Eurofighter para melhor preço ou condições (os alemães fazem muito isto).  Lembro-me perfeitamente de em já 1991 ameaçarem sair do projecto e comprar F-18's por causa dos custos da reunificação. 

A inserção de armas nucleares no Typhoon é uma questão essencialmente politica, as armas em questão são bombas de queda livre (B61), até um Cessna pode transportar e lançar...  Certificá-las no Typhoon não seria grande problema.
Outra nota, as B61 não estão emprestadas, estão em posse dos americanos em território europeu (assim como os códigos), só em caso de guerra é que poderiam ser usadas por outras forças aéreas.

brunodias

  • Mensagens: 5015
Nestas encomendas militares por vezes o importante nem é o preço mas o resto, contrapartidas, passagem de tecnologia, encher bolsos entre outras coisas

manfas

  • Mensagens: 107
Sim, as armas nucleares sao uma questao politica. Aliás foram os americanos a dizer que o consorcio europeu necessitaria de 5 anos para certificar as B61 nos Typhoon.. A verdade é que os Tornados demoraram 2 anos para terem certificacao para a B61-12. Obrigado pela correcao pensava que estavam emprestadas.

No que toca aos F18 Growlers o Typhoon nao tem capacidade ECR comparável. Seria necessário desenvolver um Eurofighter ECR. Há algum tempo que a há interesse na construcao de FCAS duvido que houvesse desvio de fundos para um Typhoon ECR.

E claro o lobbying americano também conta.. e muito.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
3 Respostas
1681 Visualizações
Última mensagem 11 de Fevereiro 2014, 08:29:03
por ClearedForTakeOff
0 Respostas
708 Visualizações
Última mensagem 28 de Março 2014, 09:16:55
por Nunoj
0 Respostas
684 Visualizações
Última mensagem 13 de Janeiro 2015, 08:34:50
por alf2005
2 Respostas
753 Visualizações
Última mensagem 20 de Fevereiro 2015, 10:30:00
por iloper
3 Respostas
801 Visualizações
Última mensagem 03 de Maio 2015, 21:45:18
por brunodias

Total 115+1=116 ms, db 0 ms, php 116 ms