Spark

  • Mensagens: 6116
    • Atualmente, os veículos da internet são apenas 2: o hypetrain e o hatewagon. All aboard!!!
Citação
Tão atípicos quanto o próprio ano. 12 momentos bizarros da aviação em 2020

Este foi um ano atípico para a indústria aeronáutica. Mas entre a ‘escuridão’ houve alguns momentos mais leves, mais loucos e até mesmo esperançosos que se destacaram em 2020. A CNN compilou os 12 momentos mais marcantes deste ano no setor da aviação.

1. Um pequeno aeroporto no Alasca tornou-se o mais movimentado do mundo

O Anchorage International do Alasca tornou-se em abril, ainda que por pouco tempo, no aeroporto mais movimentado do mundo. A combinação de um tráfego global de passageiros a ser dizimado pela pandemia e o transbordo de material médico contribuiu para um aumento do tráfego de carga – que é a especialidade de Anchorage.

2. Os “voos para lado nenhum” tornaram-se uma tendência

Algumas pessoas ficaram tão desejosas de voar que quando a companhia australiana Qantas lançou uma viagem de sete horas sem destino, por paisagens como a Byron Bay e a Gold Coast, o voo esgotou em dez minutos.

Em Taiwan, estes “voos para lado nenhum” foram também combinados com encontros rápidos (speed-dating) a bordo, como o “Fly! Love Is in the Air”, enquanto a Thai Airways deu à tendência uma vantagem espiritual com um “voo para lado nenhum” sobre alguns dos locais religiosos budistas da Tailândia.

3. Naomi Campbell foi a ‘Nostradamus’

De volta ao verão de 2019, o mundo olhou maravilhado quando Naomi Campbell revelou o seu elaborado ritual de embarque, que envolvia o uso de luvas descartáveis, limpeza de superfícies com toalhetes antibacterianos e o uso de máscara.

Em março deste ano, quando o resto da população começou a embarcar com o devido equipamento de proteção individual contra a covid-19, a supermodelo britânica teve de fazer um ‘upgrade’. Partilhou fotografias suas no Aeroporto Internacional de Los Angeles usando um fato de hazmat, óculos, uma máscara e luvas.

4. O voo mais longo do mundo ficou ainda mais longo

A companhia aérea francesa Air Tahiti Nui fez o mais longo voo de passageiros de sempre por distância: 15.715 quilómetros do Tahiti para Paris, um marco único devido às restrições pandémicas.

A companhia aérea Qantas realizou o primeiro voo de passageiros A380 de sempre, entre a Austrália e Londres.

Finalmente, o voo de passageiros mais longo do mundo demorou 18 horas, entre Singapura e Newark, Nova Jersey, que ficou ainda mais longo quando foi retomado, em novembro.

5. Um homem de 64 anos de idade ejetou-se acidentalmente de um avião de combate

Uma excursão surpresa a uma base aérea causou tanto stress a um francês de 64 anos que se atirou de um avião de combate em pleno ar, ao agarrar no botão ejetor em pânico, caindo pelos céus, antes de aterrar num campo.

O homem nunca tinha manifestado qualquer desejo de voar num caça e não tinha qualquer experiência anterior de aviação militar. Acabou por evirar ferimentos graves depois de ter saltado de pára-quedas a 760 metros do solo.

6. Os aviões de passageiros tornaram-se aviões de carga

A pandemia desencadeou uma tendência da aviação conhecida como voos de “pré-passageiros”, nos quais as companhias aéreas adaptam as suas cabines de passageiros para transportarem carga.

O operador português de voos charter Hi Fly retirou a maioria dos lugares do seu único A380 para dar lugar a mais carga, tornando-o o primeiro A380 do mundo a ser convertido para frete.

7. Um avião descolou sem um piloto responsável

Em janeiro, a Airbus informou que um dos seus aviões de teste tinha descolado automaticamente no aeroporto francês de Toulouse-Blagnac.

