brunodias

  • Mensagens: 5313
O que é relevante é que tu e outros apoiantes da tap vieram para o topico da sata como sempre para tentar justificar a coitadinha da tap

Eu continuo a dizer o mesmo desde o inicio, e seja ela a tap ou a sata ou a air atlantis ou aerocondor

Se continuam a dar prejuizo, é cortar nas despesas e começar de novo, visto que não querem fazer isto, e nem querem que seja 100% privada, porque ai ficam com medo dos despedimentos, então força tem que voar de modo a fazer 1 certo serviço publico, mas quem dá o dinheiro é que manda, porque só mesmo aqui é que se acha normal quem manda o dinheiro ser quem não manda

Em relação há tap não ha nada a falar aqui neste topico, até porque continua a ser vergonhosa a atitude, vemos companhias a voar para o Porto e até a abrir rotas, mas para a tap não há mercado, nem vale a pena falar em Faro

Quanto há sata é cortar nas despesas que se possa, e secalhar cortar algumas rotas, e se tiver que se cortar todas que assim seja, isto claro que se o governo não tiver de meter dinheiro, porque ainda não li que vai meter
Se o governo tiver que meter dinheiro é continuar com as rotas serviço publico mas mesmo assim cortar gorduras, e assumir que os prejuizos vão sempre acontecer

New Engine Option

  • Mensagens: 3926
Bruno, eu só fiz uma observação relativamente ao teu discurso incoerente. Longe de mim meter a TAP neste tópico. Nem era esse o meu propósito. Aliás, disse isso mesmo vários comentários atrás. Por mim, fim de assunto.
« Última modificação: 31 de Maio 2020, 15:48:28 por New Engine Option »


LAMPUKA

  • Mensagens: 194
O problema das privatizações,  ainda por cima em áreas com a sensibilidade desta, são o modelo utilizado.
Em Portugal maioritariamente têm sido um desastre para os contribuintes.
Ou se quisermos,  demasiado benéficas para quem compra.
Não vejo capacidades em quem nos governa para conseguir resolver este problema de forma eficaz e por isso, mal por mal, prefiro que se mantenham na mão do Estado.
Obviamente que a questão central são os números e estes tem de ser corrigidos.
Experiências como esta agora da TAP são aquilo que devemos evitar.
Mais uma vez tenho a esperança que algo de positivo possa sair desta fase do vírus.

brunodias

  • Mensagens: 5313
Bruno, eu só fiz uma observação relativamente ao teu discurso incoerente. Longe de mim meter a TAP neste tópico. Nem era esse o meu propósito. Aliás, disse isso mesmo vários comentários atrás. Por mim, fim de assunto.

Não são incoerencias, eu sigo 3 pontos
O 1 era o privatizar a 100% e senão quiseram na altura em que se podia fazer não vai ser hoje que se vai fazer
2 é o reduzir as gorduras, ou seja reduzir as despesas e/ou fechar como se conhece hoje e abrir com 1 estrutura mais adequada, com estrutura falo de tudo frota pessoal etc
3 é o assumirmos que isto tem que existir assim e a dar prejuizo, mas ai tem que servir para as pessoas, e ai sim tem que operar na maior parte dos aeroportos

Esta é a minha ordem, e visto que nesta altura privatizar não é possivel o ponto 2 é o que me agrada, e isto seja para que companhia seja, não falo na das 3 letras nem da de 4 letras

Eu não sei quais rotas são as de serviço publico alem das inter ilhas, isto assumo eu que as inter ilhas sejam
Mas nas inter ilhas até parece que deu lucro
« Última modificação: 31 de Maio 2020, 19:25:07 por brunodias »


BSilva

  • Mensagens: 589
Bruno, eu só fiz uma observação relativamente ao teu discurso incoerente. Longe de mim meter a TAP neste tópico. Nem era esse o meu propósito. Aliás, disse isso mesmo vários comentários atrás. Por mim, fim de assunto.

Não são incoerencias, eu sigo 3 pontos
O 1 era o privatizar a 100% e senão quiseram na altura em que se podia fazer não vai ser hoje que se vai fazer
2 é o reduzir as gorduras, ou seja reduzir as despesas e/ou fechar como se conhece hoje e abrir com 1 estrutura mais adequada, com estrutura falo de tudo frota pessoal etc
3 é o assumirmos que isto tem que existir assim e a dar prejuizo, mas ai tem que servir para as pessoas, e ai sim tem que operar na maior parte dos aeroportos

Esta é a minha ordem, e visto que nesta altura privatizar não é possivel o ponto 2 é o que me agrada, e isto seja para que companhia seja, não falo na das 3 letras nem da de 4 letras

Eu não sei quais rotas são as de serviço publico alem das inter ilhas, isto assumo eu que as inter ilhas sejam
Mas nas inter ilhas até parece que deu lucro

Bruno dos Açores as que são serviço publico são Funchal-Ponta Delgada, Santa Maria, Pico e Horta-Lisboa, as restantes da Terceira e Ponta Delgada para Porto e Lisboa como estão liberalizadas não tem

LAMPUKA

  • Mensagens: 194
Isso é no papel... na prática é outra coisa.

blue_monday81

  • Mensagens: 163
Um bocadinho off topic mas com tantos e tao bons empresários no Norte porque e que nunca houve iniciativa privada para a criação de uma companhia aérea mais centrada no Porto?

nunopinheiro

  • Mensagens: 6299
Porque aviação é a melhor maneira de fazer uma pequena fortuna, gastando para isso uma grande fortuna...

