POLHAS

  • Mensagens: 529
    • Gosto de aviões
A TAP nunca cresceu tanto como nestes anos da gestão privada , nos só estamos nesta situação com a TAP versus estado , porque o estado quis , não se esqueçam que os privados tinham a maioria da empresa , o estado quis voltar a ter a maioria da empresa, agora só tem que aumentar capital social para ver se os privados ainda tem interesse em continuar.

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
@ NEO: As áreas em que há ou não há disciplina de voto dependem de decisão da direcção de cada bancada parlamentar ou da liderança de cada partido e não de cada deputado. Geralmente são em questões de consciência ou ditas fracturantes. Se não teríamos Joacines e livres todos os meses.

Mas se eu estivesse na vida política e considerasse algo que a maioria discorda, não votaria como a maioria e sim com a minha consciência. Daí a tal da coluna vertical que nao tem. Mas felizmente isso tem aos poucos mudado especialmente no PSD. Portanto é exasperante este tipo falar agora da gestão privada quando a gestão pública deixou a TAP numa situação calamitosa.
« Última modificação: 01 de Maio 2020, 10:52:44 por New Engine Option »


toto1100

  • Mensagens: 6163
A TAP nunca cresceu tanto como nestes anos da gestão privada , nos só estamos nesta situação com a TAP versus estado , porque o estado quis , não se esqueçam que os privados tinham a maioria da empresa , o estado quis voltar a ter a maioria da empresa, agora só tem que aumentar capital social para ver se os privados ainda tem interesse em continuar.

O estado quis e... os privados tiveram que aceitar ou entao o Neeleman tinha que sair. Lembrar que o Neeleman na altura nao era cidadao comunitario (ainda nao tinha comprado o passaporte cipriota), e a TAP chegou a estar com a ANAC a aprovar decisoes por a estrutura accionista e de controlo efetivo estarem na maos de cidadaos nao-comunitarios. A decisao final da ANAC so veio depois da reversao parcial da privatizacao (e por isso nao tinha efeitos praticos), mas confirmou que a estrutura inicial ia contra as regras comunitarias.

O revisionismo é uma coisa muito feia.

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
A tap pode não estar bem , mas  que está a despertar muito interesse , esta !!!! , na minha opinião se a empresa for nacionalizada essencialmente vai salvar postos de trabalho mas não salva a empresa , não existe nenhum boy em Portugal que perceba de aviação , como tal será mais do mesmo , resultados negativos durante vários anos até que resolvam voltar a vender parte da empresa  e continuamos para Bingo .

O Fernando Pinto nao percebia de aviaçao agora? Brincamos?
O revisionismo é mesmo uma coisa tramada.

O Fernando Pinto não era carreirista do PS que eu saiba. Foi ficando lá por fazer muito do que sabia.

toto1100

  • Mensagens: 6163
Exato. Por isso é absurdo dizer que controlo do estado é sinónimo de estarem boys a gerir a empresa.
(Tal como é absurdo dizer que só por ser privado é sinonimo de nao ter boys, diga-se.)

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
Exato. Por isso é absurdo dizer que controlo do estado é sinónimo de estarem boys a gerir a empresa.
(Tal como é absurdo dizer que só por ser privado é sinonimo de nao ter boys, diga-se.)

Ao longo da história da TAP, assim o tem sido. Jobs for the Boys.

jpmane

  • Mensagens: 663
@ NEO: As áreas em que há ou não há disciplina de voto dependem de decisão da direcção de cada bancada parlamentar ou da liderança de cada partido e não de cada deputado. Geralmente são em questões de consciência ou ditas fracturantes. Se não teríamos Joacines e livres todos os meses.

Mas se eu estivesse na vida política e considerasse algo que a maioria discorda, não votaria como a maioria e sim com a minha consciência. Daí a tal da coluna vertical que nao tem. Mas felizmente isso tem aos poucos mudado especialmente no PSD. Portanto é exasperante este tipo falar agora da gestão privada quando a gestão pública deixou a TAP numa situação calamitosa.

Não tem nada a ver com coluna vertical como lhe chama. Se estivesse na política e votasse apenas aquilo em que concorda independentemente do que o partido no qual escolheu estar e candidatar-se por, então não teria coluna vertical nenhuma. Porque só se é deputado quando se integra uma lista de partidos ou uma coligação de partidos. Portanto ao se estar disponível para integrar tal não é para depois de eleito (a) fazer aquilo que lhe dá na gana. Isso não é ter coluna vertical mas sim falta dela.

jpmane

  • Mensagens: 663
Exato. Por isso é absurdo dizer que controlo do estado é sinónimo de estarem boys a gerir a empresa.
(Tal como é absurdo dizer que só por ser privado é sinonimo de nao ter boys, diga-se.)

Ao longo da história da TAP, assim o tem sido. Jobs for the Boys.

O Fernando Pinto era um boy de quem?