Segundo a Airbus, o A350-1000 conseguiu oito descolagens automáticas durante um período de quatro horas e meia, com dois pilotos em standby.

8. Um avião levantou voo sem combustível de avião a jato

A maior aeronave totalmente elétrica do mundo fez o primeiro voo em maio, marcando um novo marco na tecnologia totalmente elétrica. O avião eCaravan de nove passageiros fez uma viagem de 30 minutos sobre o Lago Moses, Washington.

Depois, em setembro, a Airbus revelou o ZEROe, o seu trio de aeronaves com o conceito de emissões zero. O fabricante europeu planeia trazer um avião de passageiros com emissões zero para o mercado até 2035.

9. O aeroporto “amaldiçoado” de Berlim finalmente abriu

Com quase uma década de atraso e 4 mil milhões de euros acima do orçamento, o novo aeroporto sitiado de Berlim abriu finalmente portas no final de outubro.

O Aeroporto Berlin-Brandenburg Willy Brandt recebeu 300 milhões de euros em auxílios estatais antes de transportar um único passageiro.

10. Aviões novos com um aspeto engraçado

O Airbus Beluga XL em forma de baleia, uma das maiores bestas dos céus, entrou ao serviço a tempo inteiro em janeiro.

Um misterioso avião em forma de bala, avistado pela primeira vez há três anos no Aeroporto Logístico do Sul da Califórnia, foi revelado em agosto como sendo o Celera 500L, uma embarcação privada de seis pessoas que promete voar a velocidades de jato, mas com um consumo de combustível oito vezes inferior.

E finalmente o Monstro do Mar Cáspio – um colossal veículo de efeito terrestre da era soviética, algures entre um hovercraft e um avião – foi transportado ao longo da costa russa para a cidade de Derbent, após 30 anos em ‘hibernação’.

11. Aviões realmente rápidos

Em fevereiro, a British Airways bateu o recorde de voos subsónicos mais rápidos de Nova Iorque para Londres, atingindo uma velocidade máxima de mais de 1287 quilómetros por hora.

A Exosonic, empresa de arranque na Califórnia, está a trabalhar num avião supersónico a jato duplo Mach 1.8 de baixa potência, enquanto a Hermeus Corporation, com sede em Atlanta, está a trabalhar num avião hipersónico de 20 lugares que promete entregar passageiros de Nova Iorque a Londres em 90 minutos.

A Denver-based start-up Boom, uma das empresas atualmente a trabalhar no campo da aviação supersónica, revelou a sua aeronave demonstradora XB1 em outubro.

12. As descolagens foram fáceis, mas as aterragens tornaram-se difíceis


Em maio, a transportadora alemã de baixo custo Eurowings retomou os serviços de Dusseldorf para Sardenha, Itália – mas foi forçada a voltar atrás porque o aeroporto ainda estava fechado.

Seis Lufthansa 747 voaram para um aeroporto holandês no verão, mas depois ficaram retidos até ao Halloween por causa da emissão de um certificado de segurança. Os jatos maiores foram autorizados a aterrar no aeroporto de Twente – mas não a descolar.

E, finalmente, em dezembro, a companhia aérea nepalesa Buddha Air transportou os passageiros para o aeroporto errado – cerca de 400 quilómetros do destino pretendido.

Resposta rápida

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 90 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.

Nota: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.
Nome: Email:
Verificação:

 

Tópicos Relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
4 Respostas
3584 Visualizações
Última mensagem 11 de Abril 2014, 02:37:39
por Luís J.
35 Respostas
12989 Visualizações
Última mensagem 24 de Novembro 2015, 17:09:26
por Guilherme Martinez
19 Respostas
3591 Visualizações
Última mensagem 03 de Junho 2016, 00:07:28
por Spark
0 Respostas
1526 Visualizações
Última mensagem 01 de Abril 2018, 07:11:11
por MarcoM
2 Respostas
602 Visualizações
Última mensagem 01 de Abril 2021, 18:14:18
por Icterio

Total 87+0=87 ms, db 0 ms, php 87 ms