Se uma empresa em Portugal no maior mercado pede dinheiro a 40 anos, que resultado se poderia espera no porto?
« Última modificação: 01 de Junho 2020, 16:31:24 por nunopinheiro »


Icterio

  • Mensagens: 823
    • Melhor ter sorte do que perícia.
Se quando der prejuízo o Estado se chegar à frente, não deve ser muito difícil.
É uma ideia a considerar.

toto1100

  • Mensagens: 5919
Foi o que fez com a PGA, quando o Salgado estava farto, o estado la ficou com ela.
Para a lançar tambem foi o mesmo: foi dizer ao Cavaco que era inaceitavel pensarem em construir uma linha de alta velocidade ferroviaria entre o Porto e Lisboa, e o Cavaco la fez o favor de correr com o ministro (o Oliveira Martins, se nao estou em erro) que defendia tal coisa e lançaram a fantastica "modernizaçao" da linha do Norte, que custou mais do que se previa altura gasta na AV, e nunca foi concluida (talvez o seja esta decada!).
Mas de certeza que se acham todos uns grandes "liberais".

LAMPUKA

  • Mensagens: 194
A Portugália nos seus bons tempos centrou parte da operação no Porto, e sem as condições agora oferecidas.
Os empresários e a indústria sediada no norte eram os seus grandes clientes nessa altura.
A ligação a Lisboa e os destinos Regionais passaram a ter uma oferta de qualidade até então inexistente e reconhecida cá e internacionalmente até pelos prémios que recebeu como melhor companhia regional da Europa.
O problema veio depois, tendo inclusivamente o CEO na altura se queixado de "concorrência predatória" por parte da nossa companhia estatal. E mais não digo...
« Última modificação: 01 de Junho 2020, 17:08:13 por LAMPUKA »


MannyV

  • Mensagens: 972
A madeira devia fazer o mesmo. Criar uma SATA Madeirense para voos para a Europa, Venezuela e Africa do Sul e o estado que pague!

brunodias

  • Mensagens: 5313
Um bocadinho off topic mas com tantos e tao bons empresários no Norte porque e que nunca houve iniciativa privada para a criação de uma companhia aérea mais centrada no Porto?

Bem sempre ouvi dizer que a na aviação ha 1 boa maneira de nos tornarmos milionarios

É começarmos bilionarios

Fpsantos

  • Mensagens: 8
Os prejuízos altíssimos dos últimos anos do Grupo SATA estão essencialmente relacionados com os elevados custos em que opera, e que é incapaz de diluir através da sua operação regular.

Ora veja-se: o RASK da Azores Airlines é mais positivo do que o da TAP, Iberia, Vueling, entre outras. O problema é o CASK que está muito acima da média dos concorrentes. O resultado favorável em RASK é fácil de explicar: a companhia voa mais no verão, período com maior procura e que naturalmente regista load-factors e yields superiores. Mas como no inverno voa menos, os custos não são diluídos ao longo do ano e o custo por km voado (CASK) fica muito elevado. Este é um problema estrutural, e a gestão da empresa terá duas opções: ou reduzir os custos significativamente, ou aumentar a capacidade de forma a diluir os mesmos.

Além desta questão estrutural de gestão dos custos e da capacidade, a SATA tem tido problemas graves com irregularidades provocadas por problemas com a frota, e tem recorrido à contratação excessiva de ACMIs quer para a sua operação de base quer para suprir disrupções, o que também tem penalizado os custos.
« Última modificação: 08 de Junho 2020, 10:34:23 por Fpsantos »


nunopinheiro

  • Mensagens: 6299
Citação
"Ou aumentar a capacidade de forma a diluir os mesmos."
Ha uma empresa em Portugal a tentar fazer isso há décadas com resultados bastante maus.

economias de escala, na minha opinião é algo que pode funcionar muito bem quando já se tem um produto viável, escalar a espera que venha a ser é um risco elevado, até porque raramente se escala sem aumentar os custos...
« Última modificação: 08 de Junho 2020, 11:22:05 por nunopinheiro »


Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
3 Respostas
1018 Visualizações
Última mensagem 18 de Maio 2015, 10:15:41
por carlos cunha
0 Respostas
658 Visualizações
Última mensagem 24 de Novembro 2015, 21:40:38
por Flyz
66 Respostas
12197 Visualizações
Última mensagem 08 de Novembro 2018, 10:18:19
por unifi
77 Respostas
8633 Visualizações
Última mensagem 24 de Agosto 2016, 20:18:47
por HenriqueP
1 Respostas
1400 Visualizações
Última mensagem 24 de Julho 2016, 21:45:30
por Nyctalus

Total 109+0=109 ms, db 0 ms, php 109 ms