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
Independentemente disso, se ele emite agora opiniões que até ele diz que são dissonantes do seu governo, como ele o disse na sua intervenção, também as poderia ter feito em qualquer altura no passado, especialmente sobre a gestão pública da TAP em 2008 quando a companhia teve 285 milhões de prejuízo. Só isso. Nessa altura, a diferença é que era o povo a mandar, mas que também poderia pagar se a coisa desse para o tonto. Portanto, se o menino quer mandar, muito bem, assuma lugar na comissão executiva e mande com os outros que lá estão tendo poder de veto. Mas só isso.
« Última modificação: 01 de Maio 2020, 11:04:42 por New Engine Option »


New Engine Option

  • Mensagens: 3926
Exato. Por isso é absurdo dizer que controlo do estado é sinónimo de estarem boys a gerir a empresa.
(Tal como é absurdo dizer que só por ser privado é sinonimo de nao ter boys, diga-se.)

Ao longo da história da TAP, assim o tem sido. Jobs for the Boys.

O Fernando Pinto era um boy de quem?

Em 70anos de gestão pública, de quantos foi o Fernando Pinto o ceo?

jpmane

  • Mensagens: 663
A tap pode não estar bem , mas  que está a despertar muito interesse , esta !!!! , na minha opinião se a empresa for nacionalizada essencialmente vai salvar postos de trabalho mas não salva a empresa , não existe nenhum boy em Portugal que perceba de aviação , como tal será mais do mesmo , resultados negativos durante vários anos até que resolvam voltar a vender parte da empresa  e continuamos para Bingo .

O Fernando Pinto nao percebia de aviaçao agora? Brincamos?
O revisionismo é mesmo uma coisa tramada.

O Fernando Pinto não era carreirista do PS que eu saiba. Foi ficando lá por fazer muito do que sabia.

E quem o foi buscar, fê-lo por ser boy?

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
A tap pode não estar bem , mas  que está a despertar muito interesse , esta !!!! , na minha opinião se a empresa for nacionalizada essencialmente vai salvar postos de trabalho mas não salva a empresa , não existe nenhum boy em Portugal que perceba de aviação , como tal será mais do mesmo , resultados negativos durante vários anos até que resolvam voltar a vender parte da empresa  e continuamos para Bingo .

O Fernando Pinto nao percebia de aviaçao agora? Brincamos?
O revisionismo é mesmo uma coisa tramada.

O Fernando Pinto não era carreirista do PS que eu saiba. Foi ficando lá por fazer muito do que sabia.

E quem o foi buscar, fê-lo por ser boy?

Como já te disseram foram busca lo, mas a intenção nunca o foi de o manter lá. Foi feita com um objetivo específico.
« Última modificação: 01 de Maio 2020, 11:05:58 por New Engine Option »


toto1100

  • Mensagens: 6163
70 anos de gestão publica?!?!? A TAP antes do 25 de Abril era uma empresa privada! Uma historia da nacionalizacao da TAP durante o PREC: https://www.publico.pt/2015/04/12/economia/noticia/o-dia-em-que-a-tap-deitou-borda-fora-os-accionistas-privados-1691988

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
70 anos de gestão publica?!?!? A TAP antes do 25 de Abril era uma empresa privada! Uma historia da nacionalizacao da TAP durante o PREC: https://www.publico.pt/2015/04/12/economia/noticia/o-dia-em-que-a-tap-deitou-borda-fora-os-accionistas-privados-1691988

Certo, enganei me. O que queria dizer foi que os anos em que o Fernando Pinto teve na gestão foram poucos face aos anos de gestão por boys dos partidos.

jpmane

  • Mensagens: 663
Exato. Por isso é absurdo dizer que controlo do estado é sinónimo de estarem boys a gerir a empresa.
(Tal como é absurdo dizer que só por ser privado é sinonimo de nao ter boys, diga-se.)

Ao longo da história da TAP, assim o tem sido. Jobs for the Boys.

O Fernando Pinto era um boy de quem?

Em 70anos de gestão pública, de quantos foi o Fernando Pinto o ceo?

Quer falar do tempo da Maria Cachucha? Ou do pós 25 de abril? As pessoas parece que se esquecem da classe de empresários que havia neste país. E agora bons empresários já os vai havendo mas não abundam. E na TAP o problema não é só de direcções longe disso.

O Antonoaldo Neves existe na aviação graças ao Neelman. Antes andava na Mckinsey a fazer belos powerpoints e a falar de CapEx que é o que eles fazem e fazem bem. Salta da Azul para a TAP por ser o homem de confiança do Neelman nada mais. Se me estivesse a falar de um recrutamento como fez o grupo Air France/KLM quando foram buscar o Ben Smith ainda lhe dava razão; Agora vir falar do CEO como se fosse um  craque da aviação, por favor.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 
Total 81+0=81 ms, db 0 ms, php 81 